Norwegian Sun em Ponta Delgada, Açores.

|

Chegou nesta manhã de Sábado por volta das 8h00 a Ponta Delgada o navio de cruzeiros Norwegian Sun.Este navio, da Norwegian Cruise Line, está em cruzeiro transatlântico de 15 dias iniciado em Port Canaveral (EUA) no passado dia 23 de Abril e com destino final no dia 8 de Maio em Copenhaga (Dinamarca). Até lá escala Lisboa, Zeebrugge (Bélgica) e Amesterdão (Holanda). A saída do navio está prevista para as 16h30.

Texto (©) Copyright Bruno Rodrigues.
Imagem (©) Copyright Antonio Simás.

Royal Caribbean anuncia dois dias de oferta em todos os navios

|





Royal Caribbean anuncia dois dias de oferta em todos os navios

A promoção WOW oferece até US$ 200 de crédito a bordo para as saídas a partir de agosto de 2011


São Paulo, 29 de abril de 2011 – A Royal Caribbean International anuncia uma promoção especial de dois dias, com ofertas de até US$ 200 de créditos a bordo. Com validade nos dias 3 e 4 de maio, a oferta contempla todos os cruzeiros a partir de agosto de 2011 – incluindo os mais novos e inovadores navios de cruzeiro da companhia, Oasis of the Seas e Allure of the Seas. Os hóspedes podem utilizar seu crédito a bordo no SPA, nos restaurantes de especialidades ou nos bares dos navios. Serão US$50 de crédito a bordo por cabine em cruzeiros de três a cinco noites, US$100 nos roteiros de seis a nove noites e US$200 para itinerários com 10 noites ou mais.

Os hóspedes podem aproveitar a promoção WOW para escolher entre uma variedade de roteiros incríveis, incluindo cruzeiros de final de verão na Europa a bordo de 11 navios da companhia que navegam pelo Mediterrâneo e pelos mares Báltico e do Norte. O Voyager of the Seas, por exemplo, oferece um novo roteiro de sete noites pelo mar Adriático, com saída de Veneza e pernoite na cidade italiana na última noite do cruzeiro. O Liberty of the Seas também está estreando sua temporada européia e será o único navio na região a oferecer a Experiência DreamWorks, com estréia de “Kung Fu Panda 2” em 3D. Além disso, os hóspedes do Liberty of the Seas’, que sai de Barcelona, poderão conferir a bordo o espetáculo musical “Saturday Night Fever”.

O crédito a bordo disponível na promoção WOW é válido para novas reservas individuais que forem pagas nos dias 3 e 4 de maio de 2011. A oferta não é válida junto com outras promoções e está sujeita à disponibilidade.


Texto: Copyright Press Release Assessoria de Imprensa Royal Caribean
Logo: Copyright Royal Caribbean International

Royal Caribbean anuncia temporada 2012/2013 no Caribe, e deve ter novidades no Brasil.

|

Ontem a Royal Caribbean anunciou oficial- mente sua temporada caribenha 2012/2013: serão 13 navios da companhia em nas águas cristalinas do Caribe. Entre estes, Mariner, Navigator, Adventure, Brilliance, Jewel e Liberty of the Seas, farão uma temporada sazonal, de alguns meses, vindos da Europa, para onde também partem depois da temporada no Caribe.

Já Oasis, Allure, Freedom, Explorer, Monarch, Majesty e Enchantment of the Seas, continuarão seus roteiros no Caribe durante o ano inteiro. As viagens de alguns dos navios já estão a venda, as dos outros, abrirão para venda nas próximas semanas.

O Allure e o Oasis estarão novamente baseados em Fort Lauderdale, com partidas semanais, alternando entre Caribe Oeste e Leste. O Freedom, continuará com seus embarques em Port Canaveral, também alternando roteiros entre Caribe Leste e Oeste. Já o Explorer, fará roteiros a partir de Cape Liberty, New Jersey, com roteiros para o Caribe e Bahamas. O Enchantment, ficará baseado em Baltimore, Maryland, e realizará viagens ao Caribe Sul, Leste e Bahamas.

O Mariner of the Seas, que recentemente esteve no Brasil, ficará novamente baseado em Galveston, no Texas, oferecendo roteiros para o Caribe, enquanto o Navigator substituirá o Voyager em Nova Orleans. O Liberty operará roteiros curtos, também a partir de Fort Lauderdale. Além deles, o Jewel realizará cruzeiros com embarque em Tampa, também na Flórida. O Monarch e o Majesty of the Seas, mais antigos navios da Royal Caribbean, e gêmeos do Sovereign, farão mini-cruzeiros a partir de Port Canaveral e Miami, respectivamente.

América do Sul

O Serenade of the Seas é gêmeo do Radiance, e pode operar no
 Brasil futuramente. 
Além desses 13 navios, outros quatro da frota já tem roteiros para a época 2012/2013, são eles o Radiance e Rhapsody of the Seas, que estarão na Austrália, o Vision, que já tem prevista a volta para o Brasil, e o Independence, que continuará na Europa. O Splendour, que até pouco tinha prevista uma travessia para o Brasil, teve seus roteiros alterados, e ainda não tem destino previsto para a época, tudo indica, portanto, que ele ficará longe do Brasil pela primeira vez em vários anos. Como a Royal Caribbean não deve diminuir a oferta em 2012/2013, aumentam as possibilidades de um novo navio fazer a temporada brasileira. Ainda não há como prever que navio virá, já que as possibilidades são amplas: Grandeur e Legend, além do Splendour (da Vision Class), Voyager (Voyager Class) e Serenade of the Seas (Radiance Class) estão ainda sem roteiros previstos. Portanto, a Royal Caribbean pode surpreender com um navio da classe Voyager, aumentar a oferta com um da classe Radiance, ou simplesmente substituir o Splendour com outro Vision Class semelhante. Uma coisa é certa, pelo menos um desses navios deverá ir para a Ásia (mais provavelmente o Legend, mas pode ser que o Splendour o substitua, ou mesmo faça companhia, a seu único gêmeo) e outro no Oriente Médio. Não está descartada também o aumento no número de navios em qualquer destino da Ásia, ou mesmo na América do Sul.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagem (©) Copyright Daniel Capella e Travel 247 (Serenade).

Costa Cruzeiros volta a operar em Trieste, na Itália

|

Em 2012, a Costa Cruzeiros, volta a incluir Trieste (Itália) como porto de saída para um de seus navios. O Costa Classica, que foi deslocado pelo grupo em 2008 para outros destinos, retorna com embarques, sempre aos sábados, entre 19 de maio e 24 de novembro, em 2012, com cruzeiros de oito dias com o seguinte itinerário: Trieste, Ancona, Mykonos, Atenas, Corfu e Dubrovnik. A temporada será maior do que em 2008, com 28 escalas (75% a mais do que daquele ano) e movimentação de 65 mil passageiros (de novo, um aumento de 75%)

Com Trieste, a Costa Cruzeiros passa a operar em 12 portos de embarque na Itália. Os outros são Savona, Livorno, Civitavecchia, Nápoles, Capri, Messina, Palermo, Catânia, Bari, Ancona e Veneza.

Texto (©) Copyright Mercados & Eventos.
Imagem (©) Copyright Daniel Capella.

AIDA Vita em Belém, em sua volta a Europa.

|

As primeiras luzes da manhã alcançam o AIDA VITA fundeado na Baia do Guajará, ainda todo iluminado.
O nascer do forte sol do Equador se reflete no casco do Aida Vita.
As duas embarcações regionais de madeira,
 usadas no desembarque dos turistas,
aguardam o inicio das operações de transporte
Neste feriado do dia 22 de abril, esteve de passagem por Belém, vindo de Manaus e Santarém, o AIDA VITA, seguindo no mesmo dia para Fortaleza em sua última escala da temporada no Brasil. Conforme noticiado em nosso blog, este navio passou recentemente por esta capital a caminho de Manaus, via braço norte do rio Amazonas, passando em frente a cidade de Macapá. Neste retorno, ele veio pelo famoso Estreito de Breves, um rio profundo e estreito, passagem obrigatória de navios que fazem a rota entre Belém e a Amazônia. Formado por um conjunto de pequenos rios e ilhas, no Estreito de Breves, os seus moradores denominados de ribeirinhos não pisam em terra firme, pois vivem em palafitas devido ao fluxo das marés que ocorrem a cada seis horas. As crianças aproveitam as passagens das embarcações para pedirem coisas, em uma verdadeira procissão de pequenas canoas a remo, se arriscando para isso.
Ainda bem cedo, o primeiro barco de apoio é lançado e parte para a Estação das Docas.
Detalhe da proa do navio
O AIDA VITA chegou a Baia do Guajará por volta das 05h, fundeando em frente a Estação das Docas. Por volta das 07h, já era grande a movimentação de ônibus de turismo no aguardo do desembarque dos passageiros, em sua grande maioria de origem alemã, o que veio a acontecer as 08h, através de embarcações regionais e barcos do próprio navio. Finalmente às 18h, o navio partiu deixando a esperança de vê-lo novamente na próxima temporada por estes lados do país.
Vista frontal do AIDA VITA.
Belém do Pará, como vista a  partir do navio, do outro lado da baia.
Imagens e Texto: (©) Copyrights Gilmar Nazaré Guedes Leal, Belém. 


MSC inaugura novo escritório em Curitiba.

|

Edifício Palazzo,imponente prédio da MSC, na Av. Ana Costa, Inaugurado recentemente. 03/04/09. O edifício comercial conta com um moderno heliponto. Visite o Blog do Bairro, acesse: http://campograndesantos.wordpress.com/
Sede da MSC em Santos. 
A MSC Cruzeiros, líder do setor no Brasil e América do Sul, anuncia a abertura de seu mais novo escritório comercial na região sul do país. Com esta novidade, a companhia totaliza cinco pontos de atuação em território nacional (São Paulo, Rio de Janeiro, Santos, Salvador e Curitiba). A nova sede em Curitiba dará suporte às vendas de cruzeiros para as agências de turismo do Paraná e de Santa Catarina, além de intensificar as visitas de promotores, divulgação de material promocional completo, treinamentos, abertura do sistema online de reservas e suporte para fechamento de grupos. Essas atividades serão coordenadas por Bruno Cordaro, Executivo de Vendas da MSC Cruzeiros.

Os parceiros que já utilizam o sistema MSC Online poderão contar também com o atendimento e suporte para a utilização do sistema de vendas 24 horas, que englobam: cotações, reservas, inserções de pacotes opcionais, gerenciamento de grupos, pagamentos online nos cheques pré-datados, inserção e aprovação de cartões de crédito e muitos outros serviços. “Decidimos apostar nos estados do sul, pois a região tem importante representação nas viagens nacionais. Temos certeza de que a qualidade dos serviços prestados em terra farão ainda mais diferença”, afirma Adrian Ursilli, Diretor Comercial e de Marketing da empresa.
Texto (©) Copyright Press Release MSC.
Imagem (©) Copyright Campo Grande Santos (Blog).

Navios de cruzeiro quebram recordes em Santos.

|

Zenith em Santos em um dia de chuva. 
Cerca de R$ 274 milhões foram injetados na economia regional, resultado da temporada de cruzeiros marítimos, encerrada no último dia 20. Os cálculos são da Concais, administradora do Terminal Marítimo Giusfredo Santini, que fechou, no final de semana, o balanço, registrando outros dois recordes: criação de 4.900 empregos diretos e movimento de 1.120.757 passageiros, o que significa um aumento de 14% em relação ao período 2009/2010.

Segundo a Concais, o incremento na economia (19% sobre a temporada anterior) tomou por base dados de fornecedores para os navios, estabelecidos, sobretudo, em Santos, São Vicente, Guarujá e Praia Grande. Santos recebeu 90.610 passageiros em trânsito (71.972 na temporada anterior) e a maioria circulou pelos principais pontos turísticos da cidade, além de movimentar o comércio.

Além disso, muitos dos 512.330 turistas que embarcaram no porto tiveram a oportunidade de fazer um passeio panorâmico pela orla, orientados pelos guias de turismo do Programa Santos Todos a Bordo, da Setur (Secretaria de Turismo).

Durante a temporada, que começou em 8 de outubro de 2010, atracaram no porto 22 navios, seis dos quais pela primeira vez. O terminal registrou recorde de movimento em 5 de março, com 33,1 mil passageiros em sete navios, abaixo de sua capacidade máxima, de 42 mil pessoas/dia.

Este ano, as áreas de operação interna e externa serão ampliadas pela Concais e até 2013 deverá estar concluído o alinhamento do cais do Outeirinho, que possibilitará a atração contínua de seis navios em frente ao terminal, em 1.320 metros lineares.

Texto (©) Copyright Prefeitura de Santos.
Imagem (©) Copyright Daniel Capella.

Especial Impressões Bleu de France.

|

Continuação da série Especial Impressões Bleu de France, iniciada no último dia 19. Confira a primeira parte nesse link. E em breve, confira também as duas partes finais da série Impressões Mariner of the Seas, iniciada em Março. 

Culinária e Refeições a bordo
Buffet Panorama
O Bleu de France possui dois restau- rantes: o principal Le Flamboyant e o buffet Panorama. O primeiro é a opção mais formal, abre somente no Café da Manhã e Jantar, e utiliza o sistema à la carte. Situado no deck 7, ele é o maior ambiente do navio, e serve o jantar em dois turnos: o primeiro ás 19h45min, e o segundo as 21h45min. Já o Café da Manhã no local é servido durante pouco tempo, das 08h até as 9h. Já o Buffet Panorama oferece uma opção mais informal e prática, o sistema de buffets self-service. Lá, são servidas todas as refeições: Café da Manhã, Almoço e Jantar, além de sopas e snacks. Fisicamente, o restaurante é espaçoso, não faltam mesas, mesmo no horário de pico, e a área externa é bastante interessante e agradável. Lá, o Café da Manhã é servido basicamente, das 06h ao Meio-dia. Sendo que entre as 70h30min, e as 11h, o Café da Manhã é completo. Já o almoço, é servido exclusivamente aqui, das 12h30min às 18 horas. O Jantar no Panorama é servido das 19h30min às 23 horas.

Cabines e Acomodações
Cabine Interna
No Bleu de France, as cabines são um capítulo a parte. Amplas, elas são diferentes das dos outros navios que fazem temporada no Brasil. São ao todo 14 categorias de cabines, desde internas, à Suítes com Varanda. Há cabines em todos os andares, exceto no 2º e no 11º, cabines com varanda, são somente seis, todas suítes, no deck 9. Porém, como herança de seu passado de navio ultra-luxuoso, o Bleu de France tem cabines bem maiores que o comum, todas tem sofás, e/ou mesas, que cabem perfeitamente no ambiente, e ainda o tornam mais confortável. Os armários também são diferentes, ficam, em sua maioria no meio das cabines, e são de duas portas.
Cabine Externa
Além disso, na maioria das cabines, há banheiras, ao invés do tradicional box apertado com cortina. Isso, sem falar nas suítes dos decks 9 e 10. Essas possuem vários ambientes, como sala de jantar com bar, sala de estar e quartos. Numa delas, há até uma banheira de hidromassagem, além é claro do box de vidro, tudo em um banheiro decorado com mármore vermelho-alaranjado.


Roteiros do Bleu de France
Atracado em Santos
Nessa temporada, o Bleu de France fez roteiros diversos, e ainda permanece no Brasil até 20 de Maio, quando se despede definiti- vamente do Brasil, já que no final do ano mudará de companhia e nome. Desde Novembro, realizou cruzeiros pelo Nordeste, com destaque para suas escalas em Fernando de Noronha, e em sua maioria com partida de Salvador ou Recife. No dia 29 de Março chegou a Santos para alguns mini-cruzeiros pelo Sudeste, e no dia de nossa visita, 13 de Abril, partiu novamente para o Nordeste, onde realiza cruzeiros curtos, de 5 e 4 noites, até o final de sua temporada. Com embarque em Recife, todos fazem escala em Fernando de Noronha, e em Natal. Alguns também passam por Maceió. Na próxima temporada, o Ocean Dream assume a rota do Nordeste com escala em Noronha.


Pontos Altos

  • É um navio intimista e bonito, tem um design diferente dos que fazem a costa brasileira atualmente. 
  • Conhecê-lo é uma oportunidade única, já que em breve ele mudará de endereço, e de público. Além disso, é um navio de interesse histórico e uma boa opção para shiplovers e afins, que queiram conhecer o Europa de 1981. 
  • Suas cabines confortáveis contam também um ponto a favor. Exceto pelo fato de a maioria não ter varanda, e muitas terem escotilha, elas são sem igual, e bem melhores que as dos navios modernos. 
  • O roteiro do navio, com escala em Fernando de Noronha, é único, e não é percorrido por nenhuma outra companhia. 
  • O sistema tudo incluído, é um fator a acrescentar. Interessante principalmente para quem consome bastante bebidas. Com ele, o passageiro tem total liberdade, para consumir a maioria das bebidas sem limites, e sem precisar pagar por elas individualmente, como nas outras companhias. 



Pontos Baixos
  • O que provamos da comida do navio, nos denunciou uma situação interessante. Na tentativa de adaptar a culinária ao público brasileiro, a CVC praticamente acabou com as opções. No buffet, como prato principal, havia a escolha entre Strogonoff, Frango com Quiabo ou Peixe, acompanhados por Arroz, Feijão e Purê de Batata. Nós, particularmente, não gostamos de encontrar a bordo do navio o que consumimos todo dia em casa. A viagem de navio, até pelo seu preço deve ter uma comida diferente, sofisticada, adaptada ou não ao paladar brasileiro, mas que ofereça opções, pelo menos. 
  • Apesar de estar em bom estado de conservação, o Bleu de France é um navio com mais de 30 anos, e por isso, apresenta alguns sinais de uso. Os sofás do buffet por exemplo, estão sujos, e gastos, a madeira do piso de alguns dos decks externos solta e esburacada. Mas nada disso afeta na viagem em si, nem na segurança dos passageiros. 
  • O sistema tudo incluído, apesar de poder ser positivo, é também, por outro lado, ruim. Isso, porque são servidas bebidas sem limite, e isso inclui bebidas alcoólicas também. Portanto, alguns passageiros podem exagerar na dose, e incomodar inclusive os outros passageiros, que nada tem com a história. 


Conclusão Final
O Bleu de France é um navio intere- ssante, e uma boa opção para a viagem no Nordeste. Ele está muito acima dos navios que realizaram as temporadas na região nos últimos anos. Com uma capacidade média, é o navio ideal para a região, que não comporta navios grandes. Pelo pouco que vimos, tem uma tripulação atenciosa e prendada, mas não pareceu ter boas opções de entretenimento. A decoração do navio é perfeita, e o Zan-Zi Bar & Lounge é único no Brasil. Nossa nota, de 0 a 20 é 16.

Mais fotos do navio estão disponíveis nesse link.

Observação: É importante observar que este artigo não tem nenhuma relação com nenhuma companhia ou agência de viagens, é apenas a percepção de minha viagem. Os dados aqui postados, estão corretos, mas podem ter mudado, horários, valores, e informações sobre bandas e shows podem ter sofrido alterações. 

Imagens e Texto: (©) Copyrights Daniel Capella, Santos 

Cartão de Páscoa (clique para ampliar)

|

(Foto Radiance of the Seas em Santos em 19 de Fevereiro de 2009 (©) Copyright Daniel Capella)

Sea Cloud II escala a Ilha Graciosa, nos Açores.

|


Ontem escalou o Porto da Graciosa nos Açores o "Sea Cloud II", nos seus cruzeiros pelas ilhas Açoreanas. Chegou pela manhã proveniente da ilha Terceira. Não é um navio de cruzeiros de grande dimensão, mas como diria um Amigo meu "os melhores e mais caros perfumes, vêem em frascos pequenos", e este é um navio que se fosse um frasquinho de perfume seria certamente pequeno e caro.

Dados do navio:
Data/hora: 2011-04-22 / 07:00 h.
Nome:Sea Cloud II
Nº IMO: 9171292
Ind Chamada: 9HUE6
Bandeira: Malta
D.W.T.: 780 tons
T.A.B.: 3849 tons
T.A.L.: 1154 tons
Ano: 2000
Estaleiro: Astilleros Gondan / casco nº 405
Operador: Hansa Shipping GmbH & Co KG
Comprimento: 117 mts
Boca: 16 mts
Calado: 5,30 mts
Passageiros: 48 cabines, 94 camas.
Tripulação: 57
Potência da Máquina principal: 3400 bhp
Bowthruster: 476 bhp
Agência: Bensaude A. Navegação/ Jimmy Cunha.
Comandante: Christian R. Pfenninger.
Piloto de serviço: Henrique D´Almeida.

Sobre a Graciosa
A Graciosa é uma ilha situada no extremo noroeste do Grupo Central do arquipélago dos Açores, 37 km a nordeste da ilha de São Jorge e 60 km a noroeste da Terceira, com centro aproximadamente nas coordenadas geográficas 28° 05’ W e 39° 05’ N. Tem uma área aproximada de 62 km² e formato grosseiramente oval, com 12,5 km de comprimento e 8,5 km de largura máxima. É a menos montanhosa das ilhas açorianas, atingindo 402 metros de altitude máxima no bordo leste da Caldeira. Esta baixa elevação confere à ilha um clima temperado oceânico, caracterizado pela menor pluviosidade do arquipélago. Tem 4 780 habitantes (2001), na maioria concentrados na sede do único concelho da ilha, a vila de Santa Cruz da Graciosa, cujo centro histórico constitui, pela riqueza e equilíbrio da sua arquitectura, uma zona classificada. No passado, quando a população foi muito superior à actual, a falta de água constituiu um sério problema, levando à construção de reservatórios e cisternas de vária natureza e aos emblemáticos tanques ("pauis") que são hoje a marca da principal praça de Santa Cruz. A paisagem da Graciosa é de grande beleza, conjugando o verde das pastagens com o branco das casas isoladas e das povoações. O "ex libris" da ilha é uma formação rochosa de grandes dimensões, em frente ao farol da Ponta da Barca, com uma configuração muito parecida com uma baleia vista de perfil. Possui campos férteis e aplainados que produzem hortícolas, fruta e vinho e onde se cria gado bovino, hoje a principal fonte de riqueza da ilha.
Texto e Imagens (©) Copyright Manuel Bettencour, Graciosa
Sobre a Graciosa: Wikipedia.

Prince Albert II passará a se chamar Silver Explorer

|

O navio de luxo de expedição da companhia Silversea Cruises anunciou mudar o nome do navio de cruzeiros Prince Albert II para Silver Explorer. A mudança irá ocorrer no final deste mês, em Portugal em doca seca no estaleiro da Lisnave em Setúbal, passando por uma manutenção de rotina antes de iniciar um programa de verão da Europa do Norte e viagens Ártico.

A empresa compromete-se a sensibilização do Príncipe Albert II da Fundação Mônaco, que é dedicada à proteção do meio ambiente global.Seu foco está em três grandes desafios: mudança climática e desenvolvimento das energias renováveis​​, a perda de biodiversidade, melhorar o acesso universal à água potável e a desertificação combate. O Prince Albert II teve a sua estreia no Porto Funchal no dia 22 de Abril de 2010 como podemos verificar nestas imagens de arquivo na sua passagem pela Ilha da Madeira.
 Imagens: (©) Copyrights Sérgio Ferreira, Funchal.

Temporada 2010/2011, foram 22 navios em Santos

|

Ontem, o MSC Opera mais uma vez encerrou uma temporada em Santos. A maior temporada brasileira de todos os tempos, no entanto segue até 20 de Maio quando é oficialmente encerrada, em Recife, com a última escala do Bleu de France. Em Santos, desde o dia 8 de Outubro, o terminal movimentou mais de 1,200,000 pessoas, o que demonstra o crescimento acelerado do mercado de cruzeiros brasileiro. Número, porém, que deve diminuir na próxima temporada, devido as limitações dos portos brasileiros (não o de Santos especificamente, que tem até boa estrutura, apesar de não ser perfeito), e a burocracia e cobranças excessivas. É provável, então, que esta seja a maior temporada já realizada por um bom tempo, já que a partir de agora, a tendência é de crescimento modesto, ou até mesmo a ausência de crescimento. Porém, voltando a temporada 2010/2011, 22 navios fizeram escala em Santos, confira:
O primeiro navio a chegar, ainda no começo de Outubro foi o MSC Armonia. Ele foi o navio que mais fez escalas na cidade nessa temporada, e também é um dos navios que mais visitou o Terminal de Passageiros de Santos em toda a sua história. Fez de Santos seu porto-base até Março, embarcando sempre para mini-cruzeiros. 

O Silver Whisper foi o segundo navio a visitar a cidade, e o primeiro em trânsito da temporada. Chegou a Santos no dia 11 de Novembro de 2010, esta foi sua única escala. Em trânsito, o navio da Silver Sea tinha feito sua estréia em Santos em 2001, e desde então não havia voltado a cidade. Para a próxima temporada está prevista sua volta, dessa vez em duas escalas.
O Le Boreal...
Estreante, o navio fez única escala com poucos passageiros em 19 de Novembro, quanto tinha menos de 6 meses de serviço. O navio francês fez uma escala técnica, em viagem posicional da Europa para a Antártica, onde ficou baseado nesse verão. Aliás, ele e seu gêmeo, o L'Austral, que ainda nem foi entregue, voltam a região na próxima temporada, mas nenhum faz escala no Brasil no caminho. 
O Grand Mistral foi o segundo navio de cabotagem a chegar. Após uma temporada em que fez apenas três escalas em Santos, o navio voltou para ficar, e embarcou em Santos de Novembro de 2010 a Março de 2011, com viagens para o Prata, o Nordeste e mini-cruzeiros. 
O Grand Celebration foi o segundo navio da Ibero a chegar, ainda em Novembro. Porém, nessa temporada ficaria baseado em Buenos Aires, e só estava de passagem por Santos, onde embarcou para alguns mini-cruzeiros entre o final de Novembro e o Natal, e mais tarde entre o Carnaval e o final de Março.
Já o MSC Orchestra voltou para a sua segunda temporada na América do Sul, e mais uma vez embarcando em Santos, cidade onde aconteceu sua cerimônia de batismo sul-americana no ano passado. Fez uma temporada cinco meses, entre o final de Novembro e o começo de Abril.
O Zenith foi o primeiro navio da CVC/Pullmantur a chegar ao Sudeste, no começo de Dezembro. Na sua quarta temporada na América do Sul, realizou somente mini-cruzeiros com partida de Santos, e por isso, foi um dos navios que mais fez escalas na cidade nessa temporada.
O AIDAcara em sua primeira temporada pela América do Sul, e também de sua companhia, protagonizou uma estréia dupla em Santos. No dia 5 de Dezembro, fez sua primeira escala, e também a primeira da AIDA em Santos. O navio deve ser presença freqüente nas próximas temporadas, e já confirmou sua volta nas temporadas 2011/2012 e 2012/2013. Sua primeira temporada ficou marcada pelos horários incomuns aos padrões dos navios de cruzeiro. 
O Horizon, gêmeo mais velho do Zenith, curiosamente foi o segundo navio da CVC/Pullmantur a chegar a Santos. Fez a primeira escala com esse nome em Dezembro, mas antes já tinha vindo a Santos, como Island Star, para a finada Island Cruises. Fez escalas durante os meses de Dezembro, Janeiro, Fevereiro e Março, na sua maioria com muitos passageiros em trânsito, mas sempre realizando embarque de outros. O navio não volta na próxima temporada, e também não deve voltar em 2012/2013, já que foi transferido a CDF, subsidiária francesa da Royal Caribbean.
O Costa Fortuna foi o primeiro navio da Costa a chegar, no começo de Dezembro. Foi sua volta após quase três anos longe, já que tinha feito a última escala em meados de 2007. Como na foto acima, a maioria de suas saídas foi sob chuva, infelizmente. Embarcou para mini-cruzeiros e roteiros de 9 noites até Março, quando partiu para a Europa. 
O Grand Holiday foi outro navio a fazer estréia em Santos. O mais novo navio da Ibero foi transferido da Carnival para a companhia em Maio, após meses de reforma. Fez três escalas em Santos, e depois partiu para o Rio de Janeiro, onde ficou baseado. Durante a temporada também fez embarque em Vitória, Maceió e Salvador.
O Empress chegou logo depois. Chegou para sua segunda temporada com embarque em Santos em mais um dia chuvoso característico dessa época do ano. Fez uma temporada bem diferente, com viagens que partiam de Santos e faziam escala em Itajaí, Rio de Janeiro, Vitória, além dos tradicionais roteiros ao Rio da Prata. Realizou também alguns cruzeiros temáticos como o da Costa da Mata Atlântica e o do Corinthians.
O querido do público brasileiro, Splendour of the Seas, voltou para mais uma temporada no Brasil. Esta foi sua última temporada antes da grande reforma a que será submetido ainda nesse ano. Fez várias escalas em Santos, mas dessa vez, acabou ofuscado pelo seu companheiro de frota Mariner of the Seas. Já tem a volta prevista para a temporada 2011/2012, temporada que poderá ser sua última com as cores da Royal Caribbean na América do Sul, já que sua volta em 2012/2013 foi a princípio cancelada.
O MSC Opera, foi o terceiro e último navio da MSC a chegar. Fez uma temporada marcada pela chuva e pelas saídas atrasadas. Foi o responsável pelo encerramento da temporada mais uma vez, e protagonizou um acidente em Buenos Aires. Na próxima temporada não volta a Santos, já que ficará baseado em Buenos Aires.
O Costa Serena, maior navio de um armador italiano a operar no Brasil, chegou em Dezembro. Fez escalas semanais em Santos, ao embarcar para sua viagem a Bahia. Gêmeo do Costa Concordia e Pacifica, seria o maior navio a fazer a temporada brasileira, se não fosse a decisão da Royal Caribbean de trazer o Mariner ao Brasil. Foi o palco do temático Emoções em alto-mar, com o cantor Roberto Carlos.
O Vision of the Seas da Royal Caribbean chegou a Santos em Dezembro para sua segunda temporada na América do Sul. Fez viagens ao Nordeste, e mini-cruzeiros entre Dezembro e Abril. Um fato notável em sua temporada foi o cumprimento a risca de seus horários, algo raro atualmente.
O Sovereign, navio sensação da década de 80, e maior da frota da Pullmantur chegou a Santos em Dezembro, e fez embarques aqui entre este mês e Março. Também embarcou no Rio de Janeiro e em Salvador. Chegou ao porto muitas vezes atrasado, assim como outros navios da CVC, porém, até agora, os motivos dos atrasos não foram explicados. Volta na próxima temporada, só que dessa vez sob a bandeira da Pullmantur, somente.
O Insignia voltou a Santos para mais algumas escalas em trânsito, o que faz todas as temporadas desde 2004. Porém, desta vez, foram várias escalas. Uma delas, a da foto acima, foi transferida para o dia de Natal. Isto, porque no dia 26, data inicialmente prevista para a escala, haviam 6 navios em Santos, e o Insignia seria o sétimo. Portanto, para fugir do movimento excessivo, o navio mudou a escala. 
No dia 15 de Fevereiro de 2011, o Terminal de Passageiros Giusfredo Santini, o Concais, recebeu uma das mais importantes escalas de sua história, a do Mariner of the Seas. O maior navio a embarcar no Brasil, fez ao todo seis escalas no terminal, e essas com certeza, foram as que mais merecem destaque. Esse com certeza será um navio que deixará saudade em todos que o conheceram, e intrigará quem não o conheceu por muitos anos. Isso, porque nem ele, nem nenhum de seus gêmeos deverá vir ao Brasil novamente nos próximos anos. 
Dez dias depois, mais um navio estreava em Santos, e curiosamente, com quase o mesmo nome. Se no dia 15 estreara o Mariner of the Seas, no dia 25 era a vez do Seven Seas Mariner. Novamente, aconteceu uma dupla estréia, da companhia, a Regent Seven Seas, e do navio. Ele fez única escala nesse dia, mas tem volta prevista para a temporada 2011/2012
Já o Veendam, da célebre Holland America Line fez sua segunda escala em Santos em Março desse ano. A primeira havia acontecido em Março do ano passado, escala que marcou a volta da HAL a Santos. Deixou Santos somente às 23 horas, como na última escala. Na próxima temporada, voltará a América do Sul, mas não tem escalas previstas para Santos. 
O último navio a chegar foi o Bleu de France, já no final de Março. Ele fez sua primeira e última temporada na América do Sul, já que foi vendido para a SAGA que não opera temporadas na América do Sul. Apesar de estar navegando pela CVC, fez também a primeira escala da CDF - Croisières de France em Santos, e sua primeira escala com esse nome, já que tinha visitado Santos duas vezes como Europa. Foi também um dos destaques da temporada.

Para a próxima temporada, são esperados também 22 navios. 
Imagens e Texto: (©) Copyrights Daniel Capella, Santos

 

©2013 Design por Ray Câmara