Cruzeiro do Centenário do Santos já está 70% vendido.

|

Palco do Grand Mistral.
O Grand Mistral, navio da frota da Ibero Cruzeiros, que vai ser palco do Cruzeiro do Centenário do Santos Futebol Clube já tem 70% das cabines vendidas. Diversas atrações já estão confirmadas. Alguns ex-jogadores que fizeram história no clube já confirmaram presença. A banda santista Charlie Brown Jr vai realizar um show.

O navio vai sair do Porto de Santos com destino ao litoral do Rio de Janeiro e paradas em Búzios e Angra dos Reis. Ao todo serão 1.500 santistas, de 4 a 7 de março deste ano, na viagem em homenagem ao centenário do clube.

O pacote inclui toda a programação especial do projeto, pensão completa com cinco refeições diárias, bebidas livres nas principais refeições (almoço e jantar, com água, suco, refrigerante, cerveja e vinho), além de toda a infraestrutura do Grand Mistral, que inclui três restaurantes, nove bares, três piscinas, duas jacuzzis, spa, centro de ginástica e uma equipe de animação que oferece alternativas de entretenimento, entre shows, brincadeiras, aulas e práticas esportivas.

Ficha:
Cruzeiro do Centenário
Grand Mistral
Ibero Cruzeiros
4 a 7 de março
 Saída de Santos; Litoral do Rio de Janeiro; Paradas em Búzios e Angra dos Reis

Atrações
- Show da banda Charlie Brown Jr
- Bate-papos com ídolos eternos, mediados por Milton Neves
- Baile do Branco e Preto
- Sessões de Cinema com jogos históricos do Peixe (Santos 3 x 2 Corinthians, em 2002; Santos 5 x 2 Fluminense, em 1995; Santos 2 x 1 Peñarol, em 2011, entre outros)
- Aulas de futebol freestyle
- Torneio de videogame

Texto (©) Copyright Mercado & Eventos. 
Imagem (©) Copyright Daniel Capella.

Boletim Concordia

|

Carnival calcula seus prejuízos; Outro corpo é encontrado no navio; Luto cancela festa de inauguração do Fascinosa e neoRomantica

A Carnival, maior empresa de cruzeiros do mundo, considerou que o naufrágio envolvendo um de seus navios na Itália não terá forte impacto em suas contas no longo prazo, apesar do prejuízo estimado entre US$ 155 milhões e US$ 175 milhões em 2012. "Acreditamos que o incidente não terá impacto significativo no longo prazo em nosso negócio", afirmou a Carnival no relatório anual enviado à Comissão da Bolsa de Valores dos Estados Unidos (SEC, sigla em inglês), publicado nesta terça-feira em seu site.

Nesse conjunto de dados, a empresa com sede em Miami detalhou o naufrágio do cruzeiro Costa Concordia, que se chocou contra rochas perto da ilha italiana de Giglio em 13 de janeiro, com 4,2 mil pessoas a bordo, das quais ao menos 17 morreram. O valor líquido registrado do "Costa Concordia" é de US$ 490 milhões e seu seguro por danos é de US$ 510 milhões, embora tenha cerca de US$ 30 milhões deduzidos (custo que a empresa tem de assumir).

De acordo com o relatório, a Carnival espera impacto nas contas de 2012 entre US$ 85 milhões e US$ 95 milhões. A essa quantia se deve somar entre US$ 30 milhões e US$ 40 milhões em despesas relacionados ao acidente, o que totaliza entre US$ 155 milhões e US$ 175 milhões. A Carnival indicou à SEC que registrou queda considerável nas reservas nos dias seguintes ao naufrágio. Na data de 25 de janeiro, a redução já era de 15% na comparação com o ano anterior.

O navio "permanece encalhado e parcialmente submerso no litoral. A causa do acidente está sendo investigada pelas autoridades italianas", relatou a Carnival, que garantiu estar fazendo o possível para evitar danos ao meio ambiente. "Estamos profundamente entristecidos com a tragédia", explicou a companhia, que se declarou "comprometida a dar todo o apoio aos passageiros, à tripulação e aos familiares das vítimas". Após o acidente, a Carnival anunciou uma revisão completa dos mecanismos de segurança e atendimento de emergências, além de uma investigação que a ajude a aprender com os erros cometidos.

No fim de semana, um passageiro americano de 26 anos morreu em outra embarcação da Carnival, que fazia um cruzeiro pelas Bahamas, ao cair de uma das varandas superiores do "Carnival Fantasy" quando o navio estava atracado em Nassau. As autoridades ainda estão investigando o caso. Segundo relato de testemunhas, o homem quis pular de uma varanda para outra inferior, mas ao cair ficou inconsciente.

17ª Vítima
Os mergulhadores encontraram no sábado o corpo de uma mulher num convés submerso do cruzeiro Costa Concordia, o que eleva para 17 o número de mortes no naufrágio ocorrido a 13 de Janeiro, no litoral da ilha italiana de Giglio.
Cinco pessoas continuam desaparecidas. A busca por corpos prossegue, mas as equipas de resgate e da Smit, empresa que recuperará o navio, ocasionalmente tem de interromper as suas operações devido às más condições meteorológicas. “As condições do vento e das ondas de mais de um metro forçaram-nos a interromper o trabalho, mas vamos retomá-lo assim que melhorem”, afirmou Antonino Corsini, um dos mergulhadores. 

Antes do trabalho ser suspenso, as equipes da Smit estavam a instalar válvulas para ajudar a extrair os seis tanques de combustível do navio, que contêm cerca de 2.300 toneladas de gasóleo. O processo de extração deve demorar 28 dias.

Sem esperança de encontrar sobreviventes, o alvo das equipas de resgate é agora a prevenção de um desastre ambiental em Giglio, um destino turístico popular, situado numa reserva natural marinha. 
Festas em Savona devem ser canceladas.
A onda do naufrágio na ilha de Giglio continua trazendo efeitos graves à Savona. Desta vez, porém, não será um navio que nunca voltou, mas sim, uma festa que não acontecerá.

A Costa Crociere deverá suspender, como um sinal de luto pela tragédia de Concordia, todas as festividades programadas para este ano. Foram assim canceladas as cerimônias para a entrega da Costa neo Romantica, o navio em reconstrução no estaleiro T. Mariotti, de Genova, e a grande festa de inauguração do Fascinosa, o novo flag-ship da frota, gêmeo do Favolosa. Ambos os eventos foram planejados precisamente para Savona, homeport da empresa, em 18 de fevereiro, e 6 de maio, respectivamente. A inauguração do Fascinosa, deveria coincidir com o aniversário de 15 anos do Palacrociere, o terminal exclusivo da Costa na cidade.

A comunicação dos cancelamentos ainda não chegou de forma oficial, mas são de fontes internas da companhia. A motivação, obviamente, é o luto que a empresa impôs após a perda do Concordia e as vítimas do naufrágio. Ainda assim, é possível que até 6 de maio, quando o acidente deixar de ser destaque, algo possa mudar no que diz respeito a festa de inauguração do Fascionosa, no entanto, ainda que não haja festa, Savona vai parar para sua viagem inaugural.
Texto (©) Copyright Terra, Jornal de Angola e Il Secolo XIX 
Imagens (©) Copyright Vigilli del Fuoco.

Concurso Cultural “Cruzeiro Roupa Nova de graça? Tô dentro!”

|

Se você é fã do grupo Roupa Nova, tem mais de 18 anos e possui uma conta no Facebook, você não pode ficar fora dessa. Para participar é necessário acessar a página “Cruzeiro Roupa Nova" no Facebook, clicar em Curtir, e responder no site a pergunta: Por quê você não pode ficar de fora do Cruzeiro Roupa Nova?

O vencedor será premiado com uma cabine dupla interna no Cruzeiro Roupa Nova, que será realizado no Navio MSC Armonia de 24 a 27 de março de 2012, com as despesas de hospedagem e taxas pagas pela Terramar Cruzeiros – empresa idealizadora do evento.

Além disso, outros nove premiados receberão um kit Cruzeiro Roupa Nova contendo 1 camiseta, 1 CD e 1 Dvd “Roupa Nova 30 anos” autografado pela banda.

O concurso que teve inicio em 21 de novembro de 2011, encerra-se em 29 de fevereiro de 2012 e os resultados serão divulgados na própria página do facebook "Cruzeiro Roupa Nova". Pata consultar o regulamento da promoção, clique aqui

Texto (©) Copyright Press Release. 
Imagem (©) Copyright Daniel Capella.

Prefeitura apresenta o projeto 'Porto Valongo' a ministros

|

Estação do Valongo.
Os ministros dos Portos, Leônidas Cristino, do Esporte, Aldo Rebelo, e do Turismo, Gastão Vieira, participaram de entrevista coletiva na Estação do Valongo, em Santos, para conhecer detalhes sobre o projeto Porto Valongo.

O prefeito de Santos, João Paulo Papa, e a secretária municipal de Turismo, Wânia Seixas, apresentaram o projeto aos representantes do Governo Federal, que disseram que irão tentar incluir Santos no roteiro turístico da Copa de 2014.

O ministro Aldo Rebelo disse que Santos tem todas as condições de abrigar uma seleção durante a Copa. "Tem história e instalações capazes de atrair uma seleção", declarou. O ministro do Turismo, Gastão Vieira, afirmou que Santos "é uma cidade com muitos atrativos".

A prefeitura de Santos pretende construir um terminal de cruzeiros para receber transatlânticos que servirão para hospedagem dos turistas que vierem a São Paulo durante a Copa.

A Administração Municipal ficou de enviar ao Ministério dos Portos, até o final de março, mais detalhes sobre a revitalização dos armazéns 1 ao 8, na região do cais.

O plano de ocupação da faixa portuária tem como objetivo a revitalização do cais histórico santista, prevendo também marina, restaurantes, bares e apoio náutico, entre outras atividades.


O ministro Leônidas Cristino, chegou à região pela manhã para verificar o andamento de obras em execução pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) e pelo setor privado no Porto de Santos. A agenda do ministro teve início às 10 horas, em Guarujá, com visita às obras da Avenida Perimetral, na Margem Esquerda do Porto.

Leônidas Cristino, Aldo Rebelo e Gastão Vieira, acompanhados de Pelé e do prefeito Papa, também visitaram o Casarão do Valongo, onde está sendo erguido o Museu Pelé.

Texto (©) Copyright A Tribuna. 
Imagem (©) Copyright Daniel Capella.

Agnaldo Rayol comemora 53 anos de carreira e apresenta novo projeto

|

Rogério Frizzi (Terramar) e Agnaldo Rayol.
No dia 24, uma das principais vozes da música brasileira, Agnaldo Rayol, come- morou 53 anos de sua trajetória, cercado de amigos e artistas que fizeram parte de sua história. O encontro aconteceu em São Paulo, no Bar do Alemão, em Moema, e reuniu cantores como Afonso Nigro, Jerry Adriani, Erika Rodrigues, além de empresários e formadores de opinião.

Mais que isso, Agnaldo Rayol continua surpreendendo seus fãs e o público que o admira por sua voz e personalidade. Tanto é que, neste ano, o artista terá mais um capítulo especial para sua carreira, o DVD a ser gravado em alto mar, no Cruzeiro “Agnaldo Rayol e Amigos” a bordo do luxuoso navio MSC Armonia.

Durante a comemoração, Rayol falou sobre o cruzeiro, que ocorrerá de 16 a 19 de abril de 2012, com roteiro que parte do porto de Santos, com visitas encantadoras às praias de Búzios e Ilhabela, retornando a Santos após intensa programação musical e de entretenimento que certamente agradará todos os presentes.

Para o cantor, o cruzeiro será mais do que o palco ideal para a gravação de seu segundo DVD, que terá participações especiais de Sérgio Reis, Ângela Maria, Jerry Adriani, Alexandre Arez, Simoninha, Allegro Coral e Groove Allegro. "Vamos resgatar todo o glamour de uma apaixonante viagem a bordo para promover o exercício da convivência e a experiência prazerosa do encontro de gerações", declara Agnaldo Rayol.

O empresário Rogério Frizzi, diretor da Terramar Cruzeiros, comentou que a ideia surgiu visando ampliar o portfólio do Grupo Terramar, “Além de atender clientes individuais e grupos que demandam viagens de lazer e negócios, o Grupo Terramar escolheu investir também em eventos marítimos, por isso assina a realização do Cruzeiro Agnaldo Rayol e Amigos”, ressalta.

Além da experiência única de estarem a bordo ao lado de ícones da música brasileira, os hóspedes vão desfrutar de uma completa infraestrutura em um dos transatlânticos mais agraciados pelo público na América do Sul: o navio MSC Armonia. Com 13 decks e capacidade para 2.087 hóspedes, a embarcação oferece cabines internas e externas, suítes com varandas e family rooms, para proporcionar ainda mais tranquilidade e conforto a bordo. Além disso, piscinas, jacuzzis, Aurea SPA, academia (com pista de shuffleboard), bares, solarium, mini golfe e clube infantil. Os restaurantes também ganham destaque, com menus que primam pela alta gastronomia internacional e, ainda, pratos com um toque da culinária brasileira.

A bordo do luxuoso navio, os hóspedes poderão aproveitar também a extensa programação do cruzeiro, que destaca pocket shows nos principais lounges e bares do navio; inúmeras opções de jogos do Cassino Palm Beach; torneios de tranca e buraco; bingos; concursos de karaokê; saraus; oficinas de origami; além do circuito de palestras de bem-estar de profissionais renomados, com dicas de nutrição e saúde. Caminhadas e alongamentos ao ar livre, atividades aquáticas, aulas de dança comandadas por personal dancers, também fazem parte do roteiro, com toda excelência em atendimento e qualidade dos serviços exclusivos oferecidos pela MSC Cruzeiros, tornando ainda mais inesquecível a experiência do Cruzeiro Agnaldo Rayol e Amigos.

Texto e Imagem (©) Copyright Assessoria de Imprensa Terramar.

Navios no Uruguai.

|




A temporada em Montevideo, assim como em toda a América do Sul, está a todo vapor. A cidade costuma ser escala em várias viagens de longo curso, e também em várias de cabotagem com embarque no Brasil. Nos últimos dias estiveram na capital do Uruguai o Empress da Pullmantur, e o MSC Armonia, em viagens desde o Brasil, e o Veendam e o Azamara Journey, em viagens de longo curso. 


Os dois primeiros, Armonia e Empress se encontraram na cidade no dia 25, o Empress durante uma viagem de 7 noites com embarque em Santos e Itajaí, e o Armonia num roteiro maior, de 9 noites com embarque somente em Santos e escalas em São Francisco do Sul, Buenos Aires e Punta del Este, além da capital do Uruguai.



Já o Veendam fez escala no dia 24 de Janeiro durante um de seus muitos roteiros pela América do Sul com embarque em Buenos Aires, e que termina em Valparaíso, no Chile. As fotos são de Fernando Pontolillo e Carlos Castillo, do blog Cruceros en Uruguay.



O Azamara Journet, por sua vez, fazia um cruzeiro mais incomum, começado no Rio de Janeiro, e que seguiu até Buenos Aires, em 9 noites, com escalas em Búzios, Paraty, Ilhabela, Imbituba e Punta Del Este, além, é claro, de Montevideo.



Texto (©) Copyright Daniel Capella. 
Imagens (©) Copyright Cruceros en Uruguay.

Vision of the Seas

|

Santos no horizonte.
Confira em breve aqui no blog WorldCruises.com as impressões de um mini-cruzeiro (1/2) que fizemos no final de Dezembro no Vision of the Seas, da Royal Caribbean. A primeira parte deve ir ao ar na próxima quarta-feira, e tratará do navio em geral e de suas características. Aproximadamente na primeira quinzena de Fevereiro, a segunda parte será postada, e tratará da programação do navio, e de detalhes como as refeições a bordo. Já a terceira, sobre as acomodações do navio, e seus destinos e portos de escala, será provavelmente postada entre o final de Fevereiro e o começo de Março. A quarta e última parte virá até a segunda quinzena de março, com suas considerações finais, nota, e pontos altos e baixos. Não perca!
Campeonato de barrigadas na piscina principal.
Enquanto isso já estão disponíveis no Facebook cerca de 200 fotos do interior do navio, porém, outras ainda serão acrescentadas, confira.
O último show no Teatro.
Imagens (©) Copyright Daniel Capella.

Notícias desde a Inglaterra

|

P&O cancela cruzeiro de volta ao mundo do Azura. 

Azura no Funchal.
A P&O Cruises, companhia inglesa do grupo Carnival, anunciou que cancelou o cruzeiro de volta ao mundo no Azura em 2013. A companhia optou por posicionar o navio no Caribe, para fly-cruises desde o Reino Unido.

A justificativa foi que na época do lançamento da viagem, a demanda por cruzeiros de volta ao mundo estava em alta, mas que com as atuais circunstâncias econômicas, a companhia reparou num crescimento na procura por viagens menores, como as que serão feitas no Caribe, e considerando que seria complicado lotar o Azura, de 115,000 toneladas, e capacidade para quase 4,000 passageiros, decidiu pelo Caribe.

Thomson Cruises com novo navio? 
Thomson Dream
Circula o boato no Reino Unido, que a Thomson Cruises poderia estar aumen- tando sua frota. Isto, porque em uma entrevista, o Gerente Executivo da companhia, Fraser Ellacott, afirmou que a companhia havia excitantes novos planos para os próximos três ou quatro meses. Acredita-se que ele poderia estar se referindo ao acréscimo do Pacific Sun, ex Jubilee, que foi vendido pela Carnival há algumas semanas.

A Carnival afirmou que vendeu o navio para um comprador que pediu para ter a identidade preservada, na época acreditava-se que se tratava de algum comprador chinês, o que continua sendo uma possibilidade (clique aqui para ver notícia da época). Explica-se: a Thomson não é dona de nenhum de seus navios (atualmente opera quatro, o Thomson Dream (, Thomson Destiny, Thomson Spirit e Thomson Destiny, além do Island Escape, sob a bandeira Island Cruises), mas costuma fretá-los de seus proprietários.

A versão ganhou força quando o Gerente da companhia disse, em outra entrevista que a companhia tinha a necessidade de modernizar a frota. Os navios da companhia foram lançados entre 1982 e 1986. O Jubilee, foi construído em 1986, e é gêmeo do Holiday e do Celebration, atualmente na Ibero.

Texto (©) Copyright Daniel Capella, com informações de Cruise-Business. 
Imagens (©) Copyright João Abreu.

Costa teria tentado encobrir choque do Fortuna em 2005; Companhia oferece indenização a passageiros.

|

Magistrados italianos investigarão alegações de que a Costa Cruzeiros, proprietária do Concordia que encalhou e submergiu parcialmente na Itália há 11 dias, tentou encobrir um incidente semelhante em 2005, quando outro de seus navios, o Fortuna supostamente atingiu rochas perto de Sorrento.

Roberto Cappello, que estava trabalhando como fotógrafo oficial da empresa na época, disse que o Fortuna bateu em pedras durante uma aproximação à costa perto do porto de Sorrento em maio de 2005. Ele disse que as fotografias que ele tomou mostrando os danos à embarcação e cabines danificadas foram apreendidos por funcionários da empresa. Suas alegações vão esta semana ser analisadas por magistrados que estão investigando o acidente com o Concordia, em que possivelmente 32 pessoas morreram.

A Costa Crociere vêm insistindo que navegações próximas da Costa, como a que terminou em tragédia na Ilha de Giglio em 13 de Janeiro nunca foram aprovadas ​​pela empresa. Mas o capitão do Concordia, Francesco Schettino, que é acusado de abandonar o navio antes de seus passageiros e pode ser indiciado por homicídio culposo, disse ao juiza, Valeria Montesarchio, durante as investigações preliminares que a Costa incentivou as aproximações que seriam agradáveis aos passageiros "em Sorrento, Capri e em todos os lugares" para "criar publicidade".
O incidente de 2005 que acredita-se ocorreu no Costa Fortuna, que havia deixado Savona e seguido para Palermo, em 24 de abril daquele ano. "O incidente aconteceu na sexta-feira primeiro de maio", disse Cappello. "Foi no início da noite, cerca de 19:00h eu estava na minha cabine. Estávamos perto, muito perto da costa -Cerca de 200 metros- Quando batemos, houve um grande estrondo, e no começo eu não sabia que o navio tinha batido nas rochas. A primeira coisa que reparamos foi que o navio estava inclinando da esquerda para a direita. Em todo o lugar no navio que eu vi os pratos tinham caído das mesas. As pessoas estavam, obviamente, cientes de que algo tinha acontecido e eles estavam assustados, mas não houve uma explicação oficial"

Ele disse que o navio parecia zig-zaguear na água "como uma cobra", mas continuou em um ritmo mais lento e aportou em Palermo. "Depois nos contaram que o navio tinha batido numa baleia. Realmente, você teria rido se a coisa toda não fosse tão grave e assustadora", disse ele. Sr. Cappello disse que ele desceu para a quilha, onde viu e fotografou um corte no navio "a profundidade do braço e dezenas de metros de comprimento". Ele também viu que uma pá da hélice, do lado esquerdo estava quebrada.

"Mas quando desembarcamos, funcionários da Costa me fizeram entregar os arquivos em minha câmera. Eu me senti ameaçado. Eles me disseram que eu estava sob contrato com eles, eu era obrigado a entregar todas as imagens na câmera ou haveriam problemas", disse ele, acrescentando: "Eu acredito que a empresa sabia sobre estas saudações e até mesmo as encorajou Mas foram necessárias a morte de muitas pessoas para que isso pudesse realmente vir a tona "
Indenizações
A companhia Costa Crociere pagará US$ 18,4 mil a cada passageiro, incluindo crianças, que viajavam no Costa Concordia, o cruzeiro que naufragou no dia 13 de janeiro na ilha italiana de Giglio.

O pagamento será de US$ 14,4 mil de ressarcimento e mais outros US$ 4 mil para cobrir as despesas. Este é o acordo feito pela empresa italiana e o Comitê de Náufragos do Costa Concordia, formado, entre outros, por várias associações italianas de consumidores, segundo um comunicado conjunto. Já nos casos das pessoas que sofreram danos físicos e as famílias das vítimas serão feitas negociações individuais, indicou a nota.

A indenização será de US$ 14,4 mil por pessoa para "cobrir todos os danos patrimoniais e não patrimoniais, incluindo os relacionados à perda da bagagem, além dos danos psicológicos sofridos pelos passageiros".

As associações de consumidores calcularam que serão reembolsados ainda outros US$ 4 mil conforme cada passageiro pagou pela viagem, "relativos ao valor do cruzeiro, ao transporte de avião ou ônibus incluído no custo total das férias, além da viagem de volta para casa, das despesas médicas e qualquer outro tipo de gasto realizado durante o cruzeiro".

A companhia garantiu que serão devolvidos todos os bens que puderem ser recuperados, além dos que foram depositados pelos passageiros nas caixas-fortes do navio.
A Costa Cruzeiros se comprometeu também a começar um "específico programa de assistência psicológica a todos os passageiros que o solicitarem", além de dar a oportunidade a seus clientes de cancelar sem penalidade alguma e antes de 7 de fevereiro os cruzeiros que haviam reservado antes do acidente.

"É um acordo histórico, que põe um ponto final em um episódio dramático. Uma verdadeira ação legal coletiva resolvida fora dos tribunais e que dá um ressarcimento pelo estresse sofrido e pelas férias interrompidas", explicou em uma nota o presidente da Associação para a Defesa e a Orientação dos Consumidores (ADOC), Carlo Pileri.

Pileri afirmou que além do código de turismo italiano, também levou em conta outras normas internacionais, já que no cruzeiro naufragado havia passageiros de várias nacionalidades.

A empresa divulgará esse acordo em vários idiomas para que todos os passageiros possam aderir, acrescentou a nota, e se comprometeu a finalizar o ressarcimento uma semana após o passageiro aceitar essa oferta, além de lembrar que, por exemplo, um casal com duas crianças receberá US$ 65,8 mil, US$ 57,9 mil de indenização pelo acidente e cerca de US$ 7,8 mil pela viagem.

A Costa Cruzeiros emitiu um comunicado no qual desmentiu algumas informações segundo as quais teria oferecido desconto para viajar em novos cruzeiros aos passageiros envolvidos no naufrágio do Costa Concordia.
Já a Associação de Consumidores italiana Codacons aconselhou os passageiros a não aceitarem essa oferta, a qual considerou uma "esmola". A Codacons anunciou em seu site que iniciará em Miami, com a colaboração de dois escritórios de advocacia americanos, uma ação judicial coletiva para pedir à Costa Cruzeiros uma indenização de US$ 164,5 mil para cada passageiro.

"Esse acidente teve uma gravidade enorme e todos os que estavam a bordo do navio têm o direito, não só a serem ressarcidos pelos danos materiais ou físicos, mas também pelos morais", explicou o presidente da Codacons, Carlo Rienzi.

Texto (©) Copyright The Independenet UK e Terra.
 Imagens (©) Copyright Pazzo Per Il Mare.

Porto Belo recebe Grand Celebration em novo píer.

|

Porto Belo faz parte da rota de diversos navios na temporada de cruzeiros de 2012. Foto: Fabrício Jachowicz/vc repórter
A temporada 2011/2012 de cruzeiros em Porto Belo, no litoral de Santa Catarina, ainda espera 29 escalas na cidade. Com a passagem do Grand Celebration nessa quinta-feira, 26, o próximo a fazer escala em Porto Belo será o Costa Fortuna, na próxima segunda-feira, 30.

O novo píer de Porto Belo, no centro da cidade, é o local em que os turistas desembarcam dos navios. Com a temporada que começou em novembro de 2011, o total de escalas chegará a 55, com mais de 120 mil turistas passando pela região.

A cada parada dos navios, os turistas podem passear por Porto Belo, Bombinhas e Itapema, cidades próximas, o que ajuda a movimentar o comércio da região. Para isso, as secretarias de turismo de Bombinhas e Itapema possuem parceria com a Fundação de Turismo de Porto Belo para realizar trabalho de recepção aos turistas que desembarcam no píer e de divulgação das atrações locais.

Texto e Imagem (©) Copyright Fabrício Jachowicz no Vc Repórter, do Terra.

Após naufrágio de 'navio corintiano', Santos e São Paulo prometem cruzeiros seguros

|

Santos e São Paulo preparam cruzeiros marítimos comemo- rativos neste semestre. As viagens acontecem pouco após o naufrágio do navio Costa Concordia, na Itália, em 13 de janeiro, que resultou na morte de 16 passageiros e com 22 desaparecidos. O navio que afundou foi o mesmo que transportou torcedores do Corinthians no centenário alvinegro.

Cientes da repercussão negativa causada pelo naufrágio com o Costa Concordia, as empresas que comercializam os bilhetes para os navios de Santos e São Paulo informaram que não há qualquer risco de afundamento.

A tragédia na ilha de Giglio não causou a desistências de compradores dos navios dos clubes, segundo informações das agências responsáveis pelas vendas de cabines.

“Foi uma coisa muito rara e ficou comprovado que realmente houve imprudência do capitão. Ninguém desistiu de ir depois, mas às vezes ligam perguntando de brincadeira se o capitão do navio será italiano. O pior é que vai ser sim [risos], mas não aquele que causou o acidente [Francesco Schettino]”, destacou Monica Donati, gerente de atendimento do Navio Tricolor.

O cruzeiro santista faz parte das comemorações dos 100 anos do clube; já o São Paulo lançou o cruzeiro para relembrar os 20 anos da conquista do primeiro Mundial Interclubes.

Diferentemente na Itália, os navios comemorativos de Santos e São Paulo ficarão em alto-mar, evitando aproximação com o porto e riscos de colisões com rochas, como ocorreu na Itália.

“Não houve nenhuma desistência de torcedor do Santos. A maioria costuma fazer cruzeiros e sabe que não afunda em alto-mar”, reforçou Fernanda Petriscin, funcionária da CVC e responsável pela venda de cabines do navio do Santos.

Texto (©) Copyright UOL Esportes.
 Imagem (©) Copyright Daniel Capella.

Prinsendam fará escala no Porto de Cabedelo

|

Prinsendam
O porto de Cabedelo vai receber, na Quarta-feira de Cinzas, um grupo de 835 turistas embarcados no navio Prinsendam, da Holland American Line. O navio deve atracar no porto paraibano por volta das 8h, permanecendo no local até as 18h. Durante as dez horas de permanência da embarcação no porto, os turistas poderão conhecer alguns destinos turísticos paraibanos, entre os litorais Norte e Sul. "Muitos passeios já estão sendo fechados”, adiantou Ruth Avelino, presidente da PBTur, que definiu a estratégia de recepção dos "cruzeiristas”.

A executiva da PBTur disse ainda que a vinda do navio para Cabedelo é uma operação conjunta com a operadora carioca Shorexplorations. Para a recepção, será instalada uma típica feirinha de artesanato. No local, haverá um box de câmbio, além de uma frota de 16 ônibus de turismo para realizar passeios com os cruzeiristas. "Vamos distribuir material de divulgação dos nossos principais roteiros turísticos entre os turistas”, disse.

Inspeção – Em novembro do ano passado, o diretor do navio, Paul Fitzpatrick, esteve no porto paraibano para uma inspeção e participou de reuniões com a Companhia Docas, que administra o porto. Ele conheceu as potencialidades do novo destino e, na oportunidade, afirmou a sua satisfação com a infraestrutura do equipamento paraibano – em especial, pela sua localização.

Ruth ressaltou que o retorno dos atracamentos de cruzeiros no Porto de Cabedelo é positivo para o turismo paraibano, pois abre um novo leque de opções de vinda de turistas para o Estado. Há três anos, o equipamento atendeu a MSC Cruzeiros, que realizou 14 atracamentos, trazendo mais de 25 mil cruzeiristas e movimentando toda a cadeia do turismo. O importante nesse tipo de operação, segundo ela, é que a maioria retorna ao destino para ficar mais tempo.

Texto (©) Copyright Paraíba Agora.
 Imagem (©) Copyright João Abreu.

Sapphire Princess em doca seca.

|







 Imagens (©) Copyright Princess Cruises.

Santos comemora seus 466 anos!

|

(Imagem e Edição Daniel Capella, clique para ampliar)

Vídeo: Navios da Royal Caribbean em navegação no Brasil

|

Amsterdam e Seabourn Quest se encontram no Rio de Janeiro.

|



Semana passada a cidade do Rio de Janeiro recebeu uma dupla de navios interna- cionais, em cruzeiros de longo curso: o Seabourn Quest e o Amsterdam, da Holland America Line. Ambos estão em roteiros semelhantes, já citados aqui no blog WorldCruises.com em outras oportunidades. Durante suas voltas ao mundo, os navios tiverão o Rio de Janeiro como seu último porto de escala no Brasil. A Seabourn aliás, fez suas únicas escalas no Brasil nessa temporada nesse roteiro, já que a companhia optou por retirar o Brasil de seus roteiros na América do Sul.


Texto (©) Copyright Daniel Capella. 
Imagens (©) Copyright Igor Welster.

 

©2013 Design por Ray Câmara