Navios em Montevideo, Uruguai

|

Fotos recentes de navios no Porto de Montevideo, no Uruguai. A maioria deles fez escala na cidade durante viagens de longo curso. Porém, Costa Victoria, Empress e Splendour, por exemplo, estiveram na capital em cruzeiros com embarque no Brasil, e destinados ao mercado brasileiro.
Costa Victoria:




Veendam:



Celebrity Infinity:



Splendour of the Seas:



Empress:



Star Princess:



AIDAcara:


Imagens (©) Copyright Carlos Castillo, Cruceros en Uruguay.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.

Inglaterra quer explicação após Argentina barrar navios

|

Adonia no Funchal
O governo britânico convocou nesta quarta-feira o encarregado de negócios argentino, Osvaldo Marsico, ao Foreign Office, o que supõe mais um passo na escalada da tensão entre o Reino Unido e a Argentina pela disputa das ilhas Malvinas.

Londres pedirá a Marsico uma explicação sobre o caso de dois navios de cruzeiros britânicos (o Adonia e o Star Princess) que tiveram o acesso negado ao porto de Ushuaia (sul da Argentina), afirmou nesta quarta-feira um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores do Reino Unido.

Segundo o porta-voz britânico, Marsico foi convocado nesta mesma tarde para que explique a decisão argentina de impedir no sábado a entrada ao porto de Ushuaia de dois navios de turismo britânicos procedentes das Malvinas. O governo do Reino Unido também tratará esta situação com outros países da América Latina, acrescentou a fonte.

Imagem (©) Copyright Sergio Ferreira.
Texto (©) Copyright Terra.

Atualizações: Costa Allegra

|

Área da piscina do navio ontem.
A Costa Crociere informa que tem mantido contato regular com o navio Costa Allegra por meio de dispositivos de satélite e, após o mais recente desses contatos, averiguou que a situação a bordo é tranquila, o clima está bom e não há nenhuma notícia importante para reportar.

A chegada do navio em Mahé está prevista para amanhã, dia 1o, às 9h (horário local), sujeita a mudanças dependendo da velocidade e das condições do clima. A empresa está mantendo as autoridades envolvidas na operação informadas depois de cada contato com o navio.

A bordo, bebidas não alcoólicas e alimentos frios como frutas, defumados e queijos são disponibilizados regularmente. Água mineral também é fornecida constantemente para necessidades de higiene pessoal. Pão fresco é levado por helicóptero.

Nas próximas horas, a “Equipe de Atendimento” da Costa Crociere chegará ao navio e imediatamente começará a trabalhar para identificar as necessidades individuais de repatriamento de todos os hóspedes. Enquanto isso, membros da "Equipe de Atendimento" na ilha estão organizando um serviço de acolhida para os hóspedes, agendando vôos fretados para a volta, de acordo com as diferentes necessidades e preferências.

Cerca de 600 assentos em vôos já foram reservados para organizar os retornos, além de 400 quartos de hotel para atender possíveis necessidades de acomodação.

A Costa Crociere ainda informa que a "Equipe de Assistência" chegou ao Costa Allegra e encontrou os hóspedes a bordo para avaliar seu estado de saúde e serenidade, bem como para recolher as suas necessidades de desembarque.

Até o momento desta comunicação, 376 hóspedes de um total de 627 haviam optado pela proposta da Costa de continuar suas férias nas Ilhas Seychelles. Eles serão acomodados pela Costa Crociere em hoteis de alto padrão nas ilhas Praslin, La Digue, Silhouette e Cerfs. A Costa Crociere vai disponibilizar os voos de retorno para estes passageiros após o período de férias. Os outros 251 hóspedes decidiram voltar para suas casas com os voos organizados pela Costa Crociere, a partir de Mahé, amanhã, dia 1º, à noite.
Um dos corredores de cabines da embarcação, com a iluminação de emergência.
Imagens (©) Copyright Revista Cruzeiros.
Texto (©) Copyright Costa Crociere.

Fotos do MSC Divina e do MSC Preziosa em estaleiro:

|

MSC Divina (Entrega em Maio):

MSC Preziosa (entrega no começo de 2013):
  Imagens (©) Copyright Cristhian Plagué.

Adonia em Buenos Aires é atrasado por greve.

|

Adonia saliendo de Buenos Aires
Esteve recentemente em Buenos Aires o mais recente navio da P&O, o Adonia. O navio, que entrou para a frota do ano passado, realiza um cruzeiro de volta ao mundo, com embarque e desembarque em Southampton, e que já passou por vários portos do Brasil, com exceção de Santos. Recentemente o Adonia foi proibido de atracar em Ushuaia, por ostentar bandeira do Reino Unido, e em conseqüência da disputa entre o governo argentino e britânico pela soberania das Ilhas Falkland. Assim, o navio da Carnival Corporation seguiu para Port Stanley, parte do território ultra-marino britânico. Em Buenos Aires, uma greve já tinha atrasado a saída do Adonia em seis horas!

Imagem (©) Copyright Noticias de Cruceros.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.

Navios em Cabo Frio

|

Fotos do Grand Mistral, da Ibero Cruzeiros e do Zenith, da Pullmantur, em Cabo Frio, na última sexta-feira, dia 24 de Fevereiro. O Zenith realizava mais de um seus mini-cruzeiros com base em Santos, um de 4 noites, chamado Minicarioca, com escalas em Búzios e na Praia Privativa da CVC em Jaguanum, além de Cabo Frio, obviamente.
Já o Grand Mistral estava em um cruzeiro de 7 noites, com destino ao Nordeste do Brasil, e escalas em Salvador, e Búzios, seu cruzeiro de Carnaval. Porém, devido ao limite de navios nessa cidade, sua escala teve de ser desviada, e assim, o Mistral aportou em Cabo Frio. As cidades no entorno de Búzios tem sido as maiores beneficiadas com o limite de dois navios por dia, imposto a cidade.
Imagens (©) Copyright Silvio Souza.
Texto (©) Copyright Daniel Capella.

Vídeo: Ocean Dream abrindo temporada brasileira em Outubro.

|

Belém segue recebendo navios de cruzeiro.

|

Astor
Braemar
A região Norte continua com uma grande movimentação de navios nesta temporada. Enquanto você lê este texto, diversos navios estarão singrando as águas do Amazonas ou proximidades, de e para Belém, Manaus, Macapá ou Santarém. Neste momento o AIDAvita encontra-se fundeado na baia do Guajará com aproximadamente 1000 turistas, em mais um dos muitos cruzeiros que o mesmo fará nesta temporada, sendo essa sua quinta escala nesta cidade. Enquanto isso, o Prinsendam aproxima-se para fundear em frente Icoaraci na manhã de domingo, dia 26 de fevereiro, com outros 1600 passageiros seguindo depois até Manaus e escalas. Por outro lado, na Boca da Valéria, no Rio Amazonas, encontra-se o Astor, procedente de Belém e Santarém, a caminho de Manaus. Ainda neste mês, o Silver Spirit também marcará presença na capital paraense, enquanto Manaus e Santarém receberão o Seven Seas Mariner.Para março, há previsão de novas escalas do AIDAvita, e também do Azamara Journey, Seadream II e Clipper Adventurer.
AIDAvita
Imagens e Texto (©) Copyright Gilmar Nazaré Guedes Leal, Belém.

Costa Allegra já está sendo rebocado

|


Na tarde desta terça, às 12h20 (Hora Central Européia), dois rebocadores chegaram ao Costa Allegra para ajudar o navio, bem como a segunda embarcação de pesca Ocean. O Costa Allegra continua a ser rebocado pelo navio pesqueiro com bandeira francesa “Trévignon” e mantém uma velocidade de cerca de seis nós. Na atual velocidade e com condições estáveis de clima, o Costa Allegra pode chegar a Mahé, antes da data prevista, a manhã de quinta, dia 1º.


 Nesta quarta, dia 29, deve chegar um helicóptero levando lanternas (cerca de 400) e pão fresco, já que a bordo não é possível prepará-los, embora não faltem alimentos e outros itens de conforto.

Com a chegada de um pequeno gerador, carregado por um navio da Marinha que estava nas redondezas como suporte, a tripulação do navio está fazendo todo o possível para tornar a situação a bordo mais confortável, buscando restaurar serviços básicos do navio. A velocidade do navio, apesar do clima quente e úmido, cria uma leve brisa que ajuda a tornar a situação mais confortável.

Enquanto isso, no início da tarde de hoje, a “Equipe de Atendimento” da Costa Crociere chegou a Mahé: Um grupo de 14 pessoas incluindo executivos e gerentes qualificados, bem como técnicos especializados, encarregados de oferecer a assistência necessária tanto para o navio quanto os hóspedes e tripulação na sua chegada em Mahé.

Foto aérea mostra o cruzeiro Costa Allegra à deriva, próximo às Ilhas Seychelles
Os membros da “Equipe de Aten- dimento” imedia- tamente se reuniram com autoridades locais e com os responsáveis pela coordenação do salvamento para definir os detalhes operacionais da chegada dos hóspedes na ilha e garantir as acomodações necessárias em hotéis locais, bem como a organização eficiente da sua volta para o destino final.

Oito deles vão visitar o Costa Allegra na manhã desta quarta, com a ajuda de um navio da Marinha local, para se reunir com os hóspedes e discutir com eles todos os arranjos necessários, auxiliando também a equipe do navio em inspeções técnicas mais detalhadas. Juntamente com a “Equipe de Atendimento” Costa, estarão dois oficiais da Imigração das Ilhas Seychelles para ajudar a organizar as verificações e procedimentos.

Imagens (©) Copyright Seereisen Portal.
Texto (©) Copyright Costa Crociere.

Costa Crociere enfrenta incertezas em relação a seu futuro.

|

Sede da Costa em Gênova.
Dois acidentes em menos de dois meses puseram a Costa Cruzeiros a navegar em águas perigosas. A tal ponto que a casa mãe e líder mundial do setor, a americana Carnival Corporation, pondera acabar com a empresa sediada em Génova já em abril, segundo a imprensa italiana.

Uma solução radical para o gigante europeu do setor dos cruzeiros, e por isso um tanto improvável.

A Costa Cruzeiros possui 15 navios e, em 2010, transportou 2,14 milhões de passageiros. Faturou 2,85 mil milhões de euros e emprega 19 mil pessoas.

Mas o vento mudou de rumo e a tragédia do Costa Concordia, em janeiro, ao largo da Toscana só piorou a situação. O acidente provocou 32 mortos e há nove pessoas sob investigação, incluindo dirigentes da empresa.

Desde então a Costa Cruzeiros viu o número de reservas cair 35 por cento, apesar das promoções. São dificuldades acrescidas para a empresa que já sofria com a conjuntura económica mundial e com os elevados preços dos combustíveis. No ano passado, os lucros caíram quase quatro por cento.

Imagem (©) Copyright Media Town Hall.
Texto (©) Copyright Euronews.

Armonia é liberado, e segue viagem de madrugada.

|

O navio MSC Armonia recebeu o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para deixar o Porto de Santos e seguir viagem ontem, às 22h25. Como consequência, o check-in dos cerca de 1.900 passageiros, previsto para as 11 horas, só começou às 22h40, uma demora de 11 horas e 40 minutos. A embarcação deixou o complexo santista na madrugada desta terça feira, às 2h40, levando a bordo seis tripulantes doentes.

Esses funcionários serão isolados em suas cabines, segundo o chefe do posto portuário da Anvisa em Santos, Acary de Oliveira, que acompanhou a inspeção sanitária realizada a bordo. Segundo ele, a presença dos marítimos não representa um risco aos turistas.

Atracado no cais do Armazém 32, o Armonia foi liberado para deixar a Cidade após a Anvisa realizar uma inspeção sanitária que começou às 8h30 e só terminou às 19h30. Nesse período, irregularidades foram descobertas. Oliveira citou uma delas. O navio não tinha registro de higienização das cabines dos tripulantes, ou seja, não havia um controle sobre quando e quantas vezes esses locais eram limpos.

Devido a esse problema e à presença dos seis doentes na embarcação, o comando do Armonia foi notificado pela Anvisa e terá de adotar procedimentos específicos de limpeza e registro. Uma planilha de limpeza, com anotações dos horários em que ela ocorrer nas cabines dos funcionários, terá de ser feita. E os passageiros terão de ser informados, de três em três horas, se novos casos suspeitos de gripe surgirem a bordo.

A decisão de liberar a embarcação foi tomada na noite de ontem em Brasília, durante uma reunião entre representantes do Ministério da Saúde e da própria Anvisa (órgão que é subordinado à pasta federal). No encontro, eles analisaram os dados coletados na inspeção feita pelos agentes locais no navio.

Durante a fiscalização sanitária, a equipe do posto portuário da agência entrevistou os passageiros com sintomas de gripe e toda a tripulação, a fim de identificar a quantidade exata de pessoas que haviam contraído a Influenza B a bordo. As respostas foram registradas e enviadas no início da noite para Brasília.

O chefe do posto da Anvisa em Santos não revelou o resultado desse levantamento. Mas informou que 68 tripulantes e 32 passageiros passaram pelo serviço médico do navio com suspeita de processo viral. Para Acary de Oliveira, o número é considerado alto.

Já a MSC Cruzeiros, operadora do navio, afirma que apenas 86 atendimentos foram realizados durante as nove noites da viagem rumo a Buenos Aires, Montevidéu, Punta del Este e São Francisco do Sul (SC), que terminou ontem.

Em nota divulgada à imprensa às 23h42, a MSC Cruzeiros informou que “lamenta profundamente os inconvenientes durante o embarque, que foram alheios à vontade e ao controle da companhia. É importante ressaltar que a demora na liberação do embarque foi exclusivamente devido à inspeção da Anvisa, que não identificou nenhum problema que representasse risco à saúde e à segurança do navio, de hóspedes e tripulantes”.
Imagem (©) Copyright Daniel Capella (Arquivo).
Texto (©) Copyright A Tribuna.

Nota oficial da Costa com mais informações sobre o ocorrido no Allegra

|


A empresa foi notificada hoje às 10:39 no horário de Greenwich, que um incêndio irrompeu a bordo do Costa Allegra na sala de geradores elétricos localizados na popa.

A equipe de extinção de incêndios de bordo foi prontamente chamada, e tomou os procedimentos necessários para extinguir o fogo o mais rápido possível.

O fogo não se espalhou para qualquer outra área do navio. Não houve feridos ou vítimas. Como precaução, a bordo, o alarme geral de emergência foi dado e todos os passageiros e tripulantes - que não estavam envolvidos na gestão das situações de emergência chegaram a seus muster stations com o equipamento de segurança.

Atualmente, o navio está a mais de 200 quilômetros ao sudoeste das Ilhas Seychelles, e cerca de 20 quilômetros de Alphonse Island. Inspeções sobre o estado da sala de máquinas estão em curso, a fim de reiniciar o equipamento necessário para reativar as funções de navio.

De acordo com os procedimentos, as autoridades competentes foram alertadas, incluindo o Centro de Resgate Marítimo de Controle, em Roma, que está acompanhando a situação pronta para prestar o apoio necessário. O Allegra também enviou sinais de "distress". A Costa Crociere e as autoridades competentes estão fornecendo o navio com o apoio necessário.

O Allegra vai ser auxiliado por rebocadores e outras unidades navais e aéreas. Há 636 passageiros a bordo de várias nacionalidades (sendo dois brasileiros) e 413 tripulantes. O navio partiu de Diego Suarez no sábado, 25 de fevereiro e estava cruzando em direção ao porto de Victoria (Mahé - Seychelles), onde deve chegar amanhã 28 de fevereiro. O Allegra, foi construído no T. Mariotti sobre um casco de navio de carga em 1992, possui atualmente 28,597 toneladas, 188 metros de comprimento, e tem oito decks de passageiros e 399 camarotes.

O navio pode transportar um máximo de 1.400 pessoas, incluindo a tripulação.


Atualização: Um barco de pesca que estava em alto mar já chegou ao Costa Allegra para prestar apoio. Os capitães dos navios estão em contato por rádio, ao amanhecer, será decidido a forma que o barco pesqueiro poderá contribuir.

Imagem (©) Copyright Sergio Ferreira.
Texto (©) Copyright Costa.

Argentina barra navios da Carnival Corporation

|

Star Princess em Santos em Março de 2010. 
A Argentina negou nesta segunda-feira a entrada no porto de Ushuaia a dois navios de cruzeiros da . Carnival Corporation, na primeira vez em que aplicou uma lei que tem como objetivo pressionar a Grã-Bretanha a negociar a soberania das ilhas Malvinas (Falkland) e das águas territoriais do arquipélago no Atlântico Sul. Os navios Star Princess e Adonia não receberam autorização para atracar no porto de Ushuaia, a cidade mais meridional da Argentina na Terra do Fogo. Os navios fizeram escalas nas Malvinas.

Segundo informações da Associated Press, a ordem negando a entrada dos navios em Ushuaia partiu da governadora da província de Tierra del Fuego, Fabiana Rios, aliada da presidente argentina Cristina Kirchner. Os navios viajam das Malvinas para o Chile.

Veteranos da Guerra das Falkland, em 1982, pressionaram o governo a aplicar uma lei que proíbe que navios britânicos ou navios que sejam de propriedade parcial de empresas britânicas, como os da Carnival, atraquem em portos argentinos. O Star Princess leva bandeira de um território britânico e o Adonia porta a própria bandeira do Reino Unido, a union jack. A chancelaria britânica disse que a medida argentina não tem justificação.

Imagem (©) Copyright Daniel Capella (Arquivo). 
Texto (©) Copyright Paraná Online.

Passageiros não embarcam no Armonia, que ainda não foi liberado pela Anvisa

|


Atualização: Os cerca de 2 mil passageiros que iriam embarcar no MSC Armonia nesta segunda-feira ainda não foram autorizados a subir no navio. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está avaliando quais medidas serão tomadas em relação à liberação da embarcação. O embarque estava previsto para às 11 horas e, até às 18h23, não havia começado.

Revoltados, os turistas aguardam e fazem protestos no terminal de passageiros. Em coro, as pessoas exclamam mensagens de indignação, como "queremos solução" e "nós vamos invadir". A Polícia Militar está no local para evitar problemas.

Pela manhã, o chefe do posto da Anvisa em Santos, médico Acary de Oliveira, afirmou que existe a hipótese de a embarcação não deixar o complexo santista nesta segunda-feira. "A vistoria não terminou e pode ser que o navio não deixe o Porto de Santos hoje", afirmou.

O navio MSC Armonia encerrou o desem- barque de passa- geiros, na manhã desta segunda-feira, no Porto de Santos. A embarcação atracou no cais 32 às 7h30. Todos os turistas desembarcaram. No entanto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ainda realiza inspeção a bordo para liberar o embarque de outros passageiros para um novo cruzeiro.

A secretária de Saúde de Santos, Maria Ligia Lyra Pereira, disse que os passageiros e tripulantes que apresentaram sintomas de gripe responderam a um questionário.

Entre os turistas que desembarcaram, as opiniões sobre os casos de gripe foram divergentes. Alguns disseram não saber informações sobre o assunto. Outros, relataram terem sido medicados com Tamiflu (remédio indicado para o combate à gripe A - H1N1) e saído do navio com máscaras.

O Armonia retornou a Santos após realizar um cruzeiro de carnaval de nove noites, em que foram registrados casos de gripe em tripulantes. Ao todo, cerca de dois mil passageiros realizaram a viagem.

O cruzeiro passou pela Argentina e pelo Uruguai, onde também foi inspecionado pelos órgãos de saúde dos dois países. Antes de seguir para Santos, o navio escalou em Porto Belo (SC), onde passou por vistoria da Anvisa e nada foi encontrado.

Caso liberada, a embarcação deve seguir para um cruzeiro de quatro noites, com paradas em Búzios (RJ) e Ilhabela (SP).

Imagens (©) Copyright Daniel Capella (Arquivo).
Texto (©) Copyright A Tribuna

Costa enfrenta nova fatalidade: Incêndio no Allegra

|

Após um incêndio a aproximadamente 200 quilômetros da terra mais próxima, no Oceano Indico, o Costa Allegra está a deriva!

Allegra em Cyprus, em Novembro de 2010.
O incêndio aconteceu na manhã de hoje, enquanto o navio se dirigia às Ilhas Seychelles, após escala em Madagascar. O fogo teria se inciado na casa de máquinas do navio, e sido rapidamente extinto, porém, afetou os geradores do navio, que ficou sem energia, e está atualmente a deriva.

Os mais de mil passageiros e tripulantes a bordo, segundo a guarda costeira italiana, estão bem de saúde, e foram informados sobre o acontecimento. A guarda costeira ainda informou que está trabalhando para localizar outros navios na região que possam ajudar o Allegra e seus passageiros.

O navio Costa Allegra, da empresa Costa CruzeirosA Costa Crociere, já está trabalhando no sentido de localizar rebocadores na área para levar o navio para o porto mais próximo. Também foram solicitadas as autoridades locais navios de apoio, mas estes ainda devem demorar a chegar, devido a distância do navio para a costa.

O Costa Allegra é atualmente o menor e mais antigo navio da frota da Costa Crociere. A companhia esse ano já enfrentou outro grave incidente, com o Costa Concordia, navio que foi perdido após se chocar com rochas submersas no Mediterrâneo. Em 2010, um incêndio semelhante atingiu o Costa Romantica na costa do Uruguai, na ocasião, o navio também ficou a deriva, e seus passageiros tiveram que ser evacuados.

O Allegra já esteve no Brasil em diversas oportunidades, muitas vezes acompanhado pela seu gêmeo Costa Marina, que deixou a frota no ano passado. A Costa está tentando vendê-lo também, e segundo informes não oficiais, ele já estaria acertado com a companhia que levou o Marina ano passado, a Harmony Cruises.

A última vez que o Allegra esteve no Brasil foi a temporada 2003/2004, quando fez roteiros para o Prata acompanhado do Costa Tropicale, hoje Ocean Dream. Atualmente, ele realizava uma temporada pela Oceano Índico, roteiro que é exclusividade da Costa, e acontece anualmente, nos meses de Novembro/Dezembro a Fevereiro/Março.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Brian Crocker e Costa Crociere.

Novo cabeçalho, Facebook e outras novidades.

|

Curta nossa página no Facebook!
Cabeçalho em Outubro de 2010
Recentemente o cabeçalho do blog WorldCruises.com foi alterado, no lugar da foto do MSC Armonia, que desde Outubro figurava como tal, foi acrescentada uma foto mais recente. O novo cabeçalho teve origem em uma foto do Costa Pacifica, do começo de Fevereiro, enquanto o navio deixava a cidade para o cruzeiro temático com o cantor Roberto Carlos, ainda sob comando de Michele de Gregorio. Infelizmente, não conseguimos achar uma citação adequada a foto, e ao tema do blog, aceitamos sugestões. 

Além disso, acrescen- tamos algumas fotos a lateral do blog, como as do Silver Spirit, e do Ocean Dream em Fernando de Noronha. No Facebook, continuam disponíveis muitas fotos em nosso banco de imagens, que é acessível a todos, mesmo aqueles que não possuem conta na rede. Ontem, 42 fotos do interior do Norwegian Sun se juntaram a outras do interior do Vision, Mariner, Splendour, Costa Magica, MSC Orchestra, Porta- Aviões São Paulo e muito mais. São aproximadamente 1,400 imagens, também de portos e cidades visitadas pelos navios. Para conferir tudo isso, clique aqui, e se tiver conta na rede social, não deixe de curtir a página para ficar por dentro das novidades. Além das imagens, e links para as novas postagens, por vezes, novidades são adiantadas no Facebook antes de serem postadas no blog. 
Na área de parcerias e contribuintes também temos novidades. Duas novas parcerias experimentais, com o blog Wonderful Cruises, de Paulinho Ricci, e com o Cruzeiros Brasil e Mundo, de Luis Carlos Palombo. Também fizemos uma troca de links com o site alemão OceanLiner Pictures, além de um acordo para utilizar algumas fotos do Princesa Isabel, para um especial que estará disponível em breve. E em breve também, alcançaremos as 400,000 visitas!!

Pela primeira vez em Santos, Crystal Symphony.

|

Hoje, a Crystal Cruises escalou Santos pela primeira vez na história. O Crystal Symphony, mais antigo navio da companhia, também fez sua estréia em Santos, protagonizando assim, uma estréia dupla, a sua própria, e a de sua companhia.
 O navio da NYK Line (matriz da Crystal Cruises), apesar de construído em 1995, e de já ter feito várias temporadas na América do Sul, nunca tinha vindo a cidade, isso porque, sua companhia sempre optara por manter Santos fora de seus roteiros.
 O Crystal Symphony é um navio extre- mamente luxuoso e foi avaliado pelo guia Berlitz como o segundo navio mais luxuoso do mundo em sua categoria (tamanho médio). Tem capacidade para até 1,010 passageiros, em suas 51,044 toneladas e 238 metros de comprimento. Foi construído no estaleiro Kvaerner Masa, que recentemente tem construído navios significantemente maiores, como o Mariner e o Oasis of the Seas.
 A escala se dá em um dos cruzeiros anuais da Crystal pela América do Sul. A companhia já confirmou escalas para as próximas duas temporadas, porém, estas serão realizadas por outro navio da companhia, o Crystal Serenity, uma versão um pouco maior e atualizada do Symphony. Ainda nessa temporada estréia em Santos o Asuka II, ex-Crystal Harmony, que atualmente opera para a Asuka Cruises, do mesmo grupo da Crystal.
  Imagens e Texto (©) Copyright Daniel Capella, Santos.

 

©2013 Design por Ray Câmara