Ocean Dream é vendido, e viagens de Março serão canceladas.

|

Após meses de negociações e de quase desistir do negócio, a japonesa Peace Boat Co., finalmente concluiu seu negócio com a Pullmantur e adquiriu o Ocean Dream. apesar de ter ocorrido nenhum anúncio oficial por parte das companhias, a venda já foi sacramentada, e a data de entrega do navio, que foi o ponto mais discutido do contrato de venda do navio, ficou estabelecida em 18 de Março. A venda tinha sido antecipada por nós em Outubro, confira clicando aqui.

Em conse- qüência, a temporada do navio na América do Sul, a partir da data referida será cancelada oficial- mente em breve. Porém, alguns passageiros que compraram viagens para essa época (a temporada terminaria somente na segunda quinzena de Maio) já foram chamados pela CVC/Pullmantur para remarcar suas viagens, ou receber reembolso total do valor gasto na compra de seu cruzeiro. 
O navio deixará Recife em 18 de Março para o Panamá, com uma escala em Curaçao para abastecimento, e depois deverá seguir para Colón, de onde, após alguns dias partirá para o Japão, após travessia do Canal do Panamá. O navio deverá chegar no país asiático no final de Abril, porém, ainda não está claro como a Peace Boat, que já opera o decano Oceanic, utilizará o navio. 

Temporada 2012/2013 
A venda do navio interessa dire- tamente aos brasileiros, já que além de estar atualmente operando no Brasil, sua venda significa a diminuição da frota da Pullmantur, e uma possível mudança nos planos da companhia para a próxima temporada, a 2012/2013. Em Outubro, estava previsto que se a Pullmantur viesse realmente a vender seu navio, sua matriz, a Royal Caribbean, poderia ceder navios para a marca espanhola, mantendo, ou até aumentando a oferta no mercado espanhol e brasileiro.

Porém, as incertezas em relação a economia européia, que resultam numa crise financeira na região, fizeram com que a companhia repensasse seus planos, e atualmente as possibilidades de transferência de um novo navio são baixas. Ainda assim, Monarch, Majesty e Century surgem como possibilidades caso a Royal resolva incrementar sua marca espanhola. 

A grande questão é que com a venda a frota da Pullmantur passa a ter apenas navios consi- derados muito grandes para a rota de Fernando de Noronha, em se levando em consideração a limitação no número de passageiros imposta pelo governo. E não querendo abandonar a região, a companhia estaria procurando por um navio de médio porte, que poderia ser fretado ou adquirido para operar no arquipélago pernambucano na próxima temporada. Outra opção surge no Atlantic Star, ex-Sky Wonder que poderia ser reativado para a rota.

Enquanto isso, estão previstas a volta do Sovereign, do Empress e do Zenith, com roteiros semelhantes aos realizados na atual temporada, sendo deixada a lacuna na operação na região. Outro navio que deverá se juntar a frota no Brasil é o Horizon, que já havia sido confirmado pela companhia para o Brasil há alguns meses, mesmo este sendo fretado para a CDF - Croisières de France, e renomeado l'Horizon.

Imagens (©) Copyright Diogo Kyrillos.
Texto (©) Copyright Daniel Capella.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara