Michael Thamm substituirá Foschi como CEO da Costa

|

A Carnival Corporation & Plc informou recente- mente que Pier Luigi Foschi, CEO e presidente da Costa Crociere, marca do grupo, deixará uma de suas funções em breve.

O CEO da Costa Crociere teve sua imagem afetada pelos repetidos problemas que sua frota enfrentou nos últimos meses, porém, o motivo de sua saída, é a idade. Foschi completou 65 anos, e já tinha decidido junto a Carnival que com essa idade se retiraria de seu cargo como CEO.

O seu sucessor será Michael Thamm, atual presidente da AIDA Cruises, que vai se mudar de seus escritórios em Rostock para Gênova, sede do grupo Costa, que também inclui as marcar Ibero Cruceros e a própria AIDA. Gianni Onorato continuará como presidente da marca Costa, e o próprio Foschi continuará como presidente do grupo Costa e como um dos membros do grupo de diretores da Carnival.

Texto e Imagem (©) Copyright Daniel Capella.

Norwegian Dream entrará em operação pela Star Cruises

|


O Norwegian Dream, que desde o final de 2008 está inoperante, deverá entrar em operação pela Star Cruises, após uma reforma, ainda esse ano. A Star Cruises, é matriz da Norwegian Cruise Line (NCL), que operou o navio desde sua construção, em 1992.

A NCL, após enfrentar problemas financeiros, procurou reestruturar sua frota, e se desfazer dos navios mais antigos. Transferiu alguns, como o gêmeo do Dream, Norwegian Wind diretamente para a Star Cruises, e colocou outros a venda, como o Sky, o Majesty e o Dream.

A cipriota Louis Cruises se interessou nos dois últimos, e já tinha entrado em acordo para adquiri-los, mas o negócio acabou não dando certo, e somente a venda do Majesty se concretizou. Assim, o Dream que já estava fora dos planos da NCL acabou imobilizado em vários portos, até chegar ano passado na Ásia.

Sem compradores interessados, o navio deverá começar a operar na companhia matriz do grupo, a Star Cruises, líder na Ásia. A precisa reafirmar sua liderança na região, com as cada vez mais fortes investidas das companhias ocidentais na região, como a da Royal Caribbean que terá o Voyager of the Seas com base na China.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagem (©) Copyright Clayton Shipping.

Costa estuda futuro do Allegra.

|


A Costa Crociere, unidade italiana do grupo Carnival, está estudando o futuro de seu mais antigo navio, o Costa Allegra, que continua atracado em Savona, na Itália, após sofrer incêndio próximo as Ilhas Seychelles, no Índico.

"O Allegra navegou desde as Seychelles com seus próprios motores, e chegou em Savona no dia 25 de Março. No momento, ele continua atracado na cidade, e é um tanto cedo para fazermos qualquer tipo de previsão ou comentário sobre o seu futuro, ou sobre o trabalho a ser feito" disse o porta voz da Costa, Davide Barbano.

Micky Arison, CEO da Carnival Corporation, havia afirmado logo após o incidente, que o navio, que já estava para deixar a frota da Costa, não navegaria mais pela companhia. Pouco antes, chegou se a especular que o navio já tinha sido vendido para a Harmony Cruises, companhia asiática que comprou o Costa Marina no ano passado.

O fato porém não se confirmou, e hoje, há chances da reativação do Allegra, na própria Costa ou em alguma filial do grupo Carnival.

Texto (©) Copyright Daniel Capella. adaptado de Cruise Business.
Imagem (©) Copyright Reuters.

Australiano pretende construir réplica do Titanic

|

Clive Palmer, um dos homens mais ricos da Austrália, revelou ter entregue a uma empresa chinesa o projeto de construção de uma nova versão do Titanic, cuja primeira viagem está agendada para 2016, entre Inglaterra e Nova Iorque.

Palmer, um empresário do setor mineiro, anunciou que a empresa estatal chinesa CSC Jinling Shipyard vai construir o Titanic II exatamente com as mesmas dimensões do navio de cruzeiro original, designa- damente 840 quartos e nove 'decks'.

"Vai ser tão luxuoso como o Titanic original, mas claro que terá a tecnologia do século XXI e os sistemas de navegação e segurança mais recentes", explica o milionário em comunicado, salientando que o "Titanic II vai navegar no hemisfério norte e a sua primeira viagem, entre Inglaterra e a América do Norte, está agendada para o final de 2016".

Palmer, que anunciou ter criado a sua própria companhia de cruzeiros, a Blue Star Line, disse ter "convidado a marinha chinesa para escoltar o Titanic II na sua primeira viagem até Nova Iorque" e que o novo navio pretende ser um tributo aos homens e mulheres que trabalharam no navio original.

O Titanic, propriedade da White Star Line e o maior navio de cruzeiro do mundo no início do século XX, naufragou a 15 de Abril de 1912, depois de ter batido contra um icebergue na sua viagem inaugural entre Southampton e Nova Iorque.

Palmer, no entenato, não especificou como ficaria a questão dos direitos de imagem e nome do Titanic que hoje pertencem a Cunard, que adquiriu a White Star Line décadas atrás. 

Texto (©) Copyright Correio da Manhã.
Imagem (©) Copyright D.R.

Augustus já está sendo desmontado em Alang, India

|


O último dos navios da Italian Line a existir, o M.S. Phillipine, ex-Augustus, que até o ano passado servia como hotel e restaurante flutuante em Manilla, nas Filipinas, chegou em Alang, Índia, em Janeiro. Desde então, o processo de desmanche tem seguido a todo o vapor, e grande parte da proa já não existe mais, como visto nas fotos abaixo. O processo de desmantelamento deve terminar daqui há alguns meses.


Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright MidshipCentury.com

Splendour of the Seas chega a Veneza após temporada no Brasil

|


Após a temporada no Brasil, que começou no começo de Dezembro do ano passado, o Splendour of the Seas voltou ontem a Veneza, seu tradicional porto de embarque no velho continente para mais uma temporada na região. O navio faz a estréia de suas novas características na área, adquiridas após a revitalização a qual o navio foi submetido em Novembro, na Espanha. No final do ano, mais uma vez o Splendour estará no Brasil para seus cruzeiros desde Santos.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Giovanni Noal.

Manaus registra recorde de passageiros

|

Arcadia (atual Pacific Pearl) e Vistamar em Manaus há vários anos.
A chegada do navio alemão Ms Bremen, no Porto de Manaus, na manhã desta sexta-feira, 27 de abril, marcou o final da temporada de cruzeiros (2011-2012) no Amazonas.

Totalizando 24 escalas e uma movimentação de cerca de 25.136 turistas estrangeiros e brasileiros, esta temporada, com duração de outubro de 2011 a abril de 2012, superou em 27% a temporada passada (2010-1011), que trouxe 19.798 turistas para o Estado.

O Bremen, navio de expedição da Hapag-Lloyd Cruises, oriundo da Alemanha, ficará até o início da madrugada de sábado, 28.

A aposentada alemã, uma das passageiros do Bremen, Margaret Gesser, disse que o interesse pelo Amazonas surgiu após a leitura de uma revista de turismo, na qual constava informações sobre o Estado, que ela viu em uma exposição sobre cruzeiros em Portugal. “O sonho de muitos europeus é ver de perto a floresta amazônica, o Teatro Amazonas e, no meu caso em especial, o festival de ópera”, disse.

Conforme o levantamento da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), com a chegada do navio alemão, a temporada totalizou uma injeção de cerca de R$ 15 milhões na economia do Amazonas, volume 15% maior que o injetado na temporada passada, da ordem de R$ 13 milhões.

Mais turistas em 2012 – Para a próxima temporada que inicia-se em outubro deste ano, a Amazonastur, através de informações obtidas pro meio do Seatrade Miami, maior evento do setor de cruzeiros do mundo, informou que a expectativa é o Amazonas receba pelo menos 29 escalas.

Texto (©) Copyright D24Am.
Imagem (©) Copyright Freyzer Andrade.

Cinco navios serão inaugurados nos próximos meses

|

Carnival Breeze, Costa Fascinosa, MSC Divina, AIDA Mar e Riviera estão em suas últimas semanas de construção, e entrarão em serviço entre Maio e Junho


Em fase final de construção, no estaleiro Fincantieri, na Itália, o Costa Fascinosa será inaugurado em Veneza, no próxima dia 5, um dia antes de partir em cruzeiro vernissage, apenas com convidados a bordo. O Fascinosa fará sua primeira temporada no Adriático, com embarques em Veneza, e destino às Ilhas Gregas. No final do ano, virá ao Brasil para uma temporada com embarque em Santos e Rio, e destino ao Rio da Prata. O navio que terá capacidade para 3,012 passageiros em ocupação dupla custou 726 milhões de dólares.
Também no Fincantieri, está sendo construído o Riviera, mais novo navio da Oceania Cruises. O navio será batizado no dia 11 de Maio, em Barcelona. Gêmeo do Marina, o Riviera pertence a primeira encomenda de navios feita pela Oceania Cruises, que até então operava apenas os três navios R encomendados pela Reinassance no final da década de 90. Até Novembro de 2012, o navio que custou 530 milhões de dólares,  oferecerá 20 viagens, de um total de 12 roteiros pelo Mediterrâneo.
No dia seguinte, o nono navio da frota da AIDA Cruises, o AIDAmar será inaugurado em Hamburgo, na Alemanha. Ele é visto na foto acima durante sua travessia do Rio Elms, praticamente pronto, após deixar a doca coberta, para ter sua construção finalizada. A um custo de 565 milhões de dólares, ele é o penúltimo navio da série Sphinx, a ser construído no Meyer Werft, na Alemanha. Após a construção do AIDAstella, prevista para ser terminada ano que vêm, a AIDA construirá seus navios no Japão, e terá um novo projeto. Antes disso, um grande evento marcará o batismo do navio, em Hamburgo, além do batismo, também será comemorado o aniversário de 823 anos do porto alemão. Para comemorar ambas as ocasiões, a AIDA combinou o roteiro de seus navios, e terá no mesmo dia no porto, além do Mar, os gêmeos AIDAluna, AIDAblu e AIDAsol. 

O navio da MSC que recentemente encerrou seus testes de mar com sucesso entrará em operação no final de Maio. Seu batismo acontecerá em Marselha, no dia 26 de Maio. É o terceiro navio de um total de quatro da classe Fantasia (o último será o Preziosa, que já está sendo construído, e será entregue ano que vêm). No dia 27 o navio parte rumo a Veneza, e assim como o Fascinosa, realizará sua temporada inaugural no Leste do Mediterrâneo. No final do ano será posicionado em Gênova, de onde fará viagens para as Ilhas Canárias. A MSC anunciou hoje que o navio sairá da Europa pela primeira vez no final de 2013, quando atravessará o Atlântico, e fará uma temporada no Caribe, com base em Miami. Será a primeira temporada de um navio da classe Fantasia fora da Europa e América do Sul. O Divina está sendo finalizado no STX France, em St. Nazaire, França, e custou aproximadamente 742 milhões de dólares.

O Carnival Breeze, terceiro navio da classe Dream, que também está tendo sua construção finalizada no Fincantieri, na Itália, será o último destes cinco a entrar em serviço, em Junho. Sua entrega estava inicialmente também prevista para Maio, mas acabou sendo atrasada para os primeiros dias deste mês. É o segundo maior navio a entrar em serviço esse ano, com 130 mil perdendo apenas por 10 mil para o Divina, da MSC. Ainda assim, é só o terceiro (US$ 738 milhões) entre os mais caros, perdendo para o próprio Divina (US$ 742 milhões) e para o Celebrity Reflection (US$ 768 milhões). Com capacidade para 3,690 pessoas em leitos baixos, o navio fará sua temporada inaugural no Mediterrâneo, com viagens de 12 noites desde Barcelona. No final do ano, seguirá para o Caribe, e passará a fazer roteiros desde Miami durante os próximos anos.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Costa, Oceania, Alfons-39, C. Plagué e Carnival.

Bremen encerra temporada em Manaus

|

Navio de bandeira das Bahamas encerrou alta temporada de cruzeiros no Amazonas
A chegada do MS Bremen, na manhã desta sexta-feira (27), no porto flutuante de Manaus, marca o fim da alta temporada de cruzeiros para a capital amazonense.

O navio, de bandeira das Bahamas, trouxe para Manaus 140 turistas – a maioria alemães, que além de visitar os principais pontos turísticos da capital, deverão prestigiar a segunda apresentação da ópera “I Puritani”, de Vicenzo Bellini, no Teatro Amazonas.

De acordo com Cláudia Santos, a chegada do navio em Manaus estava prevista para este sábado (28), entretanto, por conta da apresentação XVI Festival Amazonas de Ópera, a vinda para a capital amazonense foi antecipada.

Ela estima que um grupo de 80 turistas – entre alemães, suecos, belgas e neozelandeses -, devam prestigiar a montagem no Teatro Amazonas, nesta sexta-feira à noite.

“A maioria está empolgada em poder conferir uma apresentação no Teatro Amazonas”, salienta.

O navio da Hapag-Lloyd seguiu de Iquitos (Peru), para cidades do interior do Amazonas e do Pará. Neste sábado, o Bremen deve seguir para Parintins e de lá para Santarém (AM), retornando para Tenerife, na Espanha.


Texto e Imagem (©) Copyright A Crítica.com.

Novo terminal de cruzeiros de Santos terá capacidade para até 14 mil passageiros

|

Mais 14 mil passageiros poderão ser recebidos no Porto de Santos, por dia, com a construção de um segundo terminal de cruzeiros na região do Valongo, na Margem Direita do complexo. Atualmente, a única instalação destinada à recepção de turistas no cais, o Terminal de Passageiros Giusfredo Santini, que funciona nos armazéns 25 e Frigorífico, tem capacidade para 42 mil pessoas por dia.

O implantação do futuro empreendimento integra o programa de revitalização Porto Valongo Santos, que prevê a recuperação dos armazéns 1 ao 8, atualmente desativados.

A expectativa de movimentação do novo terminal está no pré-projeto apresentado pela MSC Cruzeiros à Codesp e à Prefeitura de Santos. A empresa é uma das interessadas em construir e administrar a unidade. Para isso, garantiu que vai participar da licitação que deverá ser aberta até o início do próximo ano pela Docas.

Alguns detalhes do pré-projeto foram revelados pela diretora de Operações da MSC, Marcia Leite, na manhã de ontem, durante o Seminário Internacional Revitalização de Áreas Portuárias e Integração Urbana, realizado no Teatro Guarany, no Centro Histórico de Santos. O evento contou com a presença de autoridades e empresários do setor.

“O terminal prevê três berços de atracação, para movimentação de 12 mil a 14 mil turistas. Ele vai atender todas as operadoras, não somente a MSC. Mas, para viabilizar esse projeto, precisamos contar com uma série de fatores relacionados a acessibilidade”, afirmou Marcia, que aponta adequações consideradas fundamentais para atender o novo terminal.

A construção do mergulhão (passagem subterrânea para o tráfego rodoviário) e a disponibilidade de uma área para estacionamento são alguns dos pontos defendidos pela diretora. Em fase de licitação do projeto executivo, o mergulhão já faz parte dos planos da Codesp. As demais mudanças ainda estão em análise.


“A acessibilidade é um dos fatores mais importantes para a logística de um terminal. O Valongo fica numa área central, no Centro Histórico, onde a acessibilidade não é fácil. Há ruas em que os carros não trafegam. Imagina uma movimentação de 12 mil pessoas nesse local”, observou Marcia, que também é uma das integrantes do Grupo de Trabalho de Infraestrutura e Operações da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar).

A expectativa de Marcia é de que os anseios da MSC voltados à questão logística estejam contemplados na versão final do projeto Porto Valongo Santos, que será divulgado na manhã de hoje pela Ove Arup & Partners. A firma foi contratada para desenvolver os estudos de viabilidade técnica, econômica, ambiental e social do programa de revitalização.

Os dados oficiais serão expostos por técnicos da empresa na manhã de hoje, às 10 horas, no Salão Nobre da Prefeitura. O material vai revelar quais empreendimentos serão, efetivamente, implantados na região do Valongo. Um hotel de luxo poderá ser um dos principais destaques da área de turismo e lazer que será criada no local.

“Acredito que vai ser apresentado amanhã (hoje) pela Arup exatamente isso, um conjunto de ações que a Cidade e o Porto deverão tomar para que seja viável não só a construção do novo terminal, mas toda a revitalização da área central”, disse a diretora da MSC.

O diretor de Planejamento Estratégico e Controle da Codesp, Renato Barco, também aguarda os apontamentos que serão feitos pela Arup para que seja dada continuidade ao projeto do novo terminal.

“O que se espera é o que existirá de apoio ao terminal, como ele vai se posicionar arquitetonicamente. Queremos ver o estudo de viabilidade do entorno da região”, ressaltou. Uma das preocupações do diretor refer-se ao canal de navegação. “São navios de grande porte que vão atracar na região. E não podemos esquecer que ali já existe o Terminal da Embraport”, afirmou o dirigente portuário, referindo-se à instalação de movimentação de contêineres e granéis líquidos em construção na outra margem do canal, ao lado da Ilha Barnabé, na direção do Valongo.

Texto (©) Copyright A Tribuna.
Imagem (©) Copyright Divulgação.

Seabourn recebe status Six Star Diamond pela instituição American Academy of Hospitality Sciences

|

Seabourn Odyssey, o primeiro dos três novos yachts da companhia.
Os navios intimistas da Seabourn apresentam acomodações, serviço, cozinha e atenção aos detalhes tão superiores que elevaram a linha a um nível de elite na indústria global da hospitalidade, de acordo com a Academia Americana de Ciências da Hospitalidade (The American Academy of Hospitality Sciences). Em 2012, a prestigiada organização concedeu o status Six Star Diamond a linha de cruzeiros marítimos de navios intimistas para até 450 passageiros, que compreende uma lista dos mais finos hotéis, resorts, spas, transportes de luxo e outros serviços que atendem os clientes mais exigentes pelo mundo inteiro.

Seabourn Quest
“A dedicação da Seabourn para com a excelência no serviço, cozinha e sua habilidade única em fornecer aos hóspedes autênticas experiências nos portos de destino ultrapassaram nossa original homenagem Five Star Diamond”, declarou o presidente da academia, Joseph Cinque. “Então a companhia introduziu três novos navios que simplesmente redefiniram a ideia de cruzeiros de luxo que os hóspedes costumavam esperar, e isso os transformou em uma escolha natural para a nossa classificação Six Star Diamond”.

Richard Meadows, presidente da Seabourn, declarou: “Nós estamos orgulhosos por estar em uma companhia tão distinta. Nossa equipe de serviço a bordo possui uma merecida reputação e o compromisso em ser a melhor, e, por essa razão, eles vestem a medalha Six Star Diamond com honra”.

Texto (©) Copyright Press Release Píer 1.
Imagem (©) Copyright Daniel R. CarneiroIgor Welster de A.

Vision of the Seas chega ao Funchal em viagem transatlântica.

|


O porto do Funchal registra hoje a escala do Vision of the Seas, um dos navios da Royal Caribbean que esteve posicionado na América do Sul na passada temporada de Inverno e que agora navega para o continente europeu.

Uma viagem transa- tlântica de 13 dias com início no porto de Santos e que termina em Lisboa, próximo porto de escala após o Funchal. Da capital portuguesa o Vision of the Seas segue para o Norte da Europa onde até Setembro fará uma série de cruzeiros pelo Mar Báltico e Fiordes Noruegueses.


Texto (©) Copyright João Abreu.
Imagens (©) Copyright João Abreu e Francisco Loreto.

MSC Armonia se despede do Rio de Janeiro e segue para a Europa

|

O MSC Armonia, último navio a deixar a América do Sul e seguir para a Europa, passou pelo Rio de Janeiro no último dia 23, logo após embarcar os passageiros para sua travessia atlântica em Santos, no dia 21. O navio da MSC seguiu para o Nordeste, de onde atravessará o Atlântico até entrar no velho continente, após essa, que deve ter sido sua última temporada no Brasil (veja mais detalhes).
Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagem (©) Copyright Igor Welster de A.

Island Sky estréia na Graciosa, Açores.

|

O porto da Praia da Graciosa recebeu a escada do Island Sky efetuou a sua primeira escala após iniciar o seu primeiro cruzeiro nos Açores com lotação praticamente esgotada (cerca de 100 passageiros).

Procedente de Ponta Delgada atracou pelas 07:30 e pelas 18:00 rumou ao Corvo e Flores.
Texto (©) Copyright Manuel Bettencourt, Ilha Graciosa, Açores.

Albatros contra ventos fortes próximo a La Coruña, Espanha.

|



O Albatros, um dos três respeitáveis gêmeos construídos para a Royal Viking Line, e que hoje navega para a Phoenix Reisen, passou por um susto no dia 24. Enquanto deixava a cidade espanhola de La Coruña, para se dirigir a Le Havre, na França, o navio enfrentou uma tempestade forte. O mar extremamente agitado, fez com que o navio balançasse excessivamente, como visto nas fotos acima.

Não houve o reporte de vítimas ou maiores danos ao navio. O Balmoral, há algum tempo atrás, já tinha sido vítima das fortes ondas, causadas pelo vento, enquanto deixava a cidade.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright José Ricardo Montero.

MSC Divina completa testes no mar com sucesso.

|

O MSC Divina, 12º navio da frota da armadora italiana, está em fase final de acabamento, e prestes a estrear nos mares. Esse colosso de 18 decks, dos quais 13 são dedicados somente aos hóspedes, completou com sucesso seus testes iniciais de três dias de navegação no litoral da Bretanha (França), retornando no último dia 15 ao estaleiro STX France, em Saint Nazaire (FR). As rigorosas avaliações envolveram cerca de 360 profissionais que analisaram mais de 60 características do navio, incluindo desde velocidade até seus níveis de som e vibração. Novos testes serão realizados continuamente até o primeiro grande evento do navio: a tradicional cerimônia de troca de bandeira, que ocorrerá no dia 19 de maio, também em Saint Nazaire.

Já a cerimônia de inauguração acontecerá alguns dias depois, em 26 de maio, no porto francês de Marselha, com presença da madrinha da frota MSC, a atriz compatriota Sophia Loren. Com 333 metros de comprimento, 38m de largura, 140 mil toneladas e capacidade para 4.363 hóspedes, o MSC Divina oferecerá viagens em grande estilo, proporcionando uma atmosfera única de luxo e entretenimento a bordo, com amplos ambientes, como o Pantheon Theatre - com mais de dois mil metros quadrados para 1.603 pessoas; o MSC Aurea SPA, com outros 1,7 mil m² dedicados aos cuidados com o corpo e bem estar dos hóspedes; fitness center; quadra poliesportiva; cassino; discoteca; cinema 4D; simulador de Fórmula 1; bares; além da alta gastronomia que estará presente em seis restaurantes, incluindo um de culinária mexicana. O Divina destacará ainda a Infinity Pool, uma piscina com borda infinita, que proporcionará vista panorâmica do mar.

Toda a infraestrutura dessa embarcação é resultado de mais de dois milhões de horas para sua construção, além de outro milhão de horas dedicadas aos últimos detalhes. O MSC Divina reforça ainda a premissa da MSC Crociere em oferecer os melhores serviços, atendimento e instalações aos hóspedes, seguindo o autêntico estilo italiano da armadora.

Texto (©) Copyright MSC.
Imagem (©) Copyright Jörn Prestier.

F-43, Fragata Liberal, da Marinha Brasileira em Las Palmas de Gran Canaria

|


Bandeira do Brasil na popa. 
 A fragata Liberal, F-43, da Marinha Brasileira, chegou no último dia 24 de Abril em Las Palmas de Gran Canaria, nas Ilhas Canárias, território espanhol no Atlântico. A embarcação faz uma escala técnica na cidade, em sua jornada ao Líbano, onde se juntará a Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), da qual o Brasil faz parte. Em Beirut, capital do Líbano, já se encontra a Fragata União, F-45. A chegada da Liberal está prevista para 11 de Maio, 240 tripulantes estão a bordo.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagem (©) Copyright Berto Garcia.

MSC embarca 204.000 hóspedes na temporada 2011/2012 e bate recorde do setor nos últimos 5 anos

|

MSC Fantasia
Líder do setor no Brasil, a MSC Crociere encerra a temporada 2011/2012 superando suas expectativas. De novembro de 2011 a abril de 2012, a armadora embarcou um total de 204 mil hóspedes na América do Sul, sendo 162 mil brasileiros e 42 mil estrangeiros, a bordo do MSC Orchestra, MSC Musica, MSC Armonia e MSC Opera. Com este resultado, a MSC ultrapassou a marca de 1 milhão de hóspedes embarcados nos últimos cinco anos na América do Sul, registrando assim um recorde conquistado pela primeira vez por uma companhia marítima na região. No total foram embarcados 1.109.900 hóspedes nos principais portos do continente, tais como Santos, Rio de Janeiro, Salvador e Buenos Aires, considerando o período de 2007/2008 a 2011/2012.

Atenta ao perfil e às necessidades e desejos do público em geral, a MSC proporcionou, na temporada 2011/12, mais de 80 roteiros e 350 escalas durante as viagens de seus quatro navios, por praias e cidades de beleza cenográfica, além dos principais destinos do litoral do Brasil, Argentina e Uruguai, exaltando todo o potencial turístico desses locais. As luxuosas embarcações da companhia, de regresso ao continente europeu, realizaram juntas, mais uma vez, a maior temporada regular na América do Sul, além de oferecer também o maior número de opções de viagens em alto mar. Último navio a iniciar sua travessia atlântica, o MSC Armonia deixou o porto de Santos (SP), no domingo (22/04).

Na temporada 2011/12, os navios da MSC visitaram cidades como Santos, Ilhabela e Ubatuba, no litoral paulista; Ilha Grande/Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Búzios e Cabo Frio, no estado do Rio de Janeiro; Recife (PE), Maceió (AL), Salvador (BA) e Ilhéus (BA), no Nordeste; São Francisco do Sul, em Santa Catarina; além de Buenos Aires (AR), Montevidéu e Punta del Este (UR). Os hóspedes puderam também desfrutar de inúmeras excursões terrestres, conhecendo de perto a cultura e os costumes locais com todo o apoio e serviço da MSC Cruzeiros.

Repetindo o sucesso consecutivo dos últimos anos, a MSC Crociere mantém sua frota entre as mais modernas do mundo. Ano a ano, além da liderança, a companhia contribuiu também para estimular o mercado nacional, ampliando a oferta de leitos, com navios modernos que apresentaram ao público todo o luxo, requinte e o autêntico estilo italiano da armadora.

“Esses resultados nos deixam muito orgulhosos e motivados. O Brasil já é o segundo maior mercado para a MSC no mundo e por isso dedicamos muita atenção, planejamento e importantes investimentos no país. Fatores como os atrativos turísticos, demanda e renda per capita maiores propiciam esse cenário extremamente positivo. Apostamos continuamente em trazer algumas de nossas melhores embarcações o que também faz aumentar a predileção dos hóspedes brasileiros por viagens em alto mar e escolher a MSC como sua primeira opção de férias! Mais do que isso, ao oferecermos as melhores opções em serviços e roteiros, também nos aproximamos mais do público e contribuímos de forma direta para o desenvolvimento econômico da região. E não para por aí, pois certamente surpreenderemos ainda mais os brasileiros a partir de novembro de 2012 com grandes novidades! A vinda de dois novos transatlânticos, o MSC Fantasia, o maior e mais belo navio a realizar uma temporada completa no Brasil, e que conta com o conceito exclusivo do MSC Yacht Club, e o MSC Magnifica, a embarcação mais nova da frota MSC, além da volta do MSC Orchestra, agora com roteiros a partir do Rio de Janeiro, fará com que nossos hóspedes tenham uma temporada de cruzeiros ainda mais especial e inesquecível”, reforça Adrian Ursilli, Diretor de Marketing e Comercial da MSC Cruzeiros no Brasil.

Texto (©) Copyright MSC.

Imagem (©) Copyright Sergio Ferreira.

Projeto de cais para cruzeiros em Vitória fica pronto até outubro

|

Grand Holiday, que na última temporada realizou embarques em Vitória, entrando no Porto.
O projeto executivo para a construção do Terminal de Cruzeiros Marítimos, em Vitória, deve ficar pronto até outubro deste ano. A previsão é de que o espaço consiga receber até dois navios de cruzeiros, por vez, com embarcações maiores das que são atendidas hoje no Porto de Vitória.

Até agora, está confirmado que o governo do Estado investiu um pouco mais de R$ 600 mil para a empresa fazer o projeto executivo. Ainda não se sabe quanto vai custar a construção do cais, previsto para ser instalado na Praça do Papa.

"As obras só devem ser executadas a partir do ano que vem. Depois de ser confirmado o custo, por meio desse projeto, vamos atrás da captação de recurso, por meio de financiamento, repasse federal ou parceria privada", frisa o secretário estadual de Transporte Obras Públicas, Fábio Damasceno.

Em setembro do ano passado, o secretário estadual de Turismo, Alexandre Passos, informou que a obra custaria cerca de
R$ 20 milhões, e seria entregue até o fim deste ano.

A expectativa é de que Vitória entre no circuito nacional de navios maiores de cruzeiros. "Tudo ficaria na Praça do Papa, deixando o Centro só para navios comerciais", afirma Damasceno.

Texto (©) Copyright Gazeta Online.
Imagem (©) Copyright Erik Azevedo.

Hapag-Lloyd revela detalhes do Europa 2

|

Futura vista aérea do navio que será inaugurado em Maio de 2013
A Hapag-Lloyd recentemente divulgou algumas novas informações e fotos do interior de seu mais novo navio, o Europa 2 que está sendo construído no estaleiro STX Europe, ou Chantiers de l'Atlantique, em St. Nazaire, na França.
Átrio
Restaurante Weltmeere
O navio apesar do nome, não será exatamente um sucessor ao atual Europa, de 1999, que continuará navegando pela companhia por período indefinido. O novo Europa terá sua construção terminada em Maio de 2013, e deverá ultrapassar os padrões de luxo do atual, se tornando o navio mais luxuoso do mundo.
Restaurante Tarragon
Restaurante Elements
Ele terá capacidade para 516 passageiros, e 225 metros de comprimento, além de 40 mil toneladas e 26 metros de largura. Todas as suas 251 cabines terão varanda com vista para o mar, sendo que duas delas, suas maiores suítes, terão 114 m².
Teatro
Club de Jazz
A Hapag-Lloyd Cruises, companhia alemã tradicional, hoje parte do grupo TUI Ag (assim como a TUI e a Thonsom Cruises opera atualmente uma frota de 4 navios. Opera focada no mercado alemão, mas pretende ter o inglês também como língua a bordo nos próximos anos. É uma companhia que opera navios extremamente luxuosos mundialmente. E ocasionalmente faz escalas no Brasil, principalmente na região Norte com seus navios de exploração Bremen e Hanseatic.
Salão
A piscina principal
Columbus 2, ex Insignia

Como noticiado por nós ainda em Janeiro do ano passado (clique aqui para ver) o Columbus 2, ex-Insignia da Oceania Cruises, entrou em serviço pela Hapag-Lloyd no dia 18, após seu batismo. O navio será fretado pela companhia alemã por dois anos, e depois deverá voltar a frota da Oceania Cruises. Apesar de ter alto padrão, o Columbus 2 atenderá um nicho de mercado abaixo do atendido pelos Europas, como parte da intenção de diversificar sua frota, adotada pela companhia ano passado.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagem (©) Copyright Mer et Marine, Franz Recktenwald e Hapag-Lloyd.

 

©2013 Design por Ray Câmara