Últimas fotos do Fairsky, a.k.a. Sky Princess, Pacific Sky, Sky Wonder ou Atlantic Star

|

Durante a noite no Funchal, Madeira,
em um de seus últimos cruzeiros oficiais.
Entregue em 1984 para a Sitmar Cruises como Fairsky, o Atlantic Star é um dos últimos navios a utilizar o sistema de propulsão por turbinas a gás. Navegou durante muitos anos para a Princess Cruises, e também para a P&O Cruises Australia e para a Pullmantur. Como Atlantic Star para esta última, chegou a vir ao Brasil fretado pela CVC.

Após incêndio, Pullmantur cancela cruzeiro do Zenith

|

Com todos os passageiros do incendiado Zenith já de volta à Espanha, a Pullmantur passou a analisar como prosseguir. O primeiro passo, foi o cancelamento do cruzeiro que partiria em 1º de Julho, para poder realizar uma avaliação mais extensa do dano causado pelo fogo, que queimou parte da casa de máquinas do navio na madruga de ontem

Zenith em Santos em fevereiro. 
Na ocasião, a companhia fretou ônibus e aviões para deslocar os passageiros de Marghera, para onde o Zenith foi rebocado, para o aeroporto de Veneza, e depois de volta à Espanha. Não há feridos entre os 1,672 passageiros, que são, em sua maioria de origem espanhola e portuguesa; havia também um grupo de 50 brasileiros, segundo o portal UOL.

O fogo foi detectado enquanto o Zenith navegava entre as cidades de Veneza e Ravenna. Danificado, o navio ficou à deriva até a tripulação o ancorou a cerca de 31 km de seu último porto, Veneza. Além da falta de propulsão, o incêndio fez com que os geradores principais parassem de funcionar, e foi necessário acionar os auxiliares, de emergência. Estes, porém, não restauram todos os serviços de bordo, e por várias horas, os passageiros e tripulação ficaram sem energia, internet, água corrente e ventilação. 

Segundo relatos, dois tripulantes tiveram ferimentos leves ao extinguir o incêndio, o que levou algumas horas para ocorrer. Ainda segundo relatos, a situação a bordo não é ideal; somente os cerca de 600 tripulantes permanecem a bordo do navio que continua sem serviços básicos. Mesmo assim, a Pullmantur só autorizou que seus funcionários passem uma horas por dia em terra, ainda que estes estejam ociosos a bordo. 

Horizon, que é gêmeo do Zenith.
A companhia informou ainda ontem que está pro- cessando os reembolsos de gastos com transporte e o valor total pago com o cruzeiro para os passageiros que foram levados de volta a Espanha, e ainda acrescentou que providenciará um desconto de 25% em cruzeiros futuros com a companhia. Já quem iria embarcar no dia 1º, além da opção de cancelamento e reembolso total, tem a opção de embarcar em qualquer outro roteiro da companhia espanhola publicado no catálogo de 2013, ou transferir seu cruzeiro para um roteiro do Horizon, da Croisières de France, com partida no próximo dia 30.

O Zenith deverá ser reparado no estaleiro italiano Fincantieri, que possui uma de suas filias em Marghera. Os cruzeiros do dia 7 e 15 de Julho estão a princípio mantidos, e serão realizados normalmente. Em Dezembro, o Zenith estará novamente no Brasil para mais uma temporada sul-americana; desta vez, com base no porto argentino de Buenos Aires, mas também com embarques em Santos e Rio de Janeiro. Antes, porém, passará por uma intervenção em doca-seca em Marselha, França, onde ganhará as cores da CDF, companhia para qual operará a partir de 2014.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Desconhecido e Daniel Capella.

Temporada 2012/2013 transportou 732 mil passageiros

|

MSC Fantasia, maior navio da temporada 2012/2013.
A Temporada de Cruzeiros Marítimos 2012/2013, finalizada no último mês de abril, transportou 732.163 turistas no Brasil, segundo a CLIA ABREMAR Brasil. Esse número representa 3,66% do total de pessoas que viajaram em navios, mundialmente, durante a temporada. De acordo com a Cruise Lines International Association (CLIA), representante global do turismo marítimo, essa população deve chegar a 20,3 milhões de cruzeiristas transportados em 2012.

Os mais de 732 mil cruzeiristas viajaram pela costa brasileira em 15 embarcações, o equivalente a 6,78% de toda a frota em operação no mundo, que soma 221 navios.

Texto (©) Copyright CLIA ABREMAR.
Imagens (©) Copyright Daniel Capella.

Parabéns, você é o visitante 750,000!

|

Blog em Outubro de  2011.
Não, não estamos tentando enganar nossos leitores com falsos prêmios, apesar dos prêmios (reais) estarem também em pauta. A idéia desta postagem é relatar o novo número de visualizações atingido pelo blog na manhã do dia 19 de Junho, poucas horas após seu aniversário de 47 meses (a primeira postagem do blog foi ao ar na madrugada de 18 de Junho de 2009). Neste dia, o contador do Google atingiu o expressivo número de 750,000 visualizações individuais de página, o que deve colocar o blog WorldCruises.com como a maior mídia relacionada a exclusivamente a cruzeiros marítimos do Brasil, e também uma das maiores do mundo.

O Blog se aproxima de algo inédito em seus quase quatro anos de vida: uma reformulação de aparência. Em Agosto, entrará no ar o novo site, que já está sendo elaborado por um webmaster de Santos, terá novas funcionalidades, e tornará mais moderno e profissional o conteúdo do blog. Além disso, ele possibilitará outra importante mudança, o acréscimo de espaço para anúncios patrocinados. O lucro destes terá fundamental participação no futuro do blog, já que será revertido para o próprio; pretendemos com esse capital realizar matérias especiais desde a Europa, por exemplo, e melhorias ao blog e equipamentos como um todo.

Além de sortear prêmios (prêmios de verdade...) em nossa página do Facebook! Página, aliás, que recentemente atingiu 800 seguidores, e continua crescendo. Em todo caso, se você ainda não a conhece, não perca, clique aqui para visualizá-la, e não deixe de curti-la. Além de atualizações sincronizadas com o blog, a página possui todo o nosso banco de imagens, que hoje conta com, por exemplo, os interiores de mais de 20 navios. Não é preciso ter conta no Facebook para acessar a página; as fotos estão acessíveis a qualquer computador com acesso a internet.

Enquanto preparamos o site, que deverá estar no ar até o aniversário do blog, em 18 de Agosto, buscamos um ajudante de marketing, que possa negociar com possíveis interessados contratos de publicidade. A princípio, não é necessária experiência para o cargo, que será remunerado. Estamos também, aceitando consultas sobre os espaços a serem negociados, e abertos a qualquer contato, não só relacionado a estes assuntos, que pode ser feito pelos nossos e-mails (danielp.capella@gmail.com e world.cruises1@gmail.com).

Vision of the Seas em cabeçalho de 2012, o navio é um dos
navios apresentados nos álbuns do facebook.
Lembramos que nosso blog é único no Brasil. Com uma média de 800 visua- lizações de página por dia, e cerca de 24 mil por mês, o blog tem um público específico, especialmente interessado no mercado dos cruzeiros e em seus serviços e ramificações. Somos o maior portal relacionado a esta atividade no país, e também um dos maiores em língua portuguesa. Possuímos editores e contribuintes em várias partes do mundo, e temos uma equipe completamente envolvida na atividade, que traz, muitas vezes, notícias em primeira mão e exclusivas.

E assim seguimos, procurando, cada vez mais elevar a qualidade (mas não consequentemente a quantidade) e a profissionalidade de nossos serviços. E até agora, só temos a agradecer a nossos leitores, que continuam conosco, interessados na indústria de cruzeiros mesmo com a súbita queda da atividade no país.

Companhias de cruzeiros fluviais perdem milhões com inundação européia

|

Na última semana as companhias de cruzeiro fluvial começaram a calcular o valor dos reembolsos e dos prejuízos acumulados por conta das inundações do centro europeu. As empresas tentaram também realocar as centenas de alterações da reserva e analisar as dezenas de cruzeiros fluviais cancelados, na sequência de algumas das piores inundações na Europa Central em décadas. As companhias querem fazer um balanço dos milhões de dólares em perdas que surgiram na sequência da inundação.

Um nível atípico de chuvas no início de junho fez com que os níveis de água dos rios da Alemanha, a República Checa, Eslováquia, Hungria e Polônia transbordassem seus leitos. As chuvas forçaram as populações locais a evacuar as cidades, que ameaçaram submergir, criando um pesadelo logístico para empresas de cruzeiros fluviais que foram forçadas a cancelar e alterar itinerários de cruzeiros ao longo dos principais rios, como o Danúbio.

"Esta é a pior enchente que experimentamos nos 20 anos que se vêm operando cruzeiros fluviais", disse Guy Young, presidente da Uniworld Boutique River Cruise Collection. "Essa enchente histórica e o impacto sobre nossos cruzeiros foram, certamente, uma anomalia." Young estimou que a Uniworld será forçada a amortizar mais de US $ 5 milhões em receitas perdidas devido à inundação, que ele disse ter afetado sete embarcações, cancelando cinco cruzeiros de sua empresa.

O desafio não foi só lidar com a situação inconstantemente dos rios e navios e passageiros afetados, mas também com as conseqüências financeiras de ter que voltar a acomodar e remanejar centenas de passageiros ao mesmo tempo, oferecendo-lhes reembolsos e futuros créditos de cruzeiro.

Até 13 de junho, a Avalon Waterways tinha cancelado oito partidas desde 1 de Junho e fez várias mudanças de itinerário adicionais. A maior parte da frota européia da Avalon foi afetada de alguma forma pelas enchentes, que por sua vez teve um impacto sobre aproximadamente 1.000 viajantes, de acordo com Patrick Clark, diretor da Avalon.

Mas isso é apenas o início do problema. As companhias não só cancelaram os cruzeiros, como perderam receitar ao oferecer aos passageiros uma compensação adicional, geralmente na forma de um crédito futuro cruzeiro US $ 500. Para cruzeiros que não foram canceladas, mas tiveram seus itinerário alterados, as empresas tiveram que adicionar infraestrutura de terra ou adaptar locais acessíveis em destinos que estão incomunicáveis ​​por águas altas, além de oferecer também compensações aos passageiros destas viagens.

"A contabilidade é a última peça do nosso longo quebra-cabeça", disse Clark.
Texto (©) Copyright Travel Weekly.
Imagens (©) Copyright Rui Minas Agostinho.

Zenith sofre incêndio na casa de máquinas e fica sem propulsão

|

O Zenith, da companhia espanhola Pullmantur, sofreu um incêndio enquanto viajava entre Veneza e Ravenna, ambas na Itália, às 3h48min, no horário local. O fogo iniciou-se na casa de máquinas da embarcação, e se alastrou pelos motores, sem deixar a área técnica, não acessível a passageiros. A Pullmantur informou que não há feridos a bordo, e que acredita-se que o fogo tenha origem em um mal funcionamento técnico.

Como medida de precaução, o capitão do navio ordenou que seus passageiros seguissem às Muster Stations em áreas abertas da embarcação. O incêndio, porém, foi rapidamente extinto pelos tripulantes da equipe de combate a incêndios, e os passageiros liberados para voltar as suas cabines. Após o ocorrido, os motores do navio passaram a não funcionar, e a tripulação decidiu fundeá-lo, para esperar socorro.

Neste momento, o Zenith encontra-se a caminho do Porto de Marghera, local mais próximo ao navio. Quatro rebocadores encontraram o navio há algumas horas, onde esteve fundeado, a cerca de 17 milhas náuticas de Veneza. A Pullmantur informou ter fretado seis aviões para retornar à Espanha os cerca de 1,600 passageiros e 600 tripulantes, que estão no momento a bordo. Uma vez em Marghera, o Zenith será recebido por Gonzalo Chico Barbier, CEO da Grupo Pullmantur e equipe, que se deslocou à cidade italiana para receber os passageiros.

A Pullmantur é, desde 2006, uma empresa do grupo Royal Caribbean, e atualmente opera o Zenith e outros três navios. O Zenith é um dos mais novos da frota, com cerca de 20 anos, foi construído no estaleiro alemão Meyer Werft, e tem capacidade para 1,752 passageiros em ocupação máxima. Realizava um cruzeiro pelo Adriático, onde fará roteiros até meados de Novembro, quando entra em doca seca antes de partir para a América do Sul. A partir de 2014 operará para a CDF, marca francesa da Pullmantur/Royal.

Em 2009, enquanto viajando pelo Báltico, o Zenith já havia sofrido um suposto incêndio, que levou a sua evacuação, clique aqui para ver. Para a atual viagem, a Pullmantur confirmou que  irá devolver o valor pago a seus passageiros pelos cruzeiros, e o que for gasto pelos passageiros com transporte de retorno as suas cidades de origem.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagem (©) Copyright Paavo Karkkainen.

Fernando de Noronha BCR 2013/2014

|

Desde meados da década de 1990, o Arquipélago de Fernando de Noronha foi um destino regular para navios de cruzeiro durante a temporada brasileira. Os cruzeiros na região foram um sucesso até que em 2012/2013, foram simplesmente abandonados pela única empresa que operava por lá, a CVC/Pullmantur, por conta de flutuações do mercado, que deixaram a empresa sem navios para suprir todos seus roteiros.

Para ver fotos do interior do Louis Aura,
clique aqui.
Nesse ínterim, a BCR - Brazilian Cruises Reprentation -, empresa de mais de vinte anos de tradição, viu uma oportunidade. Há anos atuando em parceria com a própria Pullmantur, e anteriormente com a CVC, a BCR decidiu então atuar por conta própria, e sair dos bastidores. A empresa sempre foi a responsável por viabilizar a operação na região, possuindo as autorizações do Ministério Público Federal e órgãos reguladores ambientais para tal. Tanto, que antes da parceria com a CVC e mais tarde com a Pullmantur, a BCR fretava navios por conta própria para operar, em Noronha, e não só, mas também no sudeste, com navios como Funchal e Princess Danae.

A idéia era viabilizar mais uma vez o fretamento de um navio para operar em roteiros semelhantes aos operados pelo Ocean Dream na última temporada que este navio realizou no Nordeste, em 2011/2012. A operação ocorreria já na temporada seguinte, 2012/2013, mas as características específicas exigidas de um navio para a operação em Fernando de Noronha acabaram dificultando as negociações, e adiando os planos. A história foi diferente este ano, quando a empresa conseguiu viabilizar o fretamento do Orient Queen, da Louis Cruises, que será em breve renomeado Louis Aura, e virá ao Brasil já com esse nome. 

Logo da empresa.
Com capacidade para até 700 passa- geiros, o navio tem a dimensão ideal para operar na região, e chegará em Recife em 28 de Novembro deste ano, para iniciar sua temporada pelo Nordeste que terá escalas em Recife, Natal, Fernando de Noronha, Fortaleza e no Porto de Cabedelo (João Pessoa), serão, até 30 de Março de 2014, oitenta e oito escalas nestes portos, sendo Recife, Natal e Fernando de Noronha as localidades mais visitadas com 23, 21 e 21 escalas, respectivamente. Recife será o porto-base do navio, mas também será possível embarcar em quase todas os portos de escala, para os cruzeiros que variam entre 2 e 7 noites. A bordo, o sistema será o semi-incluído, que inclui cinco refeições de cozinha internacional, adaptadas ao paladar brasileiro, e bebidas alcoólicas e não alcoólicas durante as refeições.

A previsão da empresa é transportar entre 14,000 e 16,000 passageiros na temporada que terá pouco mais de quatro meses. Para isso, além de vender pacotes por conta própria, também os disponibilizará através da CVC, que inclusive lançou um hotsite com detalhes do navio e roteiros. Quem adquirir os pacotes, que podem ser divididos em até 8 parcelas, ganhará gratuitamente dois passeios em Fernando de Noronha, um terrestre e um marítimo, as demais excursões são opcionais e pagas a parte. 
O Louis Aura foi inaugurado em 1968, para a então Norwegian Caribbean Line, hoje Norwegian Cruise Line, na época ainda administrada pela família Kloster, que havia fundado-a pouco antes. Após ser vendido, na década de 90, passou por outros operadores, como a Festival Cruises, e desde 2006 opera para a cipriota Louis Cruises. Com 15,781 toneladas, já esteve no Brasil em 2009/2010, sua já citada capacidade é de 700 passageiros. O navio, que foi reformado no começo dos anos 2000, e apresenta ótimas condições de conservação opera nas Ilhas Gregas, em roteiros de três e quatro noites, durante grande parte do ano. Fotos dos seus interiores estão disponíveis neste link.

A BCR, fundada em Outubro de 1992, é uma empresa sediada em São Paulo, com filiais em Recife (atualmente desativada) e Fernando de Noronha. Foi pioneira no mercado de cruzeiros brasileiro, ao fretar navios como o Funchal, o Princess Danae e o Seawind Crown e trazê-los ao Brasil no final dos anos 90, e mais tarde em 2004, quando seu Diretor Presidente, Milton Sanches montou o Departamento Marítimo da CVC (que chegou a ter seis navios no Brasil em uma única temporada), o qual dirigiu até o ano passado. Milton, que também está a frente do atual projeto da empresa, é formado em direito na USP e ainda fundou a Mappin Turismo, e foi conselheiro da ABAV. Além disso, participou ativamente da fundação da BRAZTOA e da ABREMAR, atualmente CLIA ABREMAR.

Para 2014/2015, os projetos da empresa são ambiciosos. Além de manter a operação em Noronha, a BCR pretende voltar ao Sudeste, com viagens a partir de Santos, duplicando sua movimentação de passageiros. A esse respeito, veja em breve no blog WorldCruises.com mais detalhes. 

Agradecemos a Milton Sanches pela contribuição com a matéria. 

Texto (©) Copyright Daniel Capella
 Imagens (©) Copyright Ana Rita Pedroza e BCR.

MSC aposta em cruzeiros temáticos consagrados na temporada 2013/2014

|

MSC Opera durante temático Baila Comigo de 2008.
A próxima temporada de cruzeiros será um grande atrativo para quem quer sair da rotina e aproveitar as férias de uma forma diferente. Com o objetivo de envolver os hóspedes nas mais diversas atividades, a MSC Cruzeiros apresenta quatro roteiros temáticos: Qualidade de vida, Beleza Sem Fronteiras, Baila Comigo e Mar em Ação.

A bordo do MSC Preziosa, o maior navio a navegar por mares brasileiros, os hóspedes poderão desfrutar de dois temáticos, o Qualidade de Vida e o Baila Comigo, sendo o primeiro destinado a quem busca manter o equilíbrio e quer aproveitar os dias de folga em paz com a mente e o espírito gozando de momentos de lazer nas mais belas praias do Nordeste e conta com aulas de ioga ao pôr do sol, meditação, alongamento, hidroginástica, jogos, caminhada e técnicas de massagem.

MSC Magnifica
Para quem gosta de dançar ou deseja aprender alguns passos de um ritmo novo, a armadora promete transformar seu navio em uma enorme pista de dança com o temático Baila Comigo. Além de aproveitar toda a programação de cada um dos eventos, os hóspedes podem aproveitar de toda a infraestrutura como cinema 4D, piscina de borda infinita, o maior tobogã de navios de cruzeiros com um trecho que sai da área da embarcação e passa por cima do mar, dois restaurantes da famosa rede Eataly, além do exclusivo MSC Yatch Club, a primeira classe do navio com restaurante, bar, lounge e piscina exclusivos, serviço de mordomo 24 horas, suítes luxuosas, elevador privativo de acesso ao MSC Aurea Spa, excursões personalizadas, serviço de concierge e muito mais.

O cruzeiro Beleza sem Fronteiras ocorrerá em um navio já conhecido do público brasileiro, o MSC Magnifica, e é focado nos cuidados estéticos e no bem-estar com uma programação voltada para as áreas de saúde e beleza, apresentando as principais tendências mundiais em tratamentos e produtos. O mesmo transatlântico ainda receberá o Mar & Ação, ideal para quem gosta de malhação e atividades físicas e que poderá desenvolver diversas ações voltadas para a prática de exercícios durante todo o roteiro.

Nesta embarcação, a mais nova da classe Musica, além de toda a programação normal de cada temático, é possível desfrutar de suas particularidades como boliche, sports bar com bilhar, cinema interativo 4D, jogging, centro esportivo, SPA, salão de beleza, academia, teatro, cassino, discoteca, bares, restaurantes, piscinas, hidromassagens, entre outros.

Os pacotes podem ser adquiridos através de agentes de viagem parceiros da MSC Cruzeiros. Para mais informações acesse www.msccruzeiros.com.br.

Texto (©) Copyright MSC.
Imagens (©) Copyright Daniel Capella.

Temporada 2013/2014 começará em Novembro

|

Costa Fascinosa e Splendour of the Seas
em Santos. 
A temporada de Cruzeiros Marítimos 2013/2014, com início previsto para o mês de novembro, terá, até abril de 2014, a presença de 13 navios no litoral do país. A expectativa da CLIA Abremar Brasil (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos) é de que 668 mil passageiros aproveitem 242 roteiros de viagens.

A oferta será 12,33% menor se comparada aos 762 mil leitos disponíveis na temporada 2012/2013. “Neste ano, o setor de Cruzeiros Marítimos ainda enfrentará alguns desafios conhecidos, como os altos custos e infraestrutura portuária precária, o que leva à queda de movimento. Mas esses assuntos ainda serão bastante debatidos pela Associação, que tem se empenhado para alcançar as respectivas soluções”, afirma Ricardo Amaral, presidente da Clia Abremar Brasil.

Na próxima temporada, serão 13 navios na costa do país: Costa Fascinosa, Costa Favolosa (base na Argentina)  Grand Celebration (base na Argentina), Grand Mistral; MSC Magnifica, MSC Orchestra, MSC Poesia (base na Argentina)  MSC Preziosa; Empress, Sovereign, Zenith (base na Argentina); Splendour of the Seas; e Louis Aura (Orient Queen).

Texto (©) Copyright CLIA Abremar.
Imagens (©) Copyright Daniel Capella.

Interiores Louis Aura (Orient Queen) no Brasil

|

Entregue em 1968, o Louis Aura, ex-Orient Queen é um dos mais antigos navios a operar atualmente. Foi um dos primeiros navios a adotar o design mais moderno que até hoje os navios de cruzeiro utilizam. Construído para a Norwegian Cruise Line, atualmente opera para a Louis Cruises, e esteve no Brasil na temporada 2009/2010, quando as fotos desta matéria foram tiradas. 

Ibero Cruzeiros realizará embarques em Itajaí e São Francisco do Sul

|

Para ver fotos do interior do Grand Mistral, clique aqui
O Grand Mistral, da Ibero Cruzeiros, empresa espanhola pertencente ao Grupo Costa, terá embarques e desembarques de passageiros no terminal marítimo de Itajaí (Santa Catarina) durante a temporada 2013/2014 na América do Sul. Será a terceira operação seguida da companhia marítima neste porto.

Os cruzeiros saem de Itajaí entre janeiro e março de 2014 (incluindo o roteiro de Carnaval) e têm duração de oito noites. Da cidade catarinense, os hóspedes da Ibero visitam os destinos de Santos, Rio de Janeiro, Buenos Aires e Montevidéu. Também está confirmada a realização de um cruzeiro de São Francisco do Sul no dia 27 de janeiro. Ao todo, oito roteiros partem dessa região.

“A cada temporada buscamos facilitar o acesso de nossos hóspedes aos navios. No próximo verão não será diferente. Os passageiros provenientes do Sul do país têm, mais uma vez, essa alternativa para alcançar os cruzeiros da Ibero. Eles não precisam ir até Santos ou Rio de Janeiro”, reforça Claudia Del Valle, gerente de Vendas e Marketing da Ibero Cruzeiros.

A bordo dos navios da Ibero, os hóspedes têm direito ao Ibero Inclusive, pacote de bebidas (água, refrigerante, cerveja, vinho tinto e/ou branco) no almoço e no jantar e podem ainda participar da famosa “La Noche Blanca”, animada festa noturna realizada no deck externo das embarcações. Durante o dia, os destaques ficam por conta das aulas de dança de salão e das atividades de fitness ministradas por profissionais brasileiros renomados.

Para a temporada 2013/2014, todas as saídas do Sul do país contam com a vantagem do segundo passageiro grátis para reservas efetuadas na mesma cabine. Esse benefício é válido até o próximo dia 30 de junho. Além disso, os hóspedes que viajaram pela Ibero no verão 2012/2013 garantem 10% de desconto nos cruzeiros pela América do Sul em 2013/2014.

Intimista e com clima despojado, o Grand Mistral tem capacidade para 1.700 passageiros e apresenta 624 cabines com decoração sofisticada. A embarcação reúne ainda um deck amplo, três piscinas, duas jacuzzis, três restaurantes (um deles é exclusivo para os hóspedes acomodados no deck 10), quatro bares, teatro, cassino, discoteca, salão de jogos, parque infantil e campo esportivo. Além do Grand Mistral, o navio Grand Celebration estará na temporada 2013/2014 na América do Sul.

Texto (©) Copyright Costa.
Imagens (©) Copyright Daniel Capella.

Mariner of the Seas ambientando-se na Ásia

|

Pela primeira vez em Port Klang, Malásia.
Estreando em Singapura.
Lojas passando por alterações na Promenade. 
O Mariner of the Seas já está na Ásia há algumas semanas, e enquanto realiza seus primeiros cruzeiros pela região, vai realizando escalas inaugurais e se adaptando ao mercado local. Esta semana, chegou pela primeira vez a Shangai, na China; lá, recebeu uma obra arte característica do país, personalizada com uma imagem do navio da Voyager Class da Royal Caribbean International. Enquanto isso, a bordo, a equipe de manutenção se juntou a uma equipe de reforma que está modificando alguns dos ambientes a bordo para adaptar o navio a realidade e gosto dos asiáticos, algumas áreas, principalmente nos arredores e na própria Royal Promenade estão cercadas para receber as melhorias.

Bar Boleros, fechado para reforma. A área será adaptado ao mercado asiático.
Costa Atlantica e Mariner of the Seas juntos em Singapura. 
Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Cruise in Asia (facebook), Royal Caribbean Asia e Royal Caribbean Unofficial Blog.

Praticagem Milionária - custo no Brasil é até 2789% mais caro em outros países

|

MSC Magnifica aguarda lancha da praticagem, em Santos. 
As operações de manobra de entrada e saída dos navios em portos, serviço conhecido como praticagem, apresentam, no Brasil, custos extremamente elevados.

A taxa, que já está se tornando uma limitadora para a vinda de Cruzeiros Marítimos ao Brasil, deverá agora ser monitorada pela Comissão Nacional de Praticagem. A medida faz parte das mudanças que o governo pretende fazer no setor portuário e visa acabar com o monopólio e redefinir o preço do serviço prestado de acordo com uma metodologia clara quanto ao tamanho do navio, tipo de carga e questões meteorológicas.

Uma das lanchas da praticagem. 
Um levanta- mento da ABREMAR (Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos) mostra a diferença de valores cobrados nos principais portos do mundo. Entre os mais caros estão os portos de Salvador, Santos, Ilhabela e Rio de Janeiro, que chegam a custar, respectivamente, 2789%, 1080%, 892% e 521% a mais que o porto de Barcelona, na Espanha. Os valores foram considerados para as duas manobras de escala (entrada e saída) para navios com 137 mil toneladas – veja tabela completa abaixo.

A praticagem, na maior parte dos portos mundiais, é tarifada e regulada por órgãos do governo, e não há variação de cobrança entre companhias, mesmo com navios de mesmo tamanho e manobras similares – o que acontece no Brasil.

Com tudo isso, o país acaba perdendo competitividade para regiões da América do Sul que operam taxas mais atrativas, como Valparaíso (Chile) e Montevidéu (Uruguai). Além disso, também perde navios e turistas para mercados emergentes no setor de Cruzeiros Marítimos, como Pequim (China) e Sidney (Austrália).

Este último, além de apresentar taxas extremamente mais atrativas que as brasileiras, ainda possui clima similar ao nosso e extenso litoral, tomando conta de um lugar, no verão do Hemisfério Sul, que já foi do Brasil.

Texto (©) Copyright CLIA ABREMAR.
Imagens (©) Copyright Daniel Capella.

Road Show Costa 2013: roteiros, novidades, nova forma de pagamento, novas categorias de cabine, pacotes all-inclusive e mais.

|

Na passagem por Santos de seu road show anual, a equipe da Costa Cruzeiros, além de premiar as agências que mais venderam para a última temporada, também falou aos agentes de viagem sobre a companhia, e as principais novidades e mudanças para a próxima temporada.
Diego Tancler, executivo de vendas da Costa Cruzeiros. Para ver mais fotos do road show, clique aqui
Segundo eles, a Costa Crociere passa no momento por uma fase de reformulação e reafirmação, após o ocorrido com o Costa Concordia em 2012, que levou a marca a se reposicionar, tanto no sentido da segurança como no sentido operacional. Essas mudanças, se traduziram, em um primeiro momento, no deslocamento de boa parte da frota para a América do Sul, exemplificada pela temporada 2012/2013, além da adoção de novos protocolos e medidas de segurança, para evitar ao máximo que qualquer evento negativo possa vir a se repetir.

Diego durante a apresentação, que aconteceu
em Santos. 
Agora, a tendência é inversa, o foco voltou a ser a Europa, representada principalmente pela Itália, que voltará a ter a maior parte da oferta da companhia - mesmo durante o inverno europeu, época da temporada brasileira de cruzeiros. Sendo assim, na próxima temporada, a 2013/2014, a Costa terá apenas dois navios de sua frota no Brasil. Apelidada pela companhia de "The Best of Costa", a temporada trará ao Brasil os dois maiores e mais novos navios da empresa, Costa Fascinosa e Costa Favolosa, que realizarão roteiros com embarque em Buenos Aires, Rio de Janeiro e Santos.

Como já detalhado por nós, o Fascinosa será o responsável pelos embarques em Santos, para roteiros de 6 e 8 noites, para a Bahia e o Prata, respectivamente. Já o Favolosa ficará baseado em Buenos Aires, mas dividirá seus embarques com o Rio de Janeiro, oferecendo roteiros mais longos com destino ao Prata e as praias do Sudeste. O destaque, porém, serão os roteiros fora do Brasil, como lembrado por Diego Tancler, que realizou a apresentação. Um deles, é a volta ao mundo, que é realizada anualmente no Costa Deliziosa, e esse ano também será feita pelo neoRomantica, com um roteiro diferenciado que passará pelo Brasil.
Carla Marin, também executiva de vendas da Costa, fez parte da equipe que promoveu a noite no Hotel Mendes Plaza. 
Ambas as voltas ao mundo possuem cerca de 100 noites em seus roteiros completos, mas podem ser divididas em partes diferentes, em trechos de cerca de 30 noites, que recriam as rotas de grandes navegadores como Cristovão Colombo e Marco Polo. Em 2015, será a vez do Deliziosa realizar escala no Brasil durante o roteiro de volta ao mundo, que será pelo primeira vez desde que retomado há alguns anos alterado. Em 2013/2014, além de América do Sul e Europa, a Costa também possuirá navios com partida de Dubai e roteiros para o Oriente Médio, no Caribe, nas Ilhas Canárias, na Ásia e Mar Vermelho.

Ganharam destaque também as mudanças estruturais da companhia. A forma de cobrança dos cruzeiros, e a classifi- cação das categorias de cabine passarão por totais reformulações para a próxima temporada. Polêmica, a mudança na forma de cobrança é válida somente para compras a partir de 1 de dezembro de 2013. Essas viagens poderão ser adquiridas com qualquer antecedência, como é de praxe, porém, terão um prazo para pagamento diferente e dependente da data em que foram compradas. Em outras palavras, quem optar por pagar a viagem em parcelas, terá o número possível dessas alterado de acordo com a data em que adquiriu a viagem.

O número máximo de parcelas continua sendo 10, porém, o número está sujeito a uma condição: a viagem precisará estar completamente quitada 31 dias antes da partida do cruzeiro. Ou seja, quem adquirir um cruzeiro para Janeiro de 2014 hoje, só poderá dividir seu cruzeiro em seis parcelas (contando com entrada). Além disso, os cruzeiros agora serão cobrados em reais, não mais em dólares como tradicionalmente. As tarifas precisarão ser pagas com cartões de crédito internacionais, não existindo mais a opção de pagamento por boleto e cheques, e a companhia oferecerá um desconto de 10% do valor total da compra para cobrir os gastos com o IOF.
Novas Categorias de cabines. 
Todos os navios da Costa no Brasil contarão com o Samsara
Spa na próxima temporada. 
Outra parte que passou por mudança foi a das categorias de cabines. A medida, que reduz a três categorias, Classic, Premium, Samsara e Suite, tem como objetivo simplificar o sistema de divisão dos camarotes. Cada uma das categorias terá, porém, subdivisões, em relação a sua posição (internas, externas, com varanda). As cabines Classic, mais baratas, são as localizadas nos andares mais baixos do navio, com todas as características anteriormente oferecidas pela Costa em suas cabines comuns. Já as Premium são privilegiadas em relação a tamanho e localização, ficando, em sua maioria, nos decks mais altos do navio. Além dos serviços tradicionais oferecidos aos clientes das cabines Classic, quem se hospedar em uma cabine Premium também a serviço de quarto gratuito 24 horas por dia, café da manhã na cabine sem taxa adicional, 10% de desconto na reserva de um novo cruzeiro e prioridade na reserva e mudança de turno do jantar nos restaurantes a bordo.

Quem optar pelas Suites terá todos os privilégios das cabines Classic e Premium, e poderá desfrutar das maiores cabines a bordo. Esses passageiros terão também direito a embarque prioritário, serviço de mordomo (com exceção das mini suites) e ainda ganharão um espumante e outros brindes durante a viagem. As cabines Samsara são um caso a parte, com serviços diferenciados, acesso direto ao Spa, restaurante exclusivo, acesso a área do Solarium e piscina de talassoterapia. Além disso, seus passageiros terão direito a dois tratamentos a sua escolha gratuitos no spa, e um pacote de bebidas.
Somente dois navios, Favolosa e Fascinosa estarão no Brasil
Detalhes do pacote de bebidas all inclusive, que também
está presente na Ibero. 
Pacotes de bebida que são outro dos destaques. Já há algum tempo, a Costa adotou os pacotes all-inclusive, que podem ser adquiridos a parte por seus passageiros. Estes pacotes, são cobrados a parte,  e incluem bebidas, entre alcoólicas e não alcoólicas ("exceto as Premium", segundo Diego) tanto nos horárias das refeições como no restante do dia e noite. Para que um passageiro-o adquira, é necessário que todos os outros passageiros que viajam com ele na mesma cabine também o adquiram. O valor do pacote, que é individual, varia de acordo com o número de noites do cruzeiro, já que é cobrado por dia.

Em breve serão anunciados também mais detalhes sobre a temporada 2014/2015 da Costa no Brasil, que já está disponível na Itália e sobre as reformas do Costa Classica e Costa Victoria; atualmente dois dos mais antigos navios da frota. O primeiro, deverá passar por alterações mais profundas, para adaptá-lo melhor a atual condição da frota, que conta, em sua maior parte, com navios modernos (ainda que a idéia não seja criar um neoClassica à exemplo do que foi feito no Romantica), enquanto o segundo,  será adaptado aos gostos do mercado asiático, onde opera, e seguirá operando por mais vários anos.
Alguns dos prêmiados no Jantar com a equipe da Costa, para mais fotos, clique aqui
Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Pedro Henrique Plácido das N.

Zenith virá ao Brasil reformado e com cores da CDF - Croisières de France.

|

Zenith, que teve a chaminé pintada com o novo logo após a temporada brasileira.
A Pullmantur, empresa do grupo Royal Caribbean, foi a última companhia a anunciar sua temporada brasileira 2013/2014, fazendo-o somente em Março, quando a temporada 2012/2013 já estava quase encerrada. A demora foi justificada; foi necessário um replanejamento total da temporada - que a princípio teria quatro navios no Brasil e apenas um no Caribe - após o anúncio da transferência do Zenith, o navio que atualmente está a mais tempo na frota da Pullmantur, para outra subsidiária da Royal Caribbean, a CDF - Croisières de France, e principalmente após o anúncio dos resultados financeiros da companhia espanhola, que representaram grande prejuízo para a Royal Caribbean.
Horizon, gêmeo do Zenith que já opera para a CDF, a aparência dos ex-gêmeos da Celebrity deve ficar semelhante novamente. 
Assim, apesar da temporada sul-americana do Zenith ter sido mantida, a frota na região foi reduzida a três navios, de forma idêntica a temporada mais recente. A mudança ficará por conta dos roteiros e do próprio Zenith, que virá pela primeira vez, apesar de operando ainda pela Pullmantur, com as cores da CDF. No final de 2012, todos os navios da frota passaram por um período de doca seca, que entre trabalhos de rotina e outras alterações, trouxe as novas cores da companhia as embarcações. A exceção ficou por parte do Zenith, que já havia estado em doca-seca há pouco tempo, e acabou tendo as alterações adiadas. Provavelmente também, por já haver nos bastidores da companhia a informação de que o navio poderia ser transferido, o que tornaria, em termos, a mudança nas cores desnecessária. 
Zenith em Santos na última temporada, ainda com o antigo logo e cores.
A data da conversão foi agora confir- mada, além da mudança de cores, que incluirá casco azul e emblemas da CDF, o navio passará por uma pequena reforma, para adaptar seus interiores ao mercado francês, que passará a servir a partir de 2014. Entre as mudanças, estão a mudança da linguagem das sinalizações e mudança de carpetes e estofamentos, e provavelmente a criação ou modificação de alguns ambientes (provavelmente o acréscimo de um cigar bar, modalidade de bar comum na França), como ocorreu com o Horizon no ano passado.
Empress com novas cores da Pullmantur. 
O período em doca se dará entre a segunda quinzena de novembro até o ínicio de dezembro, quando partirá para o Brasil, onde chega em 9 de Dezembro, mais especificamente em Recife. De lá parte para o Rio de Janeiro e Buenos Aires, cidades em que realizará embarques na maior parte da temporada. Mais tarde, em Março, realizará cruzeiros com embarque em Santos, antes de retornar à Europa e estrear pela CDF.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Drago Brdar, Roy Batty, Alexander Portas e Daniel Capella.

Fortes ventos soltam MSC Poesia de cais na Alemanha.

|


O MSC Poesia, que estreará na América do Sul no final desse ano, passou por momentos de tensão no último Sábado durante uma escala em Kiel, na Alemanha. O navio da MSC Crociere havia chegado ao porto alemão onde também realiza embarques, após uma escala em Oslo, na Noruega, durante um cruzeiro pelo Norte Europeu.

Durante a escala, uma rápida, mas intensa tempestade com fortes ventos fez com que algumas das cordas que amarravam o navio ao porto arrebentassem, o que fez com que a popa do navio começasse a se distanciar do porto. A tripulação agiu rapidamente, e com a ajuda dos propulsores conseguiu manter o navio próximo ao cais sem maiores danos, como uma investigação depois confirmou.

Após o ocorrido, a polícia local verificou as cordas utilizadas pelo navio, e constatou que estas eram adequadas e estavam em boas condições. Apesar do susto, o incidente não deixou feridos e nem causou prejuízo ao roteiro da embarcação, que seguiu no mesmo dia para Copenhagen, como anteriormente previsto.

Em 2010, em temporada pelo Brasil, o Melody, também da MSC, passou por episódio semelhante, porém, ao invés de retornar ao porto, acabou seguindo para o porto seguinte (veja matéria da época). Também na América do Sul, o Splendour of the Seas pela mesma situação no mesmo ano de 2010, em Buenos Aires, Argentina.

Texto (©) Copyright Daniel Capella, com informações de Seatrade-Insider.
Imagem (©) Copyright MSC.

Princesa Kate batiza Royal Princess em Southampton

|

O novo Royal Princess, da Princess Cruises foi oficialmente batizado e inaugurado na última quinta-feira. Durante a cerimônia, sua alteza real a Duquesa de Cambridge, também conhecida como Kate Middleton nomeou o navio, cortando a fita que soltou a garrafa de champagne simbólica contra o casco, após pronunciar as famosas palavras típicas de um batismo naval: "Eu nomeio este navio Royal Princess. Que Deus abençoe ele e todos que viajarem nele".

Em sua última aparição solo antes de dar a luz a seu primeiro filho no próximo mês, a duquesa participou de uma cerimônia de batismo de meia hora na frente do navio, no cais de uma Southampton, Inglaterra, parcialmente nublada e com rajadas de vento moderadas. Os cerca de 2.000 participantes receberam capas de chuva plásticas, para o caso de chover.

A cerimônia começou com uma apresentação de gaita de foles da Guarda Irlandesa e uma marcha Royal Band, antes de Middleton chegar em um SUV com motorista. Kate sentou no palanque ao lado do Presidente e CEO da Princess, Alan Buckelew. Como parte da cerimônia, a cantora britânica Natasha Bedingfield ainda fez uma pequena apresentação enquanto os dois conversavam.

Depois de um breve discurso do Buckelew - que disse esperar que o navio seja "familiar e acolhedor", mas também "inovador e emocionante" - e da bênção tradicional, Middleton recebeu uma tesoura cerimonial de duas crianças que representam uma das instituições de caridade que ela suporta e cortou a fita que enviou uma grande garrafa de champagne contra o casco, que quebrou-se satisfatoriamente enquanto confetes azul-e-branco voavam.
A duquesa usava o anel de noivado de safira e diamantes que pertenceu à princesa Diana, mãe de seu marido que havia batizado o Royal Princess original em 1984, também em Southampton. "É uma bela história em termos de vínculos familiares", disse Jan Swartz, vice-presidente executivo de vendas da Princess, em uma conferência de imprensa antes do batismo. "Estamos muito honrados por ela ter aceitado nosso convite. Obviamente a princesa é uma mulher muito ocupada (...) Assim que nós apreciamos ainda mais que ela tenha tido tempo para conferir essa grande honra à nosso navio."

O Royal Princess possui 141.000 toneladas e acomoda 3.600 passageiros em ocupação dupla. Entre suas características mais notáveis ​​estão um átrio muito maior com entretenimento e vários restaurantes e bares, um top-deck que se projeta para o exterior do navio, com piso e paredes de vidro, e varandas em todas as cabines externas. Depois de uma viagem inaugural que teve partida ontem, o Royal Princess irá operar em um roteiro de 12 noites intitulado "Grand Mediterranean" entre Barcelona e Veneza, Um navio gêmeo do Royal, Regal Princess, tem entrega prevista para maio próximo.


Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Princess.

 

©2013 Design por Ray Câmara