CVC trará Oasis of the Seas ao Brasil para temporada 2017/2018

|

Perspectiva artística do Oasis nas cores da CVC
A CVC decidiu mergulhar de cabeça no mercado dos cruzeiros, e irá operar o Oasis of the Seas na temporada brasileira 2017/2018. O acordo entre a empresa brasileira, e a Royal Caribbean International foi revelado no dia de hoje, 1° de abril de 2017. 

O Oasis of the Seas será operado pela CVC durante a temporada brasileira 2017/2018. A grande novidade foi anunciada neste 1° de abril pela empresa brasileira, que tem planos ambiciosos para o mercado de cruzeiros nacional. "Iremos operar o Oasis na costa brasileira por cinco meses, na temporada 2017/2018, mas podemos estender a operação para o ano inteiro de 2018, se o resultado for bom", afirmou Walter Patrão, vice-presidente de vendas e marketing da CVC.

Com o "desembarque aventureiro", passageiro poderá nadar
até o destino visitado pelo navio
Maior navio de cruzeiros do mundo junto a seus gêmeos, o Oasis of the Seas tem capacidade para cerca de 6,500 passageiros e atrações como um teatro de águas dançantes. É propriedade da Royal Caribbean International, que o inaugurou em 2009. "É um navio maravilhoso", diz Walter. "É indiscutivelmente uma grande embarcação. Só estamos pensando em mudar o nome, para ficar de mais fácil entendimento para o brasileiro. Talvez para Palmeiral dos Mares", acrescenta. "Palmeiral soa bem, e é sinônimo de Oásis, pode pesquisar", esclarece ele em tom jocoso.

Os roteiros ainda não foram confirmados pela empresa, mas devem incluir escalas incomuns como Morro de São Paulo, na Bahia. O problema da infraestrutura dos portos nacionais também será resolvido de forma inovadora e incomum. Onde não houver porto ou condições de operação, o navio não oferecerá a opção de desembarque. Em vez disso, fundeará em frente as cidades. "O passageiro poderá ter um gostinho do que é o lugar, vendo de longe, e depois pode comprar um pacote terrestre conosco para conhecer melhor", explica Walter. "Todos saem ganhando desse jeito".

Píer Mauá não poderá ser utilizado para embarques por conta de sua extensa
agenda de eventos, festas, exposições, casamentos e mais
O passageiro poderá também nadar até as praias dos destinos, enquanto o navio estiver fundeado, no que o executivo da CVC chamou de "desembarque aventureiro". "Pensamos também no público fitness nessa operação, então estamos oferecendo essa possibilidade. Vamos disponibilizar trampolins em três diferentes alturas do navio, para o desembarque desses passageiros", diz ele.

Os embarques acontecerão exclusivamente no porto de Santos. "Queríamos usar também o Píer Mauá, no Rio de Janeiro", diz Patrão. "Mas fomos informados pela empresa que administra o terminal, de que todo os seus armazéns e espaços, incluindo o terminal de cruzeiros, já iam ser utilizado por eventos, exposições e festas".

Os planos da CVC são inovadores e também ambiciosos. Além da operação de ano inteiro, a empresa planeja trazer os outros navios da classe Oasis para o Brasil futuramente. "Se der certo nesse primeiro momento - e nós temos certeza que vai dar - iremos trazer os outros navios iguais a esse. Parece tem outros quatro", diz Walter. "Aí, quem sabe, se o Píer Mauá não estiver concentrado nos eventos, possamos fazer embarques por lá também".

Já a Royal Caribbean está entusiasmada em participar do projeto da CVC. Em contato com o site, o porta-voz da companhia, Tim Ganei, contou que a companhia irá distrubuir os passageiros que já tinham reservado roteiros no Oasis no Caribe para outros navios. "O Oasis tinha roteiros a partir de Port Canaveral já agendados, mas nós vamos resolver isso", disse ele.

"Nossa parceria com a CVC e a atuação no mercado brasileiro são muito mais importantes que essa temporada que estava prevista para o Caribe", concluiu Ganei.

Imagens (©) Copyright Daniel Capella e divulgação.

2 comentários:

Anônimo disse...

PRIMEIRO DE ABRIL!!!!!!! kkkkk

Luiz Alberto disse...

REALMENTE É UMA PENA QUE NÃO VENHA, ASSIM COMO O SEASIDE OU MERAVIGLIA DA MSC. QUEM QUIZER VIAJAR NESTES NAVIOS TEM DE IR AOS ESTADOS UNIDOS OU EUROPA.

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara