MSC anuncia dois novos navios de 200,000 toneladas para cerca de 7,000 passageiros cada

|

Confirmando as expetativas e rumores gerados desde o começo da semana, a MSC anunciou hoje a encomenda de mais navios ao estaleiro STX France. Parte de uma nova classe, os navios serão entregues em 2022 e 2024, e serão os maiores da frota, além de próximos dos maiores do mundo. O contrato assinado pela companhia inclui ainda a opção para dois navios adicionais com entrega em 2025 e 2026. 

Conforme adiantado por nós, ontem, a MSC firmou um contrato com o estaleiro STX France para a construção de dois navios de cruzeiro adicionais para sua frota. Protótipos, os navios serão os maiores da frota, e integrarão uma nova classe, chamada temporariamente de World Class. Além do sistema de propulsão a Diesel, os navios serão também movidos a Gás Natural Liquefeito (GNL), e terão capacidade para 5,400 passageiros em ocupação dupla. Em ocupação máxima, o navio deve ser capaz de transportar cerca de 7,000 passageiros em suas 200,000 toneladas de deslocamento.

O contrato prevê que a primeira embarcação dessa nova classe seja entregue em 2022, enquanto a segunda deve ficar pronta em 2024. O documento assinado pela MSC e pelo estaleiro também inclui uma opção para a construção de dois navios adicionais nessa classe, que seriam entregues em 2025 e 2026.

As três novas classes da MSC
Em comunicado enviado a imprensa, que reproduzimos na íntegra a seguir, a companhia revela mais detalhes do contrato e do evento que sacramentou a encomenda, e contou com a presença do presidente francês François Hollande.

"A MSC Cruzeiros, maior companhia privada de cruzeiros marítimos do mundo, com sede na Suíça, e líder nos mercados da Europa, América do Sul e Sul da África, acaba de anunciar a assinatura de uma carta de intenção, junto ao estaleiro STX France, para a construção de até quatro novos navios com mais de 200 mil toneladas movidos a Gás Natural Liquefeito (GNL). As quatro embarcações, sendo a primeira com entrega prevista para 2022, serão construídas a partir de um novo e avançado protótipo e integrarão aquela que será conhecida como a World Class da frota da MSC Cruzeiros. O anúncio foi realizado no Palácio Élysée, na presença do Presidente da República da França, François Hollande, bem como do Fundador e Presidente Executivo do Grupo MSC, Gianluigi Aponte, e do CEO do STX France, Laurent Castaing.

A MSC Cruzeiros é a primeira companhia de cruzeiros marítimos a desenvolver um plano de expansão com essa duração e magnitude, abrangendo um horizonte de doze anos, de 2014 até 2026, contemplando um total de até 11 novos navios. As novas encomendas refletem um investimento adicional de aproximadamente € 4 bilhões, valor que elevará para € 9 bilhões o total investido pela armadora nesse período de pouco mais de uma década.


MSC Meraviglia
Pierfrancesco Vago, Presidente Executivo da MSC Cruzeiros, declarou: “O anúncio de hoje é mais uma prova da nossa visão de que essa indústria apresenta grandes oportunidades de crescimento para o futuro, tanto para nossa marca, quanto para o produto, além de reforçar nosso compromisso de ser a melhor empresa posicionada para aproveitar essas oportunidades ao máximo. Por esta razão, nosso plano de expansão de 12 anos passou a contemplar até 11 novos navios, que iniciarão suas operações entre 2017 e 2026. Além disso, esse anúncio é um reflexo do constante comprometimento com a inovação e, novamente em parceria com o STX France, projetaremos um protótipo inteiramente novo – o sexto da nossa história. Ademais, e pela primeira vez na indústria, o protótipo da nova World Class apresentará – entre outros inovadores elementos – um design revolucionário e futurista que fará do navio um espaço verdadeiramente único nos mares, maximizando os ambientes ao ar livre disponíveis para os hóspedes”.

“Nosso foco em inovação faz com que esse novo protótipo seja incomparável, diferente de tudo que existe na indústria de cruzeiros, e incluirá: maior variedade de amenidades e recursos para os hóspedes, tanto para famílias com crianças quanto para adultos; design revolucionário; a mais avançada tecnologia dos mares; e os mais modernos e avançados recursos disponíveis em tecnologia eco-friendly, por meio de propulsores que utilizam Gás Natural Liquefeito (GNL). Em suma, será um navio para todas as estações e todas as regiões”, completa Vago.

Laurent Castaing, CEO do STX France, comenta: “Acabamos de assinar um acordo sem precedentes com a MSC Cruzeiros, o qual nos dará uma visão da nossa capacidade industrial para os próximos dez anos! Temos um bom relacionamento com a MSC Cruzeiros já há alguns anos e esse novo acordo vem para fortalecê-lo. Já desenvolvemos quatro diferentes classes de navios – Lirica, Musica, Fantasia e Meraviglia – cada uma com quatro embarcações, e agora estamos trabalhando juntos na nova “World Class”. Até 2026, o STX France em Saint-Nazaire terá projetado e construído um total de 20 navios”.

MSC Seaside
“A MSC Cruzeiros vem expandindo sua presença global e sua frota de última geração que combina tecnologia de ponta, conforto e incomparável entretenimento com o menor impacto para o meio ambiente. Para alcançar esse novo patamar de crescimento, a MSC Cruzeiros escolheu o STX France pela nossa inigualável capacidade de engenharia e produção, parte integrante da nossa parceria de longa data – uma decisão que me agrada imensamente”, completa Castaing.

As quatro embarcações contempladas na carta de intenção – duas já encomendadas e mais duas opções – serão entregues em 2022, 2024, 2025 e 2026. Com cerca de 200 mil toneladas cada, contarão com mais de 2,7 mil cabines e capacidade para aproximadamente 5,4 mil hóspedes, em ocupação dupla.

O plano de investimento da MSC Cruzeiros inclui a encomenda de dois navios da Geração Meraviglia e dois da Geração Meraviglia-Plus junto ao STX France, bem como a construção, pelo estaleiro italiano Fincantieri, de até três navios da Geração Seaside. Além disso, esse plano incluiu o Programa de Renascimento, no qual foram investidos € 200 milhões para a revitalização de quatro dos 12 navios da frota, a mais moderna dos mares, também realizada no Fincantieri."

Texto (©) Copyright Daniel Capella e reprodução MSC.
Imagens (©) Copyright MSC. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Tudo de bom! Quem sabe sobre algum para o Brasil,se a crise até lá passar.

Roberto F. Morenno disse...

Acredito que sim. Em meio à crise, a MSC ainda investe na América do Sul, trazendo seu maior navio (MSC Preziosa) tanto em 2017 quanto em 2018.

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara