Investidor norte-americano vive em navios de cruzeiro há 20 anos

|

Maio no passadiço do Liberty of the Seas
"Super Mario", como é conhecido pelas tripulações das embarcações, vive a bordo de navios de cruzeiro em roteiros pelo Caribe, Europa e Atlântico. Trabalhando como investidor, o norte-americano faz da piscina dos navios seu escritório, e  já fez 950 cruzeiros. Em um ano, passa cerca de 350 dias a bordo, realizando temporadas, que vão de semanas a meses, a bordo de diversos navios.

Mario Salcedo decidiu se mudar para navios de cruzeiro e conhecer o mundo a bordo das embarcações. Apesar de manter um apartamento em Miami, nos EUA, o empresário tem navegado durante a maior parte de seu tempo há cerca de 20 anos. 

Anteriormente diretor de finanças internacionais em uma multinacional baseada em Miami, o empresário tem 66 anos. Há 20 anos, quando tinha 46, decidiu que era hora de começar um negócio próprio e queria viajar e conhecer o mundo. Sem saber exatamente como fazer ambos ao mesmo tempo, acabou tendo sua curiosidade atraída pelos navios da cruzeiro, que visitam Miami durante o ano inteiro, e eram visíveis de sua casa na cidade. 

A partir daí, Salcedo encontrou uma forma de conciliar suas duas metas. Passou a morar em navios de cruzeiro, navegando pelo Caribe, Mediterrâneo e Atlântico, enquanto administra seu negócio - uma empresa de investimento - de dentro das embarcações, utilizando a internet de bordo. 

"Eu juntei minhas economias e pensei, como vou viajar pelo mundo agora?", conta Mario ao Sun Sentinel. "Eu fiz um cruzeiro e pensei 'É isso, fui convencido'... E assim acabei 'viciado'. Eu comecei a reservar cruzeiros toda semana, cada uma em um navio, em uma companhia de cruzeiros diferente. (...) Eu viaja em toda companhia, em todo navio, parecia um cigano; itinerante, mudando de navio todo final de semana". 

Mário no FlowRider, o simulador de surfe a bordo dos navios
da RCI com os oficiais da embarcação.
Há 16 anos, no entanto, depois de viajar em diversos navios e cruise lines, Mario decidiu viajar apenas com os navios da Royal Caribbean International, companhia que, segundo ele, atende melhor suas necessidades.  Desde então, viajou em 22 dos 24 navios da frota da companhia, em 850 cruzeiros. Para o futuro, tem cruzeiros reservados até a data que permite o sistema da Royal Caribbean: maio de 2018. 

A bordo dos navios da companhia norte-americana, ele é conhecido como "Super Mario", e ganha internet de graça devido a seu alto status no programa de fidelidade da companhia, o Crown & Anchor Society. Com 6,000 de noites a bordo, está no mais alto nível do programa, o Pinnacle CluB (que exige "apenas" 700 noites a bordo) e gasta cerca de 65 mil dólares por ano para manter sua vida a bordo.

Com o tratamento especial que recebe da tripulação, já passou por experiências úncias com a companhia: chegou a mergulhar em baixo do casco do Navigator of the Seas, inspecionando os propulsores; se vestiu de papai-noel para a festa de natal a bordo do Majesty of the Seas, distribuindo presentes para cerca de 300 crianças; foi entrevistado pelo comandante do Liberty of the Seas, enquanto sentava no próprio assento do comandante Charles Teige, na ponte de comando do navio, entre outros. 

A placa que sinaliza o escritório de Super Mario, na piscina
do Navigator of the Seas.
Hoje, sua rotina a bordo concilia trabalho e prazer, a bordo do Navigator of the Seas. Em um dia típico, Salcedo acorda por volta das 7 horas, e se dirige à seu "escritório", na área da piscina. Lá, trabalha usando seu computador portátil até cerca de 14 horas. "Eu passo de cinco a seis horas por dia cuidando meu negócio a partir do meu escritório no deck da piscina", diz Mario. "Sem internet, de graça ou como quer que seja, eu não poderia viver em um navio de cruzeiros", completa. 

Então, tem o resto do dia livre para um mergulho na piscina ou passar algum tempo com seus amigos - de bordo, porque acabou perdendo contato com a maioria dos que deixou em terra. Mais tarde, durante a noite, pode assistir um show no teatro do navio, dançar em um dos lounges do navio, ou fumar um charuto no bar especializado. 

Nesse mês, Mario troca de navio; deixará o Navigator para embarcar no Enchantment of the Seas, para uma série de cruzeiros pelas Bahamas e Caribe. Em seguida, embarca por um breve período no Empress of the Seas. No total, passará cerca de seis meses nos dois navios, antes de voar para Barcelona, onde embarcará no novo Harmony of the Seas - o mais novo navio da Royal Caribbean, que será inaugurado neste mês de maio. 

Freedom of the Seas, que será a casa de Maio por seis meses
Salcedo realizará a primeira travessia atlântica do navio que o levará para Fort Lauderdale, na Flórida. Após o Harmony, embarcará no Freedom of the Seas, para uma temporada de seis meses de cruzeiros a partir do Porto Canaveral, também na Flórida. 

Para seu conforto - e manter alguma regularidade - Mario reserva seus cruzeiros com a maior antecedência possível, assim, consegue reservar a mesma cabine em todas as viagens que fará a bordo dos navios, o que evita a necessidade de fazer e desfazer malas. Para ficar dentro de seu orçamento, o investidor reserva apenas as cabines internas de menor preço disponíveis. 

Mario pretende seguir com seu modo de vida indevidamente "Eu estarei em navios de cruzeiro enquanto tiver saúde e enquanto eu estiver me divertindo", diz ele. "Não fica chato", acrescenta ele lembrando a vida em terra, "é bem melhor do que fazer compras, preparar comida e ter que lavar pratos..."

 Texto (©) Copyright Daniel Capella (com informações de Sun Sentinel e Royal Caribbean). 
Imagens (©) Copyright Daniel Royal Caribbean, Sun Sentinel e Andres Manuel Rodriguez. 

1 Comentário:

Rodrigo Sguario disse...

Com a pontuação dele, com certeza reserva interna paga por ela mas fica em suítes!

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara