Monarch - Interiores

|

Segundo navio da classe Sovereign, o Monarch foi finalizado em 1991 e construído pelo francês Chantiers de l'Atlantique, de St. Nazaire. Após mais de 20 anos navegando pela Royal Caribbean International no Caribe, foi transferido para a espanhola Pullmantur Cruceros em 2013, passando a realizar, desde então, cruzeiros voltados ao mercado espanhol e latino. Navegando exclusivamente pela região sul do Caribe desde sua transferência, estreia na Europa este ano, com cruzeiros pelo Báltico. Tem capacidade para cerca de 2,700 passageiros e quase 75,000 toneladas.

Projetado pela Royal Caribbean International no final da década de 80, o Monarch possui elementos como o Viking Crown, uma área panorâmica no topo do navio. 
Desde que entrou em serviço pela Pullmantur, o navio teve o lounge renomeado Bar 360°, que apesar do novo nome, mantém boa parte das características de sua operação pela Royal Caribbean (RCI). 
Outra característica da Royal Caribbean que o navio mantém, é o Fragata Bar.
Anteriormente, essa área era ocupada pelo Schooner Bar; o piano bar com temática naval que está presente em todos os navios da frota da RCI.
No Monarch, além do novo nome, recebeu algumas novas características, como um estofamento diferenciado para os sofás e poltronas, mas se mantém como um piano bar com características navais. 
Além de bares, lounges e outras atrações, o Monarch conta com uma biblioteca. 
O teatro do navio tem dois andares, e é ligeiramente diferente daquele encontrado no Sovereign, seu gêmeo. 
Construído depois do Sovereign, o Monarch teve o design de algumas áreas aprimoradas, com base na experiência operacional do primeiro. O teatro é uma delas. 
O Monarch conta com uma casa noturna, a Cyan Disco.
Localizada na popa, a disco é uma espécie de show-lounge com uma grande pista de dança central. 
A maior parte do entretenimento noturno acontece aqui, e no Rendez-Vous Lounge. 
Assim como a Cyan Disco, o Salón Rendez-Vous (a partir desta foto), é um grande show-lounge com palco e pista de dança no centro. 
Depois de reformado pela Royal Caribbean, o espaço abrigava o Boleros Lounge, enquanto o navio ainda navegava como Monarch of the Seas. 
Pista de dança central
O Monarch ainda possui um sports bar, dentro de seu casino. 
Além de servir o casino, o espaço conta com seus próprios assentos
O espaço costuma ser uma área de fumantes
A classe Sovereign foi a primeira a trazer os grandes átrios com vãos abertos de vários andares.
Assim, o navio conta com um grande átrio chamado Centrum, com mais de 5 andares, e dois elevadores panorâmicos.
No andar mais baixo, e nos entornos, estão disponíveis diversas áreas públicas e atrações. 
Além de peças de arte
No deck superior, estão disponíveis duas piscinas aos passageiros, na mesma área. 
Além de diversas espreguiçadeiras e algumas jacuzzis. 
Para as crianças, uma piscina infantil, mais rasa. 
Área externa
Na popa, o navio conta com uma área esportiva, que tem quadra e uma grande parede de escalada.
Dois bares ficam na área da piscina, o Bar Marina e o Bar Panorama.
O navio ainda conta com uma área de lojas, próxima ao átrio. 
Nessa mesma área fica o café YoguFruits
Café YouguFruits
O Monarch é o primeiro da Pullmantur a adotar uma área exclusiva para passageiros de suas suítes, na foto.
Chamada The Waves Yatch Club, a área conta com uma sala de estar exclusiva na proa, que só é acessada pelos passageiros dessa categoria. 
Estes passageiros também contam com um solário exclusivo. 
Outro ângulo da área interna do Waves Yatch Club.
Na popa, o Monarch possui um Spa e uma academia
No quesito culinário, a embarcação possui dois restaurantes principais, este é o Auster, no deck 3. 
Semelhante ao Auster, o Boreas fica no deck 4. 
Ambos servem o mesmo cardápio, em geral, no sistema à la carte.
A opção informal é o buffet Panorama, na proa. 
O restaurante self-service abre para todas as refeições, e possui ampla área, inclusive, com um segundo piso. 
Essa é outra das áreas do navio que foi melhorada com base na experiência anterior com o gêmeo Sovereign. 
Agradecemos à equipe do Lisbon Cruise Terminal (LCT) pela oportunidade de conhecer os interiores da embarcação.
Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Rui Minas Agostinho. 

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara