Ex-Splendour of the Seas escala o porto de Lisboa pela primeira vez

|

Agora parte da frota da TUI Cruises, o antigo Splendour of the Seas vem operando por sua nova companhia há cerca de dois meses. No dia 19, esteve pela primeira vez em Lisboa, em roteiro pelo Mediterrâneo e Atlântico com partida do porto de Palma de Mallorca, na Espanha. 

O TUI Discovery esteve pela primeira vez na capital portuguesa no último dia 19. Maior e mais nova embarcação da frota da companhia de cruzeiros inglesa Thomson Cruises, o Discovery é o antigo Splendour of the Seas, que deixou a frota da Royal Caribbean International no fim do primeiro semestre deste ano.

Vendido em 2015, o navio - que é parte da classe Vision - operou pela companhia de cruzeiros norte-americana por exatos 20 anos, entre a sua inauguração em 1996 e março de 2016. Com capacidade para cerca de 2,000 passageiros e 69,000 toneladas de deslocamento, o navio foi alvo de remodelação antes de entrar em operação para a companhia inglesa.
Além da aparência diferenciada, ganhou um upgrade em seus interiores - que já haviam sido totalmente renovados em 2011 - e teve áreas públicas transformadas para melhor servir sua nova função no mercado inglês. A área do antigo Casino Royale, por exemplo, passou a ser utilizada como um grande piano bar, enquanto o casino foi realocado para a área do antigo piano bar, o Schooner Bar.

Em temporada inaugural com o novo nome e operador, passou por Lisboa em um roteiro de sete noites com ida e volta para Palma, a capital da ilha de Mallorca. Do porto português seguiu para Cádiz, na Espanha, porto onde esteve durante o dia de hoje (20). Ainda escala Málaga e Cartagena, ambas na Espanha, antes de retornar à Palma no dia 23. A viagem, iniciada no dia 16, passou também pelo porto de Gibraltar, território inglês na Península Ibérica.
O TUI Discovery será, muito em breve, a estrela da próxima edição da série Navios por Dentro, de Rui Agostinho. No artigo, além de apresentar os interiores da embarcação (após visita realizada neste dia 19), traremos também mais da história do navio.
Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Rui Minas Agostinho.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara