Notícias Curtas: Celebrity, TUI, Celestyal e Royal Caribbean

|

O novo terminal, chamado "Crown of Miami", ou "Coroa de Miami" em português.
Como adiantado por nós em novembro, a Royal Caribbean irá construir um novo terminal de cruzeiros no porto de Miami, nos EUA. Agora, a companhia revelou detalhes das novas instalações (acima). Enquanto isso, a Celebrity Cruises, empresa do grupo Royal Caribbean, anunciou que irá retirar um de seus navios da Europa, para a mantê-lo durante o ano todo na Europa. Outra novidade relacionada a roteiros é a da Celestyal Cruises, que passará a operar também nos Emirados Árabes, a partir da temporada 2017/2018. Na Alemanha, a TUI Cruises batizou seu novo navio, Mein Schiff 5 (ao lado), enquanto anunciou novos nomes pra duas das outras embarcações que tem em construção. Leia mais sobre todas essas notícias a seguir. 

Após ataques terroristas, Celebrity tira navio da Europa em 2017
Navio da Celebrity na Turquia, área afetada pelo terror
A Celebrity Cruises anunciou recentemente que terá o Celebrity Equinox no Caribe durante todo o ano em 2017. O navio, que é parte da classe Solstice, tinha antes uma temporada européia prevista entre os meses de abril e outubro. Agora, permanecerá no mar caribenho, com roteiros que variam entre 7 e 11 noites a partir do porto de Miami, nos EUA.

O Equinox é um dos cinco navios da Celebrity Cruises, que recentemente tem sido dedicados a Europa na época do verão local. Apesar de não ter confirmado relação entre os recentes atentados terroristas em solo europeu e a decisão da mudança de roteiro, a correspondência é clara. Servindo o público americano, a Celebrity, assim como outras companhias dos EUA, tem encontrado dificuldade em vender cabines na Europa para seu público. A sensação de insegurança causada pelos atentados na França, Bélgica, Turquia e mais recentemente na Alemanha, além da instabilidade política em áreas do Mediterrâneo, e a crise dos refugiados são fatores que vem prejudicando o mercado de cruzeiros europeu.

Sem o Equinox, a Celebrity terá quatro navios na Europa, o Celebrity Silhouette, o Celebrity Eclipse e o Celebrity Reflection; da classe Solstice, além do Celebrity Constellation.

Mein Schiff 5 é batizado na Alemanha
Mais novo navio da TUI Cruises, o Mein Schiff 5 foi batizado na Alemanha recentemente. Terceiro navio construído para a marca, que é uma joint-venture entre o grupo TUI Ag e a Royal Caribbean Cruises, a embarcação é um produto do estaleiro Meyer Turku, da Finlândia. Com cerca de 99 mil toneladas e capacidade para aproximadamente 2,600 passageiros, o navio foi projetado para servir o mercado alemão.

Quinto navio da frota, a embarcação foi batizada no dia 15 de julho, pela madrinha Lena Meyer-Landrut, uma cantora e compositora alemã de 25 anos. O navio navegará no Báltico e na Noruega durante o verão local antes de ser posicionado no Caribe no fim do ano. Outros três navios desse tipo já foram encomendados pela TUI e tem entrega prevista para 2017, 2018 e 2019.

Para ver mais sobre essa classe de navios da TUI, leia matéria nossa da época do anúncio do Mein Schiff 3, o primeiro da série, neste link.

Celestyal Cruises com roteiros nos Emirados Árabes em 2017/2018
Celestyal Olympia um dos três navios da frota. Para ver os interiores e a
história do Olympia, clique aqui.
Em uma recente conferência com investidores na Grécia, seu país de origem, a Celestyal Cruises informou que pretende operar nos Emirados Árabes durante a temporada de inverno europeu 2017/2018.

Com uma frota de três navios, a companhia é uma marca do tradicional grupo Louis, e opera exclusivamente nos mares Adriático e Egeu, com roteiros pelas Ilhas Gregas e Turquia, entre meados de março e novembro. Recentemente, o grupo comprou a marca Cuba Cruises, da qual era parceira e passou também a operar cruzeiros no Caribe, com várias escalas na Ilha de Cuba.

Agora, a companhia afirmou que pretende operar também nos Emirados, com roteiros partindo de Dubai e escalas em Abu Dhabi e Fujairah (Emirados Árabes Unidos), Doha (Qatar), Muscat (Omã), e o Bahrain. A Celestyal não revelou mais detalhes dos planos, mas pretende atrair passageiros de várias partes do mundo para o roteiro. Atualmente, o público da Celestyal é variado: 20% dos passageiros vem dos EUA, enquanto 16% da América Latina (incluindo o Brasil), 20% são europeus (excluindo os gregos), 10% são gregos e outros 8% asiáticos.

TUI Cruises muda nome de novos navios para manter lógica de série
Mein Schiff 1, ex-Celebrity Galaxy.
Diferentemente da maior parte das companhias de cruzeiro, a alemã TUI Cruises nomeia seus navios com o mesmo nome: Mein Schiff, ou Meu Navio, em português. Para diferenciar uma embarcação da outra, a empresa numera seus navios. Atualmente, a companhia opera cinco navios, do Mein Schiff 1 ao Mein Schiff 5, em roteiros pela Europa, Caribe, Oriente Médio e Ásia. Em expansão, a frota ganhará mais quatro embarcações até 2019. Em contrapartida, os dois primeiros navios da frota, Mein Schiff 1 e Mein Schiff 2 serão repassados a outra companhia, deixando a frota nos próximos anos. 

Menores e mais antigos, os navios são os únicos não construídos para a marca, e passarão a ser operados pela Thomson Cruises, do Reino Unido. Com a saída da frota destes, os dois últimos navios encomendados pela TUI, originalmente nomeados Mein Schiff 7 e Mein Schiff 8, passarão agora a se chamar Mein Schiff 1 e Mein Schiff 2, para manter a sequência completa. 

Com aproximadamente 100,000 toneladas, os dois novos navios são gêmeos do Mein Schiff 5, inaugurado recentemente e citado a cima. 

Royal Caribbean apresenta novo terminal de cruzeiros em Miami
Terminal complementará a operação de cruzeiros em Miami, que já conta com quase uma dúzia terminais de cruzeiro.
Como adiantado por nós em novembro, a Royal Caribbean Cruises irá construir um novo terminal de cruzeiros em Miami, no sul da Flórida, EUA. No mês passado, a companhia chegou a um acordo definitivo com a administração regional para o projeto e a operação da instalação, que terá capacidade para receber navios da classe Oasis.

Com 170 mil m², o terminal foi batizado de "coroa de Miami", e ficará em uma área atualmente não utilizada do Porto de Miami. O equipamento será construído pela própria Royal Caribbean, que pagará uma espécie de aluguel para o governo regional, além de uma taxa fixa por passageiro embarcado. O lease é válido por 20 anos, e poderá ser estendido futuramente. A previsão de inauguração é 2018.

Apesar de manter um navio em Miami durante todo o ano, nessa região, a Royal Caribbean nos últimos anos concentrou seus embarques rumo ao Caribe na cidade de Fort Lauderdale. Na cidade, que fica próxima à Miami, a companhia de cruzeiros também construiu um terminal de cruzeiros de ponta, bem próximo ao aeroporto internacional de Ft. Lauderdale/Hollywood. Agora, com o novo terminal de Miami, a companhia promete voltar as suas origens, baseando ao menos um de seus navios da classe Oasis na cidade.

No porto de Miami está também a sede da companhia, fundada no mesmo local na década de 60.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright Meyer Turku, Daniel Capella, TUI Cruises, Rui Agostinho e Royal Caribbean.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara