Perfil dos navios da temporada 2016/2017: Costa Crociere

|

Após o perfil dos navios da MSC, apresentamos o perfil dos navios da Costa Crociere que estarão na América do Sul na próxima temporada: Costa Pacifica e Costa Fascinosa. Confira as características técnicas, informações específicas sobre a temporada brasileira das embarcações e mais! Em breve também publicaremos os perfis dos navios da CVC/Pullmantur e Norwegian Cruise Line. Para ver os perfis da MSC, clique aqui.


Costa Fascinosa
Companhia: Costa Crociere (De origem italiana, mantém sua sede em Gênova, Itália, mas é administrada pelo grupo Carnival, dos EUA).
Perfil do Público: Famílias, casais e grupos de amigos.
Diferenciais: É o segundo mais novo navio da frota da Costa, e traz os atrativos de seus gêmeos e do restante da frota, com aperfeiçoamentos e espaços novos. Possui boa quantidade de decks abertos, a decoração não é tão extravagante, e o serviço da Costa é de alto nível. Clique aqui para ver nossa avaliação do Costa Fascinosa.
Pontos Negativos: A Costa vem realizando cortes nos custos operacionais recentemente, e acaba por prejudicar o bom custo-benefício antes encontrado na companhia. Não há mais sorvete incluído na tarifa dos cruzeiros, por exemplo. E a água mineral, nem sempre é servida gratuitamente nos restaurantes, como era costume.
Porto-base: Santos e Buenos Aires (para roteiros de 14 noites ao nordeste brasileiro, que passam duas vezes por Santos).
Cidades de Escala: Recife, Maceió, Salvador, Ilhéus, Búzios, Rio de Janeiro, Copacabana (Rio), Angra dos Reis, Ilhabela, Santos, Porto Belo, Montevideo e Buenos Aires.

Para ver fotos do interior do navio, clique aqui.

Ficha Técnica:

Entrou em serviço em: Maio de 2013
Local de construção: Fincantieri de Marghera (região de Veneza), Itália.
Custo Original: 510 milhões de dólares. Mais recente reforma significativa: Nenhuma.
Nomes e companhias anteriores: Nenhum
Índice Passageiro/Espaço: 30,2 m² por passageiro. Tripulação: 1,100
Capacidade Máxima: 3,780 passageiros. Velocidade: 23 nós
Comprimento: 290.0 metros Largura: 35.5 metros
Bandeira: Itália Tonelagem: 114,417 toneladas.
Navios Gêmeos: Costa Favolosa, Costa Serena, Costa Pacifica e Carnival Splendour (estes três últimos são modificados. Também era gêmeo, com modificações, o Concordia, que se perdeu no começo de 2012).
Classificação segundo o guia Berlitz: ★★★+ - 1,363 pontos (de 2,000 possíveis).

Costa Pacifica
Companhia: Costa Crociere (De origem italiana, mantém sua sede em Gênova, Itália, mas é administrada e propriedade do grupo Carnival, dos EUA).
Perfil do Público: Famílias, casais e grupos de amigos.
Diferenciais: É um grande navio com opções para quase todos os tipos de passageiro. O Samsara Spa é um diferencial, com um jardim de inverno exclusivo que tem paredes e teto de vidro. A música, tema central do navio, traz diferenciais como um estúdio de gravação, onde os passageiros podem gravar seus próprios CDs (obviamente, é um serviço cobrado a parte).
Pontos Negativos: Seu design interior causa aglomerações de pessoas em alguns pontos do navio em "horários de pico" - evite o restaurante buffet entre o meio dia e às 13 horas, por exemplo. Realizará cruzeiros voltados principalmente ao mercado argentino. Ainda que a Costa também dê atenção ao passageiro brasileiro, o espanhol será o principal idioma para os anúncios e as atividades de animação, e o argentinos serão maioria a bordo.
Porto-base: Buenos Aires, com embarque também no Rio de Janeiro.
Cidades de Escala: Recife, Maceió, Salvador, Búzios, Rio de Janeiro, Abraão, Ilha Grande, Copacabana (Rio), Ilhabela, Santos, Punta del Este, Montevideo e Buenos Aires.

Ficha Técnica:
Entrou em serviço em: Abril de 2009
Local de construção: Fincantieri de Sestri Ponente (região industrial de Gênova), Itália.
Custo Original: 510 milhões de dólares. Mais recente reforma significativa: Nenhuma.
Nomes e companhias anteriores: Nenhum
Índice Passageiro/Espaço: 30,2 m² por passageiro. Tripulação: 1,110.
Capacidade Máxima: 3,800 passageiros. Velocidade: 23 nós
Comprimento: 290.0 metros Largura: 35.5 metros
Bandeira: Itália Tonelagem: 113,216 t.
Navios Gêmeos: Costa Fascinosa, Costa Favolosa, Costa Serena, Costa Pacifica e Carnival Splendour (Também era gêmeo, com modificações, o Concordia, que se perdeu no começo do ano).
Classificação segundo o guia Berlitz: ★★★+ - 1,363 pontos (de 2,000 possíveis).

Para comparar o perfil dos navios da Costa com os da MSC, clique aqui.

Texto (©) Copyright Daniel Capella, com informações de Berlitz Guide for Cruising and Cruise Ships, Shipparade, Costa Crociere e Wikipedia.
Imagens (©) Copyright Daniel Capella e Divulgação (Pacifica).

15 comentários:

Paula disse...

"Não há mais sorvete incluído na tarifa dos cruzeiros, por exemplo."
Qual sorvete exatamente? O de máquina que ficava disponível no restaurante buffet nos almoços, ou a sobremesa dos restaurantes a la carte?

Anônimo disse...

Onde já se viu os cruzeiros sem promoções? É o fim da picada!

Anônimo disse...

O fim da picada é o que causou o fim das promoções! Acorda! É ação e reação, se o país não estivesse como está, tenha certeza que a situação dos cruzeiros também seria outra, oras!

WorldCruises.com disse...

Paula, as máquinas nos restaurantes buffets foram todas retiradas. A sobremesa do restaurante a la carte, também não está mais presente diariamente como antes. Ainda pode ser servido ocasionalmente, mas já não é um item sempre no cardápio. Especialmente nos navios que passaram a ter também a opção de sorvete vendido separadamente. Ocorre mais ou menos a mesma coisa que aconteceu com a pizza.

Anônimo disse...

Deixando a situação do país de lado, os preços abusivos que as Cias. estão cobrando, vamos ter que engolir caladinhos? Ainda dizendo, "Pelo amor de Deus, não vão embora"

Anônimo disse...

Cara, você acha mesmo que é possível uma coisa não estar relacionada com a outra? Você acha mesmo que um belo dia eles pensaram "Vamo aumentar em 500% o valor no Brasil sem motivo nenhum!"

É claro que não... O que acontece tem tudo a ver com a situação do país. Se os preços aumentaram é porque a concorrência sumiu já que é impossível operar com lucro aqui (por conta de toda a situação que já conhecemos e que afeta praticamente todos os setores da econômica, entre ela a corrupção com propinas e coisas do tipo). É porque fizeram tanto que o real passou a valer um quarto do que valia antes, e como as companhias são estrangeiras e trocam nosso dinheiro pro dólar, eles estariam recebendo um quarto do que receberiam antes se não aumentassem os valores. É porque não temos uma companhia de cruzeiros brasileira, porque as regras empresariais para o Brasil fariam com que a companhia tivesse dívida milionária e falisse, e por aí vai. Podia continuar com os motivos aqui - todos relacionados ao estado atual do Brasil - indefinitivamente. Mas acho que já provei meu ponto.

Sim, se nós gostamos de navegar no Brasil temos que pedir que pelo amor de Deus eles não vão. Quem não consegue enxergar isso, ou se beneficia dessa situação, ou não quer ver.

Anônimo disse...

Infelizmente essa situação é o resultado de políticas equivocadas e roubo em escala nunca antes vista na humanidade. Para fazer um cruzeiro lá fora, gasto o mesmo que para fazer um aqui. Mesmo levando em conta as passagens aéreas , hospedagem e já descontada a diferença no câmbio. No dia em que as coisas forem pensadas para o todo e não para interesses pessoais, talvez possamos reverter as coisas.

Anônimo disse...

Pois é Anônimo... Muita pretensão querer desvincular uma coisa da outra. Sem noção total colocar a culpa nas companhias pelos preços que são consequência direta dessa administração sem noção, incompetente e desonesta que ainda vivemos.

Anônimo disse...

Olha essa notícia de agora pouco: http://www.noticiasdecruceros.com/2016/07/14/asaltan-crucero-fluvial-en-el-amazonas/

kkkkkkkkk

O problema é com o lugar ou com o navio? Só falta querer culpar essa companhia aí pelo assalto também!

Anônimo disse...

Em qualquer lugar do mundo capitalista e globalizado, os objetivos de todas as empresas são pautados pelo lucro e em menor escala sociais. A não ser em economias ditas socialistas como por exemplo Venezuela e grande parte das brasileiras onde a suposta intenção de distribuição das riquezas serve apenas de fachada para objetivos menos nobres.

Anônimo disse...

Fui agente de navegação por muitos anos, conheço bem dono de navio,se ele tiver chance, ele deixa você de cueca, e olhe la!
Confira o preços dos embarques do Preziosa em Salvador. Será que o Porto de Salvador, é tão mais caro que o de Santos e Rio ou é porque a MSC não tem concorrência neste porto, aí bota pra quebrar em cima dos baianos.

Anônimo disse...

O porto de salvador tem as taxas de operação mais caras DO MUNDO, esse é o motivo, último Anônimo....

Anônimo disse...

Basta comparar com os demais portos dos EUA , Europa e Ásia, que por sinal tem sido o destino mais comum das rotas remanejadas do Brasil. Quase todos com frequência durante o ano todo,com navios,rotas e cias.diversas, ou seja completamente sustentável e progressivo desenvolvimento. Deve-se ainda levar em conta a construção de um número crescente de navios cada vez maiores. Ou seja parece lógico concluir que este tipo de entrave ocorram mais frequentemente por aqui.

Anônimo disse...

Alguém poderia me passar a média de preços para bebidas a bordo do Norwegian Getaway? Pretendo embarcar nele, mas nem a cia. nem as agências sabem me informar quanto custa uma cerveja? Agradeço desde já

Anônimo disse...

Se os portos brasileiros são tão caros assim, como se explica que todos os navios de containers das grandes Cias. operam no Brasil há séculos.
Vejo da minha janela de casa a entrada do porto de Salvador, toda semana é 1/2 navios de containers da MSC. Este porto é o mais caro do mundo? Então a MSC gosta de perder dinheiro.

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara