MSC confirma temporada 2017/2018 com quatro navios na América do Sul

|

MSC Preziosa volta a ser o destaque da temporada MSC, com
roteiros a partir de Santos 
A MSC anunciou recentemente a sua temporada 2017/2018 na América do Sul. Como tínhamos adiantado em março, e confirmando as expectativas do mercado, a companhia italiana voltará a ampliar a frota na região, com quatro navios: MSC Preziosa, MSC Magnifica, MSC Musica e MSC Poesia - este último dedicado ao mercado argentino.

Confirmando as expectativas e previsões, a MSC Crociere dedicará quatro navios de sua frota à América do Sul durante a temporada 2017/2018. Destes, três ficarão baseados no Brasil, e um ficará dedicado ao mercado argentino. A partir de Santos, o MSC Preziosa e o MSC Magnifica realizarão roteiros ao Nordeste e ao Prata, respectivamente, enquanto, a partir do Rio de Janeiro, o MSC Musica realizará roteiros variados. Já o MSC Poesia ficará baseado em Buenos Aires para roteiros rumo ao Brasil dedicados ao mercado argentino.

Os planos da companhia para a temporada em questão, haviam sido adiantados no Portal WorldCruises.com ainda no começo de março, clique aqui para ver nossa notícia da época.

MSC Magnifica
Entre os passageiros e seguidores da companhia, a expectativa é que o novo MSC Meraviglia pudesse vir ao Brasil, recriando a temporada inaugural do MSC Preziosa no Brasil. Na ocasião, o navio foi inaugurado no começo de 2013, e veio ao país já no final do ano, para a temporada 2013/2014. O Meraviglia será inaugurado em março do próximo ano, mas diferente do Preziosa, permanecerá na Europa também durante o inverno local, realizando roteiros a partir de Gênova, Marselha e Barcelona. Para ver mais detalhes da temporada internacional da companhia, clique aqui.

Para marcar o lançamento da temporada, a MSC preparou uma promoção ao passageiro brasileiro. Para reservas até 30 de abril de 2017, o segundo hóspede viajará grátis e o passageiro receberá um upgrade. Quem reservar uma uma cabine interna poderá receber uma externa e quem reservar uma externa poderá receber uma varanda*. A ação é válida para as saídas da América do Sul 2017/2018 e também para as travessias atlânticas entre Brasil e Europa e vice-versa.

“O aumento da oferta no Brasil, bem como o lançamento desta condição exclusiva para a compra antecipada, reiteram nosso comprometimento de continuar investindo cada vez mais no país, proporcionando aos brasileiros a possibilidade de se planejarem com antecedência para as tão esperadas férias. Para a próxima temporada, traremos três belíssimas embarcações para o país, oferecendo mais de 83 mil cabines, com o melhor em entretenimento, gastronomia, hotelaria, com atrações para todas as idades, passando pelos mais belos destinos do continente.”, destaca Adrian Ursilli, Diretor Geral da MSC Cruzeiros no Brasil.

MSC Preziosa no Píer Mauá: Rio de Janeiro passa a ter navio dedicado
exclusivamente a seu mercado
O MSC Preziosa chegará ao porto de Santos ainda em 19 de novembro, permanecendo na região até abril de 2018 e protagonizando uma temporada mais longa. Parte da classe Fantasia, o navio realizará um total de 23 cruzeiros pelo Brasil. Os itinerários do MSC Preziosa variarão entre mini-cruzeiros de três e quatro noites pelo litoral do Sudeste, com passagens por Búzios, Ilha Grande e Ilhabela; e roteiros de sete e oito noites, passando por destinos no Nordeste, como Salvador e Ilhéus.

Retornando para a América do Sul após uma temporada distante, o MSC Magnifica ficará baseado também no porto de Santos. A partir de dezembro, o navio realizará 13 roteiros com duração entre seis e oito noites, para os destinos do Prata: Buenos Aires (Argentina), Montevideo e Punta del Este (Uruguai). O Magnifica é parte da classe Musica. 

Já o MSC Musica, volta ao porto do Rio de Janeiro no início de dezembro para 14 viagens partindo do porto carioca. Os destinos serão alternados; roteiros com duração de sete e oito noites que passam pelo Nordeste e pelo Rio da Prata.

MSC Poesia
O MSC Poesia não realizará embarques no Brasil, fazendo apenas escalas em trânsito no país. Também parte da classe Musica, o navio ficará baseado em Buenos Aires e dedicado ao mercado argentino. Realizará principalmente roteiros de 7, 8 e 9 noites rumo ao Sudeste do Brasil, com escalas no Rio de Janeiro, Ilhabela, Búzios e Ilha Grande.

As vendas para a próxima temporada já estão abertas e, além da condição promocional, os valores estão disponíveis em reais, com possibilidade de parcelamento em até 10 vezes sem juros.

Texto (©) Copyright Daniel Capella (com informações de MSC).
Imagens (©) Copyright Daniel Capella.

5 comentários:

Anônimo disse...

A ausência do Meraviglia é uma falta de reconhecimento aos brasileiros que estão lotando os navios da MSC, na atual temporada,
apesar das tarifas exorbitantes cobradas.

Aurea Perrotta disse...

Verdade,a cia. dá um tiro no pé,pois quando o passageiro já conhece todos os navios e roteiros nacionais e na América do Sul, faz o que eu fiz mesmo sendo cliente Gold e começa a testar outras opções saindo do Brasil e gastando a mesma coisa para embarcar num Allure of the
Seas pelo Caribe em 7 noites já incluídas as passagens aéreas pagas com milhas em promoção.

Silvio disse...

Comentários absurdos. A MSC esta justamente aumentando a oferta na América do Sul e sempre trouxe bons e grandes navios. Além disso é uma companhia que jamais deixou de atuar no mercado brasileiro durante todos esses anos, sempre buscando investir no nosso mercado apesar das adversidades. Por isso é ridículo falar em "falta de reconhecimento aos brasileiros". Onde esta a falta de reconhecimento? Se não teremos novidades agora, nada impede que venhamos a ter em um futuro próximo. E ninguém esta obrigando ninguém a ir, basta ficar em casa. Pq vcs não falam da Royal que no geral sempre trouxe navios menores e mais antigos e acabou preferindo deixar o Brasil? Isso sim é falta de reconhecimento com os brasileiros que sempre prestigiaram a marca.



Anônimo disse...

Temos que exigir sim! Se nós somos 0 2º mercado deles, dito pela própria MSC, Por que não merecemos o Meraviglia? Os USA, que deve ser o 5º/6º mercado, não vai ganhar o Seaside. Não acredito que a MSC tenha um nível de tarifa maior que a do Brasil, esta história que os portos brasileiros são os mais caros do mundo, é conversa,
senão, não tinha 2/3 navios de carga da MSC, por semana, nos portos brasileiros. O aumento de navios para a temporada 2017/18 é que eles viram que o brasileiro compra os cruzeiros, com crise ou sem crise, o nosso: "em 10 vezes, dá pra pagar" não existe em lugar nenhum do planeta.

Jessica Fernandes disse...

A msc virá com o Seaside em 2018/2019. Acabei de voltar de um cruzeiro e foi anunciado

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara