MSC e Fincantieri realização cerimônia de float out do MSC Seaside

|

O mais novo navio da MSC Crociere já flutua. Em construção no estaleiro Fincantieri, o MSC Seaside flutuou pela primeira vez na semana passada, após a cerimônia de float out. Marco na construção de um navio, a cerimônia marca o início da fase final de montagem da embarcação.


A MSC Cruzeiros e o estaleiro italiano Fincantieri realizaram recentemente a cerimônia de float out do MSC Seaside. O navio é uma das duas embarcações que a companhia italiana inaugurará em 2017, e é um protótipo de uma nova classe, que também leva o nome Seaside. A cerimônia aconteceu no último fim de semana, no estaleiro onde realiza-se a construção, em Monfalcone, na Itália.

A cerimônia marca o momento em que a embarcação flutua pela primeira vez, após a montagem de toda a estrutura externa do navio. Após a inundação da doca seca e deslocamento para uma doca molhada, começa a fase final de construção, com a montagem das áreas públicas e de todos os equipamentos técnicos a bordo.

A partir de dezembro do próximo ano, MSC Seaside fará viagens com saídas do porto de Miami, navegando pelo Caribe durante todo o ano de 2018.

“Este é outro marco importante em nosso ambicioso plano de expansão, uma vez que o segundo, dos 11 navios de última geração, entrou em fase final de construção. O MSC Seaside foi projetado para oferecer aos hóspedes uma experiência de bordo única, navegando por destinos quentes. Além disso, contará com uma das maiores proporções de espaços ao ar livre de toda a indústria, com a disponibilização de diversas opções de atividades a céu aberto como, por exemplo, comer e beber al fresco, caminhar pelo calçadão ou simplesmente admirar a linda vista para o mar no conforto de uma das muitas cabines com varanda”, comenta Pierfrancesco Vago, Presidente da MSC Cruzeiros.

“Estamos muito contentes com a quantidade de reservas contabilizadas até o momento, realizadas por hóspedes da Europa e dos Estados Unidos. O Caribe continua sendo um destino muito requisitado entre os viajantes e, com essa nova proposta, reforçaremos a oferta para atender à demanda em um mercado-chave, com cinco navios para a temporada 2017/18, cada um levando nossa identidade e elegância mediterrânea para a experiência de férias nesse paraíso”, conclui o executivo.

“Ver essa embarcação tomando forma tem um valor não apenas simbólico para o grupo que lidero, mas também para mim. Em 2014, recebemos o pedido para a sua construção e para seu navio gêmeo, em meio a uma crise sem precedentes e uma extraordinária explosão do mercado. Depositamos grandes ambições nesse pedido, comprometendo-nos a entregar à armadora um produto de última geração, que atendesse à sua visão moderna de viagens marítimas. Com o sucesso do protótipo e o design tão marcantes, os quais confirmam nossa liderança comercial e tecnológica no setor, nos sentimos duplamente orgulhosos com o resultado”, afirma Giuseppe Bono, CEO do Fincantieri.

Para projetar o MSC Seaside, a MSC e o Fincantieri se inspiraram em "elegantes condomínios praianos", chegando a um design, que, segundo a companhia "superou os limites com um design arrojado, reforçando seu constante compromisso em colocar a experiência do hóspede como prioridade no desenvolvimento de produtos". 

Um dos diferencias da embarcação é uma promenade; um calçadão, que circunda o navio em 360º, sempre próximo ao nível do oceano. Além disso, conta com elevadores panorâmicos voltados para o mar e 76% de cabines com vista externa.

Perspectiva artística do navio com sua construção finalizada
Com um Yacht Club ampliado, o Seaside dará sequencia ao projeto da companhia de oferecer também uma opção de luxo a seus passageiros. Localizado na proa, o YC contará com com um solário de 1,6 mil m², lounge e restaurante privativos, em uma área que se expande por cinco decks. Nas cabines, a novidade são dois "apartamentos", que terão sala de estar, ampla varanda com área para jantar e hidromassagem.

No quesito gastronômico, o navio contará com 11 restaurantes, incluindo cinco temáticos. Um deles será o restaurante pan-asiático do renomado chef Roy Yamaguchi, além de dois buffets self-service abertos 20 horas por dia, sendo um projetado especialmente para famílias.

Com 323 metros de comprimento e 160 mil toneladas, o MSC Seaside terá capacidade para 5.179 hóspedes e será o primeiro de dois navios idênticos da geração Seaside. O MSC Seaview será entregue no outono de 2018 para navegar pelo Mediterrâneo ocidental. Um terceiro navio deste tipo também foi encomendado pela armadora italiana, e entrará em operação em 2019.

Em seus roteiros a partir de Miami, o MSC Seaside visitará vários portos caribenhos, entre eles George Town, nas Ilhas Cayman, Cozumel, no México, e Nassau, nas Bahamas. A partir de outubro de 2018, os itinerários incluirão também a Ocean Cay MSC, a ilha privativa da MSC na Bahamas, que no momento encontra-se em construção exclusiva aos hóspedes da armadora.

Texto (©) Copyright adaptado de MSC.
Imagens (©) Copyright MSC.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara