AIDAbella chega a Shanghai, na China

|

Na semana passada, o AIDAbella chegou a Shanghai, na China, pela primeira vez. A escala marcou a primeira vez que um navio da AIDA Cruises escalou em território chinês. Parte do grupo Carnival, a companhia deve passar a operar no mercado local futuramente. 


Originalmente planejada como a entrada da AIDA Cruises no mercado chinês, a primeira escala do AIDAbella na China aconteceu no último dia 2.

Voltada ao público alemão, a AIDA passaria a servir também o público chinês a partir dessa data, com o AIDAbella se dedicando apenas a embarques em território chinês, e roteiros para Coréia e Japão. O anúncio havia sido feito pela Carnival Corporation, que controla a AIDA e mais nove companhias de cruzeiro, em outubro de 2015.

Assim, como anunciado por nós em novembro, a companhia havia planejado que, após sua temporada na Ásia voltada ao público alemão, o AIDAbella realizaria um posicional rumo a Shangai, para começar a nova fase de sua carreira. Entretanto, em meados do ano passado, a Carnival resolveu adiar a entrada das marcas no mercado chinês - que agora não tem data para acontecer.

Dessa forma, a escala do AIDAbella acabou apenas parte de um roteiro pela Ásia voltado ao mercado alemão. Ao atingir Shangai, a embarcação partiu rumo sul, para contornar o sudeste do continente asiático, e retornar à Europa, via Oriente Médio e Canal de Suez.

Inaugurado em 2008, o AIDAbella é um dos sete navios da classe Sphinx, construída pelo Meyer Werft para a AIDA Cruises. Tem capacidade para 2,500 passageiros em ocupação máxima, e desloca cerca de 70,000 toneladas.
Autoridades locais, passageiros e o comandante celebram a chegada do navio
Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright AIDA Cruises.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara