Novos navios da Hurtigruten terão tecnologia híbrida e nome de exploradores

|

Como anunciado por nós em abril do ano passado, a Hurtigruten irá lançar dois novos navios em 2018 e 2019. Agora, a companhia norueguesa revelou mais detalhes das embarcações, que serão híbridas e terão a capacidade de navegar com o uso de baterias por até meia hora!

A Hurtigruten irá lançar dois novos navios de expedição projetados pela Rolls-Royce. Encomendados em abril do ano passado, os navios irão entrar em operação em 2018 e 2019. Em comunicado enviado à imprensa, a empresa revelou mais detalhes das novas embarcações - que usarão sistema de propulsão híbrido.

O primeiro a entrar em operação se chamará Roald Amundsen e será lançado em julho de 2018. O outro navio se chamará MS Fridtjof Nansen, e ganha os mares no verão europeu de 2019.


Os nomes são homenagens a exploradores polares noruegueses.

O grande diferencial destes navios de última geração é sua tecnologia híbrida e ecologicamente sustentável, que irá reduzir o consumo de combustível e mostrar ao mundo que a propulsão híbrida em grandes navios é possível. Cada uma das embarcações terá capacidade para cerca de 600 passageiros.

A tecnologia híbrida, combinada com um casco hidrodinâmico e moderno; e o uso efetivo da eletricidade a bordo, reduzirá o consumo de combustível e as emissões de CO2 dos navios em 20%. A construção destes dois navios representa o maior investimento individual na história da companhia, que foi fundada no fim dos anos 1890.


Segundo a Hurtigruten, tudo isso significa que "o futuro das viagens marítimas será silencioso e livre de emissões de gases poluentes e o MS Roald Amundsen e o MS Fridtjof Nansen irão abrir caminhos para uma maneira mais sustentável de viajar".

O MS Roald Amundsen foi projetado para cruzeiros em águas polares e para servir como um "confortável hotel flutuante no mar, trazendo aventureiros de todo o mundo para os destinos mais espetaculares de maneira sustentável". Apesar disso, as embarcações irão navegar também em outros destinos, incluindo a América do Sul e a Noruega.


A Hurtigruten ainda afirma que o Roald Amundsen e o Fridtjof Nansen "definirão um novo padrão em design de interiores e experiência de cliente a bordo". Os espaços públicos e cabines serão decorados com materiais predominantemente noruegueses, em o que a empresa chama de uma "abordagem escandinava" inspirada pela natureza. Todas as cabines, são 265 delas no total, serão externas e 50% com varanda.

As reservas para a temporada inaugural do Roald Amundsen, que fará cruzeiros pela Antártida, já está aberta. No Brasil, a Hurtigruten é representada pela Discover Cruises do Rio de Janeiro.

Texto (©) Copyright Daniel Capella/Discover Cruises.
Imagens (©) Copyright Hurtigruten.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara