2018/2019: MSC publica parte dos roteiros do MSC Seaview no Brasil

|

Com o lançamento oficial de seu novo catálogo na Itália, a MSC revelou também mais detalhes de sua temporada 2018/2019. A estação terá como destaque o MSC Seaview, que junto ao MSC Poesia, ao MSC Orchestra e ao MSC Sinfonia realizará roteiros pela América do Sul. Com inauguração prevista para 2018, o Seaview realizará roteiros rumo a Salvador a partir de Santos.

Cerca de cinco meses após ser inaugurado na Europa, o MSC Seaview navegará no Brasil. Essa novidade foi revelada pelo Portal WorldCruises.com em primeira mão no começo deste ano (clique aqui para ver). A embarcação será uma das quatro que a MSC Crociere trará à América do Sul durante a temporada 2018/2019, chegando ao porto de Santos no dia 6 de dezembro.

MSC Poesia retorna à Santos em 2018/2019
Com a publicação de um novo catálogo na Itália, a MSC revelou também alguns dos roteiros que o navio realizará durante sua temporada inaugural no Brasil. Baseado em Santos, o Seaview se juntará ao MSC Poesia, ao MSC Sinfonia e ao MSC Orchestra que também navegarão na região, e também tiverem seus roteiros parcialmente revelados.

O MSC Seaview chegará ao porto de Santos em 6 de dezembro, após travessia atlântica iniciada em Gênova. Com 19 noites, a viagem posicional parte da Itália em 18 de novembro e escala Barcelona (Espanha), Lisboa (Portugal), Cádiz (Espanha), Funchal (Madeira) e St. Cruz de Tenerife (Canárias), além de três destinos no Brasil: Salvador, Búzios e Rio de Janeiro.

Uma vez no Brasil, o Seaview realiza alguns mini-cruzeiros antes de iniciar roteiros regulares a Salvador. O primeiro cruzeiro semanal ao Nordeste parte no dia 15 de dezembro e é semelhante ao realizado pelo MSC Preziosa na temporada 2017/2018. O roteiro prevê passagens por Búzios, Salvador, Ilhéus e Ilha Grande, antes do retorno a Santos.

Previsão artístico do MSC Seaview
Esse mesmo roteiro será realizado durante o cruzeiro de Natal (que parte em 22 de dezembro), e nas saídas de 5, 12 e 26 de janeiro; e 2, 9 e 16 de fevereiro. Roteiros semelhantes a este serão realizados no Réveillon e no Carnaval. O cruzeiro de Ano Novo parte de Santos em 29 de dezembro, e visita Ilhabela, Búzios e Salvador, além de Copacabana, onde o navio fica fundeado na noite de 31, para assistir à queima-de-fogos.

Já no Carnaval, que parte em 2 de março, o navio permanecerá mais tempo atracado em Salvador, visitando também Ilhéus e Ilha Grande. Após cruzeiros adicionais ao Nordeste e mini-cruzeiros (que não tiveram suas rotas reveladas), o Seaview parte de Santos em 30 de março, rumo a Gênova. Com 15 noites, o roteiro da travessia tem poucas visitas, escalando apenas em Búzios e Salvador, no Brasil, e em Barcelona e Marselha (França), na Europa.

Enquanto isso, o MSC Poesia volta a ficar baseado em Santos. Será a segunda vez que o navio da classe Musica realiza embarques na cidade para roteiros rumo ao Prata. Partindo de Veneza em 13 de novembro, começa sua temporada sul-americana em 2 de dezembro. O navio dá continuidade aos roteiros de sete noites para a Argentina e Uruguai que estão sendo realizados nessa temporada pelo MSC Musica e serão assumidos pelo MSC Magnifica na próxima estação.

Um dos parques da Recoleta, em Buenos Aires
Partindo de Santos, os cruzeiros visitam Buenos Aires (com pernoite), Montevideo e Punta del Este. Diferentemente do Seaview, o Poesia continuará realizando o mesmo roteiro mesmo durante datas comemorativas como o Ano Novo e o Carnaval. Ao fim da estação, retorna para Veneza, em travessia atlântica de 18 noites, que parte do porto de Santos em 10 de março.

Um terceiro navio ficará baseado no Brasil, o MSC Sinfonia. Após vários anos ausente, a embarcação da classe Lirica volta ao país, realizando roteiros a partir do porto do Rio de Janeiro. Responsável por iniciar a temporada da MSC na América do Sul, chegará ao Rio em 20 de novembro, após partir de Veneza em 30 de outubro.

Como ocorrerá na próxima estação, os roteiros a partir do Rio de Janeiro serão variados. O Sinfonia alternará cruzeiros rumo ao Nordeste e rumo ao Prata e duração que varia entre 3 e 8 noites. Os roteiros mais longos visitam o Prata, e visitam Buenos Aires e Punta del Este, além de Ilhabela. Já os com destino ao Nordeste passam por Salvador e Búzios, em seis noites.

O MSC Sinfonia é gêmeo do MSC Armonia, que esteve no Brasil pela
última vez na temporada 2015/2016
Navegando para o Prata no Natal, o Sinfonia também estará em Copacabana durante o cruzeiro de Réveillon, em roteiro que escala também Cabo Frio, Búzios e Salvador. O retorno ao Mediterrâneo está marcado para 16 de março, quando parte do Píer Mauá rumo a Veneza, em travessia de 22 noites - mesma duração da travessia Itália - Brasil.

O MSC Orchestra será o navio da MSC dedicado à Argentina na temporada 2018/2019. Com embarques em Buenos Aires, realizará roteiros de 8 e 9 noites rumo ao Brasil entre dezembro e março, com paradas em destinos como o Rio de Janeiro, Búzios e Ilhabela.

Apesar de terem sido publicados na Itália, os roteiros da temporada sul-americana 2018/2019 ainda não estão à venda no Brasil. Não há previsão de quando a companhia começará a comercializar as viagens dessa estação.

Texto (©) Copyright Daniel Capella.
Imagens (©) Copyright MSC (divulgação) e Daniel Capella.

7 comentários:

Anônimo disse...

Para a MSC, os cariocas vão continuar meros figurantes. Colocar o Seaview e Poesia para os paulistas e o "velho cansado de guerra" Sinfonia pra eles, é demais!!!

Graca Maia disse...

Um absurdo esse preconceito com o Rio de Janeiro. Eu amo cruzeiros e sempre espero pelos embarques na minha cidade! Vamos lá MSC, dê mais chances aos cariocas e pare de só agradar aos paulistas������

Anônimo disse...

Eu diria, o dinheiro dos paulistas.

Anônimo disse...

Apesar de cidade maravilhosa 90% do resto do Brasil prefere embarcar em Santos.

Anônimo disse...

Evidente, se os cruzeiros, saindo de Santos, são os mais baratos. Mesmo os paulistas tendo os maiores salários do país.

Unknown disse...

No minimo tinha que ter embarque nos dois estados o mesmo navio com é feito na Europa , embarque em todos os portos, e com os preços e promoções identicos para todos os estados, com é isso Paulista ganha mais e paga menos, que horror.

Anônimo disse...

Em Santos tem concorrência, e nos outros portos não. Aí a MSC "bota pra quebrar" este ano não fiz cruzeiro, fui pra Fortaleza, comer lagosta bem baratinha.

Postar um comentário

 

©2013 Design por Ray Câmara